Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

domingo, 30 de novembro de 2014

NRP "Figueira da Foz", em breve nos Açores



© Copyright fotos: Um Amigo.
Este é o primeiro de uma pequena série de post´s, referentes à Marinha Portuguesa, acompanhados de algumas imagens obtidas por um amigo no Arsenal do Alfeite.
Este é dedicado ao, NRP "Figueira da Foz", que segundo, informação recebida, chegará aos Açores no inicio do mês de dezembro, para efectuar a sua primeira missão de segurança e autoridade do Estado no mar dos Açores. É pois com grande expectativa que aguardo a estreia deste navio nos portos Açorianos, um navio de concepção e construção nacional. Um Agradecimento especial ao amigo que partilhou estas imagens!

sábado, 29 de novembro de 2014

EVACUAÇÃO MÉDICA EM CONDIÇÕES ADVERSAS NO MAR DOS AÇORES

© Copyright vídeo: Força Aérea Portuguesa.
© Copyright texto e fotos: Marinha Portuguesa.
O Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada), coordenou desde o dia 24 de novembro até ontem, a operação de evacuação médica de um tripulante do veleiro Bravura, de pavilhão norte-americano, que navegava no extremo sul da área de responsabilidade deste Centro, a cerca de 1000 milhas náuticas (1852 quilómetros) a sudoeste de Ponta Delgada – Ilha de S. Miguel.

O skipper da embarcação, de nacionalidade francesa e 56 anos de idade, encontrava-se em estado grave devido a uma queda sofrida a bordo, apresentando um diagnóstico de eventual traumatismo crânio-encefálico e fractura do membro superior direito. O pedido de auxílio ocorreu na madrugada do dia 24 de novembro, através do MRCC Falmouth em Inglaterra, informando que o veleiro, com 3 tripulantes a bordo, requeria apoio médico para um dos tripulantes acidentados. Contactado o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODUMAR) do INEM, foi identificada a necessidade de evacuação urgente do tripulante.

O MRCC Delgada assumiu a coordenação da ação e empenhou a Corveta Baptista de Andrade que iniciou uma viagem de cerca de 58 horas para ir ao encontro do veleiro e proceder à evacuação do paciente. Neste período de tempo, o CODUMAR efetuou vários contactos telemédicos para aferir o estado do tripulante acidentado e aconselhar quanto à terapêutica a aplicar.

Na tarde do dia 26, o paciente foi transportado para a Corveta Baptista de Andrade, onde foi assistido pela equipa médica de bordo, cuja avaliação, em articulação com o CODUMAR, determinou a necessidade de prosseguir a evacuação com a máxima urgência. Assim, o MRCC Delgada solicitou a evacuação por meio aéreo ao Centro de Busca e Salvamento Aéreo das Lajes (RCC Lajes), tendo aquele Centro empenhado um Helicóptero EH-101 Merlin da Esquadra 751, proveniente da Base Aérea das Lajes (BA4), e um avião C130 da Esquadra 501 estacionado na Base Aérea do Montijo (BA6), para realizar o acompanhamento do Helicóptero, muito por força das más condições meteorológicas que se faziam sentir no local.

Dado que o raio de ação do helicóptero se situa nas 350 milhas náuticas (650 quilómetros), a Corveta, já com o paciente a bordo, navegou para norte durante cerca de 40 horas, com mar bastante adverso, a fim de encurtar a distância e proceder ao transbordo do doente para o meio aéreo, o que veio a acontecer na manhã de ontem, 28 de novembro. O EH-101 aterrou ainda durante a tarde no heliporto do Hospital Divino Espírito Santo, local para onde o paciente foi transferido em situação estável.

Nesta missão foram contabilizadas cerca de 130 horas de navegação da Corveta Baptista de Andrade e 19 horas de voo das aeronaves, tendo o helicóptero realizado oito e o avião onze.

As condições meteorológicas na zona de operações eram bastante adversas, com ondulação de 7 metros e ventos na ordem dos 90 quilómetros por hora.


N/M "Furnas", manobrando durante tempestade na Praia da Vitória


Espectacular vídeo, obtido pelo Cte. Rui Carvalho, aquando da manobra de entrada do navio "Furnas", do armador, Mutualista Açoreana, no Porto da Praia da Vitória, ontem dia 26 de novembro. O navio sob o Comando de, Francisco Borralho, e assessorado pelo piloto de barra, Henrique D´Almeida, enfrentou ventos  de  40 nós de NW, mas apesar da tempestade, lá conseguiram graças ao seu saber acumulado ao longo dos anos,  levar com sucesso o navio a bom porto. Destaque ainda para o banho matinal dos meus colegas de amarração do Porto da Praia da Vitória.

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Recordando o, "Pai da contentorização", em dia de "Ponta do Sol"



Hoje foi dia de, "Ponta do Sol", ou seja, dia de contentores, e por falar em contentores, lembrei-me  de Malcon Mclean, o notável americano considerado o "Pai da contentorização".
Malcon Purcell Mclean, nasceu em 1913, em Maxton, Carolina do Norte, EUA e faleceu em 2001, é considerado, “ O pai da contentorização”.
Depois de concluído o liceu, Mclean foi trabalhar para uma bomba de combustível, onde ganhou dinheiro para comprar um camião em 2ª mão por 120$. Juntamente com a sua irmã, Clara Mclean, e seu irmão,, Jim Mclean fundaram a Mclean Trucking Co. Iniciaram a sua actividade com apenas um camião,  mas transformaram-na na 2ª maior dos EUA com 1770 camiões.
Os anos passados no negócio dos transportes mostraram a Mclean a necessidade de um método mais simples de embarcar mercadorias, ele observava o carregar das mercadorias dos camiões pelos estivadores para os navios, e pensou se não seria fácil carregar o trailer completo para o navio. As companhias de navegação estavam cépticas quanto à ideia de Mclean, tendo ele então criado a Sea-Land Inc. que nos finais de 1990 vendeu à. Maersk Shipping. O primeiro navio de contentores foi o, “Ideal X", um ex-navio tanque da II guerra mundial, convertido que podia transportar 60 contentores isto em 1956. Hoje os contentores, e os porta-contentores, estes cada vez maiores,  desempenham um papel fundamental, no comercio mundial.
Malcom Mclean foi considerado “ Homem do século “ pelo International Maritime Hall of Fame.
Fonte: Wikipédia /Who made América. (©) Copyright fotos: 1ª Time Life Pictures. 

terça-feira, 25 de novembro de 2014

"Mestre Simão", nas Portas do Mar

© Copyright foto: Bruno Rodrigues, S. Miguel.
Navio ferry, "Mestre Simão", fotografado no dia 23 do corrente mês por, Bruno Rodrigues, atracado no caís interior do terminal, Portas do Mar, porto de Ponta Delgada.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Ampliação do navio de cruzeiros, "Braemar"- Timeplase


Extraordinário vídeo em timelapse, que apresenta o trabalho de ampliação do navio de cruzeiros, "Braemar", nos estaleiros, Blohm+Voss, na Alemanha. O vídeo comprime o trabalho de 2 meses em pouco mais de 3 minutos.

"Arcádia", e "Aidavita", em Ponta Delgada




O Porto de Ponta Delgada, recebeu ontem a visita de dois navios de cruzeiro, o "Aidavita", que atracou no terminal de cruzeiros, Portas do Mar, e o, "Arcádia", que atracou no caís comercial. A reportagem fotográfica é mais uma vez generosamente partilhada pelo amigo, António Simas, Obrigado!
Nome: ARCADIA.
Tipo: Passageiros/Cruzeiro.
IMO: 9226906.
Indicativo: ZCDN2.
MMSI: 310459000.
Bandeira: Bermuda.
Porto de Registo: Hamilton.
Matricula: 733771.
Operadores: Carnival UK.- Londres, Inglaterra, Reino Unido.
Class: Lloyd's Register.
Ano de Construção: 2005.
Data de Entrada ao Activo: 24/03/2005.
Estaleiro: Fincantieri- Veneza, Itália. Casco#6078.
Comprimento Fora a Fora: 285,11 metros.
Comprimento entre Perpendiculares: 253,89 metros.
Boca Máxima: 32,54 metros.
Pontal: 36,98 metros.
Calado: 8,00 metros.
Altura: 61,80 metros.
Deslocamento: 45,072 toneladas.
Arqueação Bruta: 83,781 toneladas.
Arqueação Liquida: 45,797 toneladas.
Porte Bruto: 10,939 toneladas.
Numero de Convés: 11. Numero de Cabines: 998. Numero de Camas: 2,388. Numero de Tripulantes: 880.
Potencia Total de Maquinas: 86,146 hp (63,360 kw), 514,00 rpm. 2 hélices Azimuth, 150,00 rpm.
Velocidade de Serviço: 22,00 nos.
Velocidade Máxima: 24,00 nos.
Potencia Total de Maquinas Auxiliares: 2,400 kw.
Numero de Caldeiras: 5.
Potencia de Thrusters: 3,600 kw (4,896 bhp).
Ultimo Porto: Bridgetown, Barbados.
Próximo Porto: Southampton, Inglaterra, Reino Unido.

Nome: AIDAVITA.
Tipo: Passageiros/Cruzeiro.
IMO: 9221554.
Indicativo: IBNP.
MMSI: 247114900.
Bandeira: Itália.
Porto de Registo: Génova.
Operadores: Aida Cruises- Rostock, Alemanha.
Classe: Germanischer Lloyd.
Ano de Construção: 2002.
Data de Entrada ao Activo: 30/04/2002.
Estaleiro: Aker MTW Werft GmbH- Wismar, Alemanha. Casco#003.
Comprimento Fora a Fora: 202,85 metros.
Comprimento entre Perpendiculares: 176,26 metros.
Boca: 28,10 metros.
Pontal: 17,10 metros.
Calado: 6,30 metros.
Deslocamento: 22,223 toneladas.
Arqueação Bruta: 42,289 toneladas.
Arqueação Liquida: 20,875 toneladas.
Porte Bruto: 4,232 toneladas.
Numero de Convés: 10. Numero de Cabines: 635. Numero de Camas: 1,582. Numero de Tripulantes: 419.
Potencia de Maquinas: 27,550 kW (37,458 hp), 600,00 rpm. 2 helices FP, 162,00 rpm.
Velocidade de Serviço: 19,70 nos.
Velocidade Máxima: 21,80 nos.
Potencia de Thrusters: 3,800 kw (5,168 bhp).
Ultimo Porto: Cadiz, Espanha.
Próximo Porto: Nova Iorque, EUA.




domingo, 23 de novembro de 2014

Navegando no porto de Roterdão


Mais um vídeo, de um dos meus canais preferidos no, YouTube,  que nos leva em alguns "passeios" pelo porto de Roterdão, onde o seu autor exerce a actividade de Piloto.

N/T "Nivaria", embateu no pilar sul da ponte 25 de Abril

Fontes: Blog My Takkes; Açoriano Oriental.
N/T "Nivaria", fotografado no Tejo, no dia 8 de Setembro de 2014, na estação de limpeza de tanques da Gazlimpo.
Ontem cerca das 19 horas, o N/T "Nivaria", embateu no pilar sul da ponte 25 de Abril, sem provocar danos significativos, e não originando a interrupção da circulação na ponte. O navio de bandeira espanhola, faz habitualmente transporte de combustível entre o porto de Sines e Lisboa, efectuando também, bancas no porto da capital. 
Nome: NIVARIA.
Tipo: Petroleiro de Produtos Químicos.
IMO: 9297163.
Indicativo: ECHI.
MMSI: 224296000.
Bandeira: Espanha.
Porto de Registo: Santa Cruz de Tenerife.
Matricula: 10/2004.
Donos e Operadores: Petrogas- Santa Cruz de Tenerife, Canárias.
Classe: Germanischer Lloyd.
Ano de Construção: 2004.
Data de Entrada ao Activo: 07/2004.
Estaleiro: R.M.K. Tersanesi- Tuzla, Turquia. Casco#57.
Comprimento Fora a Fora: 96,82 metros.
Comprimento entre Perpendiculares: 88,83 metros.
Boca Máxima: 14,20 metros.
Pontal: 7,65 metros.
Calado: 6,20 metros.
Altura: 29,70 metros.
Deslocamento: 6,136 toneladas.
Arqueação Bruta: 2,815 toneladas.
Arqueação Liquida: 1,183 toneladas.
Porte Bruto: 4,250 toneladas.
Potencia de Maquina: 2,400 kW (3,263 hp), 750,00 rpm. 1 helice CP, 160,00 rpm.
Velocidade de Serviço: 13,50 nos.
Velocidade Máxima: 14,00 nos.
Potencia de Geradores Auxiliares: 1,903 kw.
Potencia de Thruster: 250,00 kW (340,00 bhp).
© Copyright foto: MM Bettencourt
Pesquisa de dados técnicos: Paulo Peixoto, Boston

sábado, 22 de novembro de 2014

"CSCL Globe", o maior porta-contentores do mundo

© Copyright foto e fonte: Hyundai Heavy INdustries.
A Hyundai Heavy Industries Co., Ltd. (HHI),  realizou  no passado dia 18 de novembro, a  cerimónia de baptismo do maior porta-contentores do mundo, o primeiro de cinco com capacidade para 19.000 TEU,  encomendados pela China Shipping Container Lines (CSCL)  em maio 2013.
Na cerimónia o navio  foi nomeado de, "CSCL Globe". O maior porta-contentores do mundo, mede 400,0 metros de comprimento, 58,6 metros de largura, é tão grande como quatro campos de futebol, e será introduzido na rota, Ásia-Europa, após a sua entregue ao proprietário prevista para o corrente mês .


N/M "TRADER" arriba ao porto da Praia da Vitória



© Copyright texto e fotos: Cte. Rui Carvalho, Praia da Vitória.
O navio de carga geral "TRADER" arribou hoje ao porto da Praia da Vitória, tal como tinha feito a 12 de Setembro (ver aqui), só que desta vez por uma infeliz razão, o falecimento de um dos seus tripulantes e a necessidade da sua trasladação para o seu país natal. Aproveitou para proceder a aguada e bunkers.Nome: TRADER.
Tipo de Navio: Carga Geral.
IMO: 9057214.
Indicativo: E5U2536.
MMSI: 518589000.
Bandeira: Ilhas Cook.
Porto de Registo: Avatiu.
Matrícula: 1625.
Donos e Operadores: Jay Management Corp.- Atenas, Grécia.
Classe: Russian Maritime Register.
Ano de Construção: 1992.
Estaleiro: Societatea Comerciala Severnav S.A.- Drobeta-Turnu Severin, Roménia. Casco#006.
Comprimento Fora a Fora: 86,04 metros.
Boca: 14,50 metros.
Pontal: 6,70 metros.
Calado: 5,55 metros.
Arqueação Bruta: 2,575 toneladas.
Arqueação Liquida: 1,163 toneladas.
Porte Bruto: 3,092 toneladas.
Número de Tripulantes: 12.
Gruas: 2X 5,00 toneladas.
Potencia de Maquina: 1,802 kW (2,450 hp), 200,00 rpm. 1 hélice FP, 200,00 rpm.
Velocidade de Serviço: 13,70 nos.
Potencia de Geradores Auxiliares: 528,00 kw.
Nomes Anteriores: Alma Ata (1992-1995), Kometa (1995-2000), Seacross (2000-2002), Kapitan Kabardukov (2002-2005), e Yulia (2005-2011).
Pesquisa de dados técnicos: Paulo Peixoto, Boston.


sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Acidente no Porto de São Roque do Pico - Peritagens Técnicas


COMUNICADO DE IMPRENSA

A Portos dos Açores, S.A. e a Transmaçor – Transportes Marítimos Açorianos, Lda. informam que no seguimento da decisão de proceder à peritagem aos equipamentos danificados a semana passada nas infraestruturas portuárias de São Roque do Pico e da Madalena está já nesta ilha o Professor Alfredo Santos, do ISEL (Instituto Superior de Engenharia de Lisboa), antigo investigador do LNEC (Laboratório Nacional de Engenharia Civil), para realização de trabalho de avaliação nos locais dos sinistros.

A deslocação deste perito aos Açores ocorre três dias depois da chegada ao Pico de um dos maiores especialistas de Portugal em obras marítimas, ao nível da consultadoria de engenharia portuária e hidráulica marítima, bem como na área de projeto – técnico que neste âmbito é profundo conhecedor da realidade açoriana –, Eng.º Morim de Oliveira, que tem vindo a fazer estes dias, igualmente, a sua análise da situação.

Em causa está o apuramento das razões do acidente ocorrido na noite de sexta-feira em São Roque do Pico, que resultou no falecimento de um passageiro que viajava entre as ilhas São Jorge e Faial a bordo do navio “Gilberto Mariano”, bem como a origem dos problemas verificados no Terminal Marítimo ‘João Quaresma’, da Madalena do Pico, onde na quinta-feira da última semana dois outros cabeços de amarração foram danificados.

Já no passado sábado, dia 15, dois técnicos da empresa pública Portos dos Açores, S.A., com competências profissionais nas áreas da engenharia civil e da engenharia naval, estiveram em São Roque do Pico, para uma primeira análise da estrutura que cedeu.

Horta, 21 de novembro de 2014

Portos dos Açores, S.A. e
Transmaçor – Transportes Marítimos Açorianos, Lda.

VISITE O NAVIO MESTRE SIMÃO, EM PONTA DELGADA

 © Copyright fotos: Miguel Nóia; Atlânticoline.
Texto: Comunicado Atlânticoline.
No seguimento da deslocação do navio Mestre Simão a Ponta Delgada para uma inspeção obrigatória aos meios de salvação, cumprindo os requisitos de segurança legalmente exigidos para este tipo de embarcações, a Atlânticoline e a Transmaçor têm o prazer de convidar a população em geral a visitar o navio.
A visita poderá ser efetuada no próximo domingo, dia 23 de novembro, entre as 14h00 e as 18h00, com entrada livre e acesso pela Gare Marítima de Ponta Delgada (Portas do Mar), através do portão junto à Escola Hoteleira.


Ferry, "Mestre Simão", participou no exercício, "Firesarex 14", que decorreu em Ponta Delgada

 © Copyright fotos: José Pastor, S. Miguel.
Fonte: Portos dos Açores/Porto de Ponta Delgada.
Realizou-se ontem ao largo da ilha de São Miguel o exercício, “FIRESAREX 14”, que consistiu em busca, salvamento e combate a incêndio, à embarcação de passageiros “Mestre Simão”. O referido exercício contou a participação da, Atlânticoline, Autoridade Marítima e Portos dos Açores, SA. No exercício  participaram para além do ferry, "Mestre Simão", o rebocador, "S. Miguel",  a corveta, "Baptista de Andrade", duas embarcações semi-rígidas, e um helicóptero "Merlin" da Força Aérea Portuguesa.


quarta-feira, 19 de novembro de 2014

"Costa Fortuna", arranca cabeço de amarração



Fonte: C-Schiffe.de
 O navio de cruzeiros, "Costa Fortuna", arrancou um cabeço de amarração no porto espanhol de Cadiz, no passado dia 8 de novembro. O tema por cá é bem actual,  faz-nos pensar que um, "pobre" cabeço por vezes é submetido a forças brutais e cede, pois estes também tem limites para a força que suportam. 
Link enviado por, Ricardo Martins, Blog My Takkes.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

ShoreTension - Sistema de amarração dinâmico

 © Copyright foto e fonte: ShoreTension, Dynamic Mooring System
Cada vez mais os terminais marítimos são construídos em áreas expostas e os navios atracados enfrentam condições climáticas cada vez mais adversas. Além disso, as exigências crescentes sobre a acessibilidade e a operacionalidade dos terminais  impor maiores exigências e condições de atracação. Para reduzir o impacto das condições atmosféricas adversas, é  normalmente necessário implementar medidas dispendiosas, como por exemplo, quebra-mares (independente).
O sistema dinâmico, "ShoreTension",  proporciona alta pré-tensão e reduz a carga nos cabos de amarração. Juntamente com o sistema de defensas, o movimento dos navios é significativamente reduzido. O contínuo crescimento do tamanho dos navios coloca desafios fundamentais para a segurança das operações de atracação e acostagem. Devido às grandes áreas vélicas, por exemplo,  de navios porta-contentores, ro-ro e navios de cruzeiro, os cabos  de amarração são expostos a cargas elevadas sob condições de vento e ondulação severas. A solução seria utilizar mais cabos e mais longos. O sistema dinâmico, "ShoreTension", foi desenvolvido para aumentar a capacidade de atracação de navios de grande porte. O ShoreTension proporciona alta tensão no cabo de amarração,  e gere os  os picos de carga sem exceder a carga mínima de ruptura do cabo.


segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Ampliação do Canal do Panamá - Novembro de 2014 (Vídeo)


Vídeo recentemente publicado, pela Autoridade do Canal do Panamá, no seu canal no YouTube, relativo ao actual ponto de situação das obras de ampliação do canal.

domingo, 16 de novembro de 2014

Acidente com contentores em Xangai (Vídeo)


Um navio de carga,  atracado no porto de Xangai perdeu cerca de 30 contentores que caíram  ao mar  como se fossem dominós por razões aparentemente desconhecidas. O o registo  do vídeo de vigilância do porto mostra o acidente que aconteceu na quarta-feira dia 12 de novembro de 2014. Felizmente não houve vítimas. Fonte: gCaptain.

sábado, 15 de novembro de 2014

Acidente no Porto de São Roque do Pico - Nota de imprensa da Portos dos Açores, SA


A Portos dos Açores, S.A., informa que abriu já um processo de inquérito e vai promover a realização de peritagens técnicas para apurar a causa do acidente ocorrido na noite de sexta-feira em São Roque do Pico, que resultou na morte de um passageiro que viajava entre as ilhas São Jorge e Faial a bordo do navio “Gilberto Mariano”.

A administração portuária pretende ver garantidas todas as condições de segurança para pessoas e bens no porto de São Roque, na ilha do Pico, onde os navios operados pela Transmaçor – Transportes Marítimos Açorianos, Lda. fazem escala, por norma, quatro vezes ao dia, duas em cada sentido, na rota que liga a cidade da Horta à vila das Velas.

Neste âmbito, logo após o acidente, foram mantidas diversas reuniões de avaliação, que culminaram já na manhã de sábado num encontro entre responsáveis e técnicos de diferentes áreas da Portos dos Açores, S.A. com o Capitão do Porto da Horta e a gerência da Transmaçor, na qual foram definidos dois tipos de medidas, imediatas e corretivas.

Assim, numa primeira fase, até à reposição de um cabeço de amarração quebrado em São Roque do Pico, a operação de navios da Transmaçor naquela infraestrutura marítima limitar-se-á, por regra, ao transporte de passageiros, sendo utilizado o cais comercial e reduzido o recurso à rampa Ro-Ro. Numa segunda fase, após a conclusão das averiguações agora em curso e reforço das condições de amarração de navios, a operação irá ser retomada, sem restrições.

O inquérito e a peritagem agora decididos alargam o âmbito de outra investigação técnica que a Portos dos Açores, S.A. tem em curso com vista ao restabelecimento da normalidade da acostagem de navios de transporte de passageiros e viaturas no Terminal Marítimo ‘João Quaresma’, da Madalena do Pico, onde na quinta-feira também dois outros cabeços de amarração cederam.

Neste caso, iniciaram-se de imediato os trabalhos com vista à reposição das estruturas de amarração acidentadas, o que se estima se encontre ultrapassado durante a próxima semana.

Até à determinação da origem destas ocorrências, a operação de transporte marítimo de passageiros na Madalena do Pico está transitoriamente deslocada para o cais da gare antiga daquela infraestrutura portuária, onde se manterá estes dias.

A administração portuária lamenta a ocorrência da última noite em São Roque do Pico, expressando as mais sentidas condolências à família da vítima mortal. 

A Portos dos Açores, S.A. assegura ainda que irá promover todas as diligências para que o normal funcionamento da rampa Ro-Ro daquele porto e do cais do novo Terminal Marítimo ‘João Quaresma’ seja retomado, sem limitações, no mais curto prazo.


Horta, 15 de novembro de 2014


Portos dos Açores, S.A.
[Departamento Jurídico, Administrativo e de Comunicação]

"Ponta do Sol" e "Red Sea Fos" na Horta

                                         Copyright- Foto e texto ,Leandro Martins- Faial
Foto do dia 13/11/2014 onde se observam fundeados ao largo do Porto da Horta o navio de contentores "Ponta do Sol" oriundo do Porto da Graciosa ,esperando a sua entrada em S.Roque do Pico. Também na foto está presente o rebocador "Red Sea Fos" oriundo de Ceuta que já cá se encontra desde segunda-feira!
Nome: RED SEA FOS.
Tipo: Rebocador de Abastecimento a Plataformas Ancoradas.
IMO: 8102529.
Indicativo: HO2361.
MMSI: 372468000.
Bandeira: Panamá.
Porto de Registo: Panamá.
Matricula: 3389708A.
Operadores: Five Oceans Salvage- Atenas, Grécia.
Classe: Det Norske Veritas.
Ano de Construcao: 1982.
Estaleiro: Aker Vindholmen AS- Arendal, Noruega. Casco#831.
Comprimento Fora a Fora: 64,67 metros.
Boca Máxima: 13,87 metros.
Calado: 4,72 metros.
Arqueação Bruta: 1,316 toneladas.
Porte Bruto: 1,958 toneladas.
Numero de Tripulantes: 8. Numero de Camas: 20.
Tracção Fixa: 100,00 toneladas.
Potencia de Maquinas: 6,002 kW (8,160 hp), 750,00 rpm. 2 helices CP.
Velocidade de Serviço: 12,00 nos.
Velocidade Máxima: 15,30 nos.
Potencia de Geradores Auxiliares: 1,816 kw.
Potencia de Thruster: 597,00 kW (812,00 bhp).
Nomes Anteriores: Balder Vigen (1982-1985), Viking Prince (1985-1986), Vigen Supplier (1986-1987), Omega 801 (1987-1990), Marit Viking (10/1990-07/1991), Pacific Conqueror (07/1991-02/2007).
Pesquisa de dados: Paulo Peixoto, Boston.

Passageiro do ferry, "Gilberto Mariano", morre atingido por um cabeço de amarração

Foto de arquivo.
 © Copyright foto: Miguel Nóia.
Fonte: Notícias ao Minuto.
O triste acidente ocorreu ontem, quando o  navio atracava no porto de S. Roque, ilha do Pico. Segundo refere a página, "Notícias ao Minuto", um cabeço de amarração foi projectado para o interior do navio, atingido um passageiro, que posteriormente viria a falecer no Centro de Saúde de S. Roque. 
À família da vítima, as minhas  sinceras condolências.
Ler artigo com a notícia AQUI.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

N/M "Ponta do Sol", a regularidade habitual

 © Copyright fotos: MM Bettencourt, Graciosa.
O N/M "Ponta do Sol", operado pela Box Lines, efectuou hoje a sua, 23ª escala, no porto da Graciosa, no corrente  ano. Esta é uma daquelas ligações fundamentais para a pequena economia da ilha, felizmente este serviço quinzenal, tem-nos habituado a uma excelente regularidade.