Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

"Oriana", "Norwegian Epic", "Viseu" e "Uphusen" em Ponta Delgada

Depois de visitarmos este fim de semana o Lago Huron, no Canadá, o porto de Piraeus, na Grécia, o porto de Boston, nos E.U.A.,  regressamos agora aos Açores e ao porto de Ponta Delgada. As fotos acima referem-se à passagem na semana passada pelo porto micaelense dos navios de cruzeiros "Oriana" e "Norwegian Epic", e dos navios de carga "Viseu" e "Uphusen" . Aconselho uma visita ao blog do Azores Cruise Club para informação mais detalhada sobre o movimento de navios de cruzeiros nos Açores.
(©) Copyright fotos: António Simas e Bruno Rodrigues, S. Miguel.

domingo, 30 de outubro de 2011

N/T " E Pioneer", em Boston

Navio tanque "E Pioneer" em Boston, E.U.A.
Name: E. Pioneer
IMO: 9278686
Flag: Panama
MMSI: 351373000
Callsign: HPOS
Vessel type: Oil Products Tanker
Gross tonnage: 28,059 tons
Summer DWT: 45,985 tons
Length: 180 m
Beam: 39 m
Draught: 7.4 m
Class Society: Nippon Kaiji Kyokai
Build Year: 2003
Builder: Shin Kurushima Onishi Shipyard
Imabari, Japan
Owner: Executive Shipmanagement- Singapore
Manager: Executive Shipmanagement- Singapore
(©) Copyright fotos: Paulo Peixoto, Boston.
Um post de : Paulo Peixoto, Boston.

Uma visita ao Porto de Piraeus, Grécia

 Um Bom Amigo, ofereceu-nos a possibilidade, de efectuarmos uma visita ao porto de Piraeus, Grécia. Uma visita que só podia começar pelo "nosso", "Express Santorini", atracado no porto grego depois de terminada a sua época de Verão nas nossas ilhas.
A seguir visitamos o elegante,  "Elyros" da Anek Lines, um ferry com uma capacidade para 2000 passageiros e 650 viaturas. Comprimento de 192 metros, uma boca de 27 metros, um calado  de 6,70 metros, atinge uma velocidade de 23 nós. 
 O "Superfast XII" da Superfast Ferries, um navio com capacidade para 1550 passageiros e 653 viaturas.
Comprimento, 199 metros; Boca, 25 metros; Calado, 6,58 metros; Velocidade max., 31 nós, serviço, 28 nós.
 Nestas imagens  o, "Highspeed 4", operado pela nossa conhecida Hellenic Seaways, este catamaran, foi construído pela Austal, Austrália, e tem uma capacidade para 1050 passageiros e 188 viaturas. Comprimento, 92,6 metros; Boca, 24 metros; Calado, 3,76 metros; Velocidade máxima, 40,5 nós.
Mais um grande ferry, desta vez o "Knossos Palace", da Minoan Lines, um ferry com capacidade para 2200 passageiros e 600 viaturas. Comprimento, 214 metros; Boca, 26,4 metros: Calado, 7,1 metros; Velocidade máxima, 29,5 nós.
Este é um dos irmãos do "nosso", "Hellenic Wind", neste caso o "Speedrunner 3", da Aegean Speed Lines, com capacidade para 800 passageiros e 148 viaturas. Observem atentamente o tipo de rampa que este gémeo do "Hellenic Wind" utiliza na Grécia. Comprimento,  100 metros; Boca, 17 metros; Calado, 2,75; Velocidade, 38 nós.
 O "Highspeed 6", é mais um pertencente à  frota da Hellenic Seaways, adquirido em 2010 á Acciona Transmediterranea ( ex Milenium), este catamaran é irmão dos conhecidos deste blog, "Bencomo" e "Bentago" ( da Fred Olsen, Canárias), construídos pela Incat , Austrália, tem uma capacidade de 900 passageiros e 260 viaturas. Comprimento, 96 metros; Boca, 26 metros; Calado, 3,3 metros; Velocidade, 42 nós.
Copyright fotos: Um Bom Amigo, Grécia.
Vídeo: Youtube / Canal MrARXIPELAGOS.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Pilotagem no lago Huron, Canadá

Algumas fotos da autoria do Amigo Paulo Renato, relativas  ao movimento no lago Huron, Canadá, nas fotos observamos a lancha de pilotos, "Huron Nelle" pertencente ao posto de pilotos do lago Huron. Aquando do registo das fotos procedia-se à troca de pilotos.Os grandes lagos estão cheios de portos e pontões, todos os navios estrangeiros precisam de ter a bordo um piloto de barra durante a viagem,enquanto que os Lakers ( navios tipícos dos grandes lagos) não necessitam.  
(©) Copyright fotos: Paulo Renato, Canadá.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Novos ferrys poderão atingir velocidades mais reduzidas do que inicialmente previsto

"Os novos ferrys para transporte de passageiros e veículos entre as Ilhas do Triângulo, poderão ter motores menos potentes e atingir velocidades mais reduzidas do que o que estava inicialmente previsto no concurso lançado pela Atlânticoline.
O novo caderno de encargos do concurso para a construção dos dois 'ferrys' que vão assegurar as ligações marítimas entre as ilhas do Faial, Pico e S. Jorge, reduziu a velocidade máxima dos barcos de 16,5 para 16 nós e a velocidade de serviço de 16 para 14 nós."( In Açoriano Oriental- Artigo Aqui).
Sem querer alongar muito este assunto até porque por vezes dou comigo baralhado, pois não sei para onde vou,  nem a que velocidade vou, deixo uma pergunta aos meus leitores "alguém sabe-me explicar qual a politica para o futuro ferry nos Açores?
Fonte: Jornal Açoriano Oriental.
Imagem: Atlânticoline, SA

Semi-submersivel "Fjord", carregando e transportando 26 rebocadores


Dois vídeos espectaculares em que podemos ver o semi-submersível "Fjord" em acção, carregando e transportando 26 rebocadores. Este navio não é um "estranho" para este blog, pois o amigo Sáez, já o havia referenciado AQUI, a quando da sua passagem por Santa Cruz de Tenerife.
Vídeos: Youtube / Canal : TommyChiastudio8

terça-feira, 25 de outubro de 2011

N/M "EILEEN C" na Praia da Vitória

 O N/M "EILEEN C" que hoje nos visita é gémeo verdadeiro dos seus irmãos "LAUREN C"(03-10-2008), "VICTORIA C"(15-03-2010) E "NICOLE C"(28-06-2010) que também nos visitaram e já referenciados neste construtivo BLOG. Descarrega 4202 toneladas de milho francês carregado no porto de Bayonne para os recebedores UNICOL  e TERCEIRENSE RAÇÕES em partes sensivelmente iguais. Facto relevante para nós foi ter sido totalmente descarregado e limpo em 11 horas de trabalho, ao que corresponde uma relevante média de 380 toneladas horas. Por último resta referir que é o nosso 24º navio de cereais/aditivos da época 2011.
DADOS TÉCNICOS:
Nome: EILEEN C.
Data e Hora da entrada: 24.10.2011 - 07:00
Indicativo de chamada: MPJC3..
Nº IMO: 9373503.
Porto de registo: COWES.
Bandeira: REINO UNIDO.
Ano de construção: 2007.
Comprimento f. a f.: 89,80 mts.
Boca máxima: 14,50 mts.
Porte (DWT): 4.919 tons.
Arqueação bruta: 2.990 Mtons.
Arqueação líquida: 1.686 Mtons.
Calado máximo à entrada: 6,50 mts.
Último porto: BAYONNE.
Próximo porto: MARIN.
Tipo de carga: 4.202 Tons. de Milho.
Recebedor: UNICOL e TERCEIRENSE RAÇÕES.
Auxiliar de proa: 250 KW.
Potência da Máquina Principal: 1.980 KW.
Armador: Hanzevast Carisbrook Shipping.
Agência: Bensaude Agência de Navegação - João Martins.
 Piloto de serviço: Rui Carvalho.
 Nome do Comandante: Dimitry Vasilyey.
(©) Copyright texto e fotos: Cmdte. Rui Carvalho.

Mais um vídeo das lanchas de Pilotos "João Vaz Corte-Real" e "Alvaro de Ornelas"


Mais um vídeo da Safehaven Marine, relativo ás lanchas de Pilotos, "João Vaz Corte-Real" e " Alvaro de Ornelas", que se destinam aos portos de Velas, ilha de S. Jorge e S. Roque, ilha do Pico, e que serão entregues no mês de Dezembro. Vídeo obtido  durante os teste de mar em Cork, Irlanda, com vento de força 9 e vagas de 5 metros.
Vídeo: Youtube/ Canal Frankwidcat

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

N/M "CP VALOUR" - O resgate (parte II)

Este é o segundo post dedicado ao encalhe do “CP Valour”, na Praia do Norte, ilha do Faial, e tal como o anterior é mais um registo fotográfico partilhado pelo Amigo Miguel Nóia. (Post Anterior Aqui)
Depois do encalhe, a 9 de Dezembro de 2005, e na sequência deste ter sido dado como perda total, iniciou-se a segunda fase “O resgate”, que consistiu na descarga dos contentores, desmantelamento parcial e posteriormente colocar o casco em condições de flutuar removendo-o finalmente do local.
A empresa encarregue desta missão ( 2006),  foi a holandesa Svitzer Wiismuller ( actualmente Wiismuller Salvage), empresa que possui uma vasta experiência baseada na sua longa história de mais de 170 anos neste ramo. A Wiismuler em face da grande tarefa que tinha pela frente, faz deslocar para a ilha do Faial vários tipos de equipamentos, desde rebocadores, plataformas, gruas, etc, dando aos Faialenses a oportunidade de observar imagens pouco habituais, mas na minha opinião fantásticas.
(©) Copyright fotos: Miguel Nóia, Faial.