Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Intervenção de Carlos Campos Tavares no colóquio - “A Plataforma Continental Atlântica: os desafios para os Açores na sua sustentabilidade"-

Fonte: Açoriano Oriental / TSF
Integrado no Ciclo de Conferências do Açoriano Oriental que decorreu a 12 de Novembro  de 2013 no Anfiteatro C da Universidade dos Açores (Ponta Delgada) o colóquio “A Plataforma Continental Atlântica: os desafios para os Açores na sua sustentabilidade". 
Apesar de não ser uma conferência recente, aconselho a ouvirem a sábia intervenção do Sr. Eng. Carlos Campos Tavares, que falou sobre, "Os Portos-Gestão, Planeamento e Desafios".  Como diz o Povo, "Quem sabe, não é como quem não sabe!", . Entre várias afirmações gostei muito de ouvir, "Acima da segurança só Deus!".

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Obras de ampliação do Porto das Velas






© Copyright fotos: Miguel Nóia.
Registo fotográfico obtido no dia 19 de Fevereiro, da autoria do amigo, Miguel Nóia, relativo ao estado actual da obra de ampliação do Porto das Velas, ilha de São Jorge. 
Um investimento de cerca de 16,5 milhões de euros, que incluí também um novo Terminal de passageiros.

N/T "Everglades", de passagem pela Horta para troca de tripulação




© Copyright fotos: Miguel Nóia, Faial.
N/T "Everglades", de passagem pelo porto da Horta para troca de dois tripulantes. Registo fotográfico obtido pelo amigo, Miguel Nóia dia 15 de Fevereiro de 2016.

Nome: EVERGLADES.
Tipo: Produtos de Crude/Óleo.
IMO: 9394935.
Indicativo: V7QA3.
MMSI: 538003321.
Bandeira: Ilhas Marshall.
Porto de Registo: Majuro.
Número Oficial: 3321.
Donos: Heidmar Inc.- Norwalk, CT., EUA.
Operadores: Sigma Tankers Inc.- Norwalk, CT., EUA.
Classe: American Bureau of Shipping.
Ano de Construção: 2008.
Estaleiro: New Times Shipbuilding Co. Ltd.- Jingjiang, Republica Popular da China.- Casco#0311502.
Comprimento Fora a Fora: 250,00 metros.
Boca Máxima: 44,04 metros.
Calado: 14,80 metros.
Arqueação Bruta: 62,775 toneladas.
Porte Bruto: 113,005 toneladas.
Numero de Tripulantes: 22.
Potência de Máquina: 15,820 kW (21,509 hp), 105,00 rpm. 1 hélice FP, 105,00 rpm.
Velocidade de Serviço: 15,00 nos.
Nomes Anterior: Overseas Everglades (12/2008-02/2013).
 Pesquisa de dados técnicos: Paul Peixoto, Boston, EUA.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Concurso público para subconcessão do Estaleiro Naval da Madalena, no Pico, publicado em Diário da República

O anúncio do procedimento de concurso público para a subconcessão do Estaleiro Naval da Madalena, no Pico, já foi publicado em Diário da República.

Esta subconcessão tem em vista a revitalização da atividade industrial de manutenção e reparação naval naquela parcela do arquipélago, bem como a requalificação das infraestruturas ali existentes.

O procedimento de concurso público agora lançado estabelece a “subconcessão da utilização privativa do domínio público e das áreas afetas à concessão dominial" atribuída à sociedade NAVAL-CANAL – ESTALEIROS DE CONSTRUÇÃO E REPARAÇÃO NAVAL, LDA. no Porto da Madalena, na ilha do Pico, num total de 14.960 m2, e prevê a possibilidade dessa subconcessão se prolongar entre 10 e 25 anos.

No âmbito do processo de subconcessão é exigido aos concorrentes um Plano de Revitalização da Atividade, que deverá consistir na identificação e descrição das atividades que se propõem exercer durante a vigência da subconcessão e uma exposição das medidas a adotar para esse fim como, por exemplo, a criação de novos postos de trabalho.

É também exigido um Plano de Requalificação das Infraestruturas, onde deverá estar incluído o Plano de Investimentos e no qual sejam indicadas e descritas as medidas a adotar para a manutenção e/ou reabilitação das infraestruturas atualmente existentes, bem como a construção de novas infraestruturas, aquisição de equipamentos ou outras intervenções que permitam criar novas valências como, por exemplo, a aquisição de 'travellift'.

Deve ainda ser apresentado um cronograma de investimento associado, onde seja indicada uma estimativa do valor total do investimento a realizar, com a distribuição dos montantes estimados ao longo dos anos de duração da subconcessão.

Pela ocupação daquela área de jurisdição portuária a subconcessionária pagará uma contrapartida financeira anual mínima de 36 mil euros (3 mil euros mensais), devendo o adjudicatário demonstrar que dispõe de capacidade financeira para a execução do contrato de subconcessão, sendo ainda valorizada a criação de novos postos de trabalho. 

Com este procedimento pretende-se captar interessados em investir e dinamizar esta unidade industrial naval que se situa na ilha açoriana com maior tradição neste segmento de atividade.

Os interessados devem apresentar as suas propostas no prazo de 60 dias.

© Texto: Gacs.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Atlânticoline -Horários para operação ferry de 2016


A empresa pública, Atlânticoline, encarregue do serviço de transporte de passageiros e viaturas  nos Açores, disponibilizou hoje no seu site os horários referentes à operação sazonal 2016. Observando o horário e a duração das viagens deduzo que serão utilizados os ferrys habituais, ou seja, o "Express Santorini" e o "Hellenic Wind", embora  a Atlânticoline ainda não tenha esclarecido este assunto.


Imagem: Atlânticoline