Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

domingo, 29 de junho de 2014

Terminal da Fred Olsen, em Santa Cruz de Tenerife










© Copyright fotos: António Saez, Tenerife.
 Estas são algumas fotos de arquivo  referentes ao terminal  da Fred Olsen, em Santa Cruz de Tenerife, da autoria do meu Amigo e co-editor, António Saez. Gosto de apreciar estas imagens, e observar todos os seus pormenores. Como diria o  Sr. Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO "Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes interligados, como duas peças de uma engrenagem".






quarta-feira, 25 de junho de 2014

Ampliação do Cais e nova Gare das Velas integra-se na estratégia de recuperar importância do Mar, afirma Vasco Cordeiro

 © Texto e fotos: GACS

 
O Presidente do Governo afirmou ontem que a obra de ampliação do cais comercial do Porto das Velas e de construção da nova Gare de Passageiros, um investimento de cerca de 16,5 milhões de euros, integra-se na estratégia global de recuperar a importância do Mar. 
“Quando falamos do desenvolvimento de uma estratégia de aproveitamento das possibilidades que o Mar nos oferece, também estamos a falar destes investimentos”, afirmou Vasco Cordeiro, no início da visita estatutária à ilha de São Jorge.
Na apresentação do projeto de arquitetura da futura Gare das Velas, o Presidente do Governo recordou que, a determinada altura, a Região tomou a decisão de extinguir o transporte marítimo de passageiros à escala regional, o que teve determinadas consequências que se prolongaram no tempo.
“Em boa hora, iniciou-se o processo de atenuação destas consequências com a recuperação, numa primeira fase, do transporte marítimo de passageiros”, a que se seguiu a segunda fase com o alargamento de novas possibilidades ao nível do transporte de mercadorias.
“O Governo dos Açores continua, assim, a cumprir os seus compromissos”, assegurou Vasco Cordeiro, ao salientar, ainda, a concretização de uma política de coesão que se assume como necessária e imprescindível para a Região.
“Por todo o nosso arquipélago, há a concretização dessa política de coesão que passa, exatamente, por reforçar as condições de integração e de articulação de todas as ilhas no panorama regional”, frisou o Presidente do Governo.
Na sua intervenção, Vasco Cordeiro salientou que a obra de ampliação do cais e da construção da gare, cujo concurso público vai ser lançado em julho, tem um encadeamento com um conjunto de outras medidas que foram, estão e serão tomadas quanto à mobilidade na Região.
“No caso do transporte marítimo de passageiros, existem dados concretos que permitem aferir da capacidade e da vontade de resposta por parte das Açorianas e dos Açorianos quanto à disponibilização dessas infraestruturas”, afirmou.
Nesse sentido, revelou que, nos meses já decorridos deste ano, constata-se um crescimento muito positivo no número de passageiros transportados na zona central do arquipélago, com cerca de cerca 25% na ligação Horta/São Roque/Velas e mais 7,3% na ligação Horta/Madalena.
Estas percentagens correspondem um aumento de mais de 3.000 passageiros na ligação Horta/São Roque/Velas e superior a 8.700 passageiros na ligação Horta/Madalena. 
Relativamente à nova possibilidade colocada aos dispor dos Açorianos de transporte de viaturas no ‘Triângulo’, desde a entrada em funcionamento dos novos navios ‘Gilberto Mariano’ e ‘Mestre Simão’ – há cerca de três meses – verificou-se um movimento de aproximadamente 1.200 viaturas transportadas.
“Julgo que estes números são bem elucidativos, não apenas do acerto das opções que em devido tempo foram tomadas, mas, sobretudo, do mérito deste caminho que estamos a trilhar de introduzir novas possibilidades e de as conciliar com um conjunto de atores que já existem neste mercado e, por essa via, criar as condições para que possa surgir um verdadeiro mercado interno”, concluiu Vasco Cordeiro.

terça-feira, 24 de junho de 2014

"Mestre Simão", chegando ao porto da Madalena






Fotos dia 18 Junho 2014
© Copyright fotos: Bruno Rodrigues, Pico.
 Em Dezembro do ano anterior, realizava a minha primeira viagem no canal Faial-Pico  no velhinho, "Cruzeiro do Canal". Embora fosse um "mini-cruzeiro turístico" a viagem fascinou-me.  Fiquei na altura a imaginar como iria evoluir esta ligação com a entrada ao serviço dos novos ferrys, "Mestre Simão" e "Gilberto Mariano".
Os novos ferrys já navegam no canal, desfrutando os passageiros de melhores condições de conforto, faltando agora a conclusão do terminal de passageiros do porto da Madalena e a consequente utilização das rampas ro-ro daquela nova estrutura portuária. Julgo que nessa altura haverá um grande upgrade nesta histórica ligação. Vamos esperar para  assistir a essa evolução.
Um Agradecimento ao Amigo, Bruno Rodrigues, por esta "viagem" até ao Pico.





Resgate de um tripulante ao pesqueiro "Rei dos Açores" - Esquadra 751


Imagens do resgate de um tripulante ao pesqueiro "Rei dos Açores" a sudeste da Ilha de Santa Maria, Açores, realizado pela Esquadra 751. © Esquadra 751
Nome: REI DOS ACORES.
Indicativo: CUTE8.
MMSI: 204287000.
Bandeira: Portugal.
Porto de Registo: Horta.
Matricula: H-194-C.
Ano de Construcao: 1999.
Data de Entrada ao Activo: 01/09/1999.
Estaleiro: Astilleros La Parrilla- La Parrilla, Espanha.
Construcao de Casco; Ferro.
Comprimento Fora a Fora: 29,90 metros.
Comprimento entre Perpendiculares: 26,00 metros.
Boca: 7,00 metros.
Arqueacao Bruta: 186,43 toneladas. Porte Bruto: 168,50 toneladas.
Potencia de Maquina: 625,18 kw.

Tipo de Engrenagem Principal: Conjunto de Palangres.
© Copyright foto: Miguel Nóia, Faial.
Pesquisa de dados técnicos: Paulo Peixoto, Boston.

sábado, 21 de junho de 2014

"Express Santorini", transportou dois camiões da ilha das Flores para a ilha Terceira,




O N/F "Express Santorini", transportou ontem dois camiões da ilha das Flores para a ilha Terceira, demonstrando uma vez mais as potencialidades associadas a este serviço. Além desta situação que começa lentamente a ser normal, ontem o navio ao serviço da Atlânticoline, efectuou também o transporte de um autocarro do porto de S. Roque, ilha do Pico para o porto das Velas, S. Jorge.
Como referia em anterior post, o melhor e mais barato estudo sobre o serviço ferry, é observar, testar e reflectir sobre os resultados, imaginando o serviço público ferry Ro-Ro em toda na sua plenitude e capacidade.


quarta-feira, 18 de junho de 2014

Governo dos Açores vai implementar programa de monitorização de obras marítimas


 © Texto: Gacs.
O Secretário Regional do Turismo e Transportes, Vítor Fraga, anunciou hoje, em Ponta Delgada, que o Governo vai implementar um programa de Observação Sistemática das Obras Marítimas nos Açores (OSOMA), numa parceria entre a Portos dos Açores, o Laboratório Regional de Engenharia Civil (LREC) e o Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC).

“Serão assim definidos os procedimentos de observação de todas as infraestruturas marítimas que estão a cargo da Portos dos Açores, prevenindo, através da deteção atempada de anomalias, eventuais danos materiais e humanos, numa monitorização que irá contribuir para uma gestão de risco preventiva”, afirmou o titular da pastas das Obras Públicas, numa intervenção na conferência sobre ‘Risk Management’, organizada pela Açoreana Seguros e pelo Jornal Diário Económico.
 
Vítor Fraga frisou ainda que programa OSOMA “pretende avaliar o comportamento hidráulico-estrutural das obras marítimas em observação”, acrescentando que há quatro matrizes principais a cumprir através deste projeto, nomeadamente a deteção de anomalias do comportamento das estruturas a tempo de introduzir adequadas correções e assim minimizar as consequências económicas de eventuais avarias, a comparação do comportamento real das estruturas com o previsto em projeto, acompanhando a sua evolução no tempo, a recomendação da realização esporádica de campanhas com recurso a outros métodos de observação mais sofisticados, nomeadamente de zonas imersas, e, por último, a definição de quando, onde e em que circunstâncias devem ser operadas obras de manutenção e/ou de reparação.

terça-feira, 17 de junho de 2014

Estreia do N/F "Gilberto Mariano", no Porto das Pipas


© Copyright fotos: João M. Bettencourt Mendonça, Terceira.
 Hoje o Porto das Pipas em Angra do Heroísmo, registou a histórica estreia do ferry, "Gilberto Mariano", e da denominada Linha Lilás, que assegura entre 17 de Junho e 13 de Setembro, ligação entre os portos da Horta, S. Roque, Velas, Calheta e Angra do Heroísmo.
Retoma-se assim a ligação Calheta-Angra,  que outrora apresentava interessante movimento. Esta será também uma hipóteses para Angra sorrir, com o renascer do dia de, "S. Vapor", fazendo lembrar o passado, mas certamente fazendo alguns sonhar com um futuro mais movimentado deste pequeno porto da Cidade de Angra.
 Amigo, João Mendonça, Obrigado pela reportagem fotográfica! Um Abraço!