Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

domingo, 29 de janeiro de 2017

Visita ao porto da Praia da Vitória









© Copyright fotos: MM Bettencourt.
© Vídeo: Cte Rui Carvalho.
Algumas imagens obtidas na passada semana aquando da minha visita  ao porto da Praia da Vitória. Durante esse período registou mais uma visita do paquete, "AIDAcara",  a presença dos habituais porta-contentores, "Monte Brasil", e "Corvo", e ainda para uma visita do curso de Técnico de Logística - nível IV, da Formação Profissional – PROFIJ leccionado na Escola Secundária Jerónimo Emiliano de Andrade.


domingo, 22 de janeiro de 2017

"Moby Love" e "Kalli P", a dupla de ferrys para os Açores

© Copyright foto: Rob De Visser.
Fonte:ellinikiaktoploia.net
Da Grécia, chega-nos uma interessante notícia, no que à operação ferry sazonal da Atlânticoline diz respeito. O site grego, ellinikiaktoploia.net (Ver Aqui), publica hoje um artigo, em que  anuncia que a nova dupla será o ferry convencional, "Moby Love", e o HSC "Kalli P". O mesmo site afirma que os trabalhos nos navios irão começar em breve nos estaleiros em Perama. A confirmar-se a notícia apresentarei em breve um post mais detalhado sobre os navios.
"Moby Love"
Comprimento: 114,59 mts; Boca:18,62; Ano de construção 1975
© Copyright foto: ellinikiaktoploia.net
"Kalli P"
Comprimento: 102 mts ; Boca: 15  mts; Ano de construção 1996.

sábado, 21 de janeiro de 2017

"Cecília A", em manutenção na Praia da Vitória




© Copyright fotos: João Bettencourt Mendonça, Terceira.
Fotos obtidas pelo amigo, João Mendonça, relativas à presença do navio, "Cecília A", na Praia da Vitória para manutenção. O navio do armador picoense, Empresas de Barcos do Pico, foi construído em 1968 em Simek, Noruega, tem 40, 3 metros de comprimento, 8,2 metros de boca, 3,5 metros de calado, possuindo uma grua com capacidade de 2,5 tons.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Estreia do porta-contentores, "Maria P", na Graciosa






 © Copyright fotos: MM Bettencourt, Graciosa.
Pesquisa de dados técnicos: Paul Peixoto, Boston EUA
O porto da Graciosa, registou hoje estreia do "novo" porta-contentores  da Box Lines o "Maria P". O navio que faz a sua primeira viagem aos Açores, chegou procedente do porto da Praia da Vitória, e zarpou rumo ao porto da Horta, ilha do Faial. Segundo consta vamos ter este menino por cá durante um ano, espero que tenha boa estadia! Sejam Bem vindos!

Nome: MARIA P.
Tipo: Carga Geral/Contentores.
IMO: 9164550.
Indicativo: CQCI.
MMSI: 255805759.
Bandeira: Portugal.
Porto de Registo: Madeira.
Numero Oficial: TEMP307M.
Donos e Operadores: Quadrant Bereederungs- Hamburgo, Alemanha.
Classe: Germanischer Lloyd.
Ano de Construcao: 1999.
Estaleiro: Yichang Shipyard- Yichang, República Popular da China- Casco#502-2.
Comprimento Fora a Fora: 100,58 metros.
Boca: 18,80 metros.
Calado: 6,65 metros.
Arqueacao Bruta: 4,450 toneladas.
Porte Bruto: 5,580 toneladas.
Numero de Tripulantes: 13.
Gruas: 2X 40,00 toneladas.
Potencia de Maquina: 3,960 kW (5,384 hp), 750,00 rpm. 1 helice CP, 168,00 rpm.
Velocidade de Servico: 15,00 nos.
Velocidade Maxima: 15,50 nos.
Potencia de Maquinas Auxiliares: 1,200 kW.
Potencia de Geradores Auxiliares: 1,840 kW.
Potencia de Thruster: 500,00 kW (680,00 bhp).
Nomes Anteriores: Amisia J (1999-06/2005), Pioneer Bay (06/2005-06/2015), Samskip Hoffell (06/2015-12/2015).


terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Estreia do N/M "CLIPPER TERMINUS" no porto da Praia da Vitória


© Copyright texto e fotos: Cte Rui Carvalho, Terceira.
Este é o primeiro graneleiro a descarregar no porto da Praia da Vitória este ano, manifestando cerca de 12.600 toneladas de milho carregadas no porto Romeno de Constanta para os recebedores UNICOL  e TERCEIRENSE RAÇÕES. Tem a bordo um segundo lote destinado ao porto de Ponta Delgada para onde irá de seguida. É de registar o aumento das escalas de navios HANDY desta dimensão e maiores, sendo que no ano de 2016 se registou a maior média de porte entrado deste tipo de navio, tal como o gráfico demonstra. É um desafio operacional interessante para o porto da Praia da Vitória.
Nome: CLIPPER TERMINUS.
Tipo: Graneleiro.
IMO: 9406116.
Indicativo: C6YD7.
MMSI: 311016800.
Bandeira: Bahamas.
Porto de Registo: Nassau.
Número Oficial: 7000129.
Donos e Operadores: Clipper Bulk A/S- Copenhaga, Dinamarca.
Classe: American Bureau of Shipping.
Ano de Construção: 2010.
Estaleiro: Tsuji Heavy Industries Co. Ltd.- Zhangjiagang, República Popular da China- Casco#S-13.
Comprimento Fora a Fora: 178,70 metros.
Boca Máxima: 28,04 metros.
Calado: 9,76 metros.
Arqueação Bruta: 19,972 toneladas.
Porte Bruto: 30,425 toneladas.
Número de Tripulantes: 20.
Gruas: 4X 30,00 toneladas.
Potência de Máquina: 6,232 kW (8,473 hp), 131,00 rpm. 1 hélice FP, 131,00 rpm.
Velocidade de Serviço: 14,00 nós.
Potência de Geradores Auxiliares: 1,875 kW.
Último Porto: Constanta, Roménia.
Próximo Porto: Ponta Delgada
Pesquisa de dados técnicos: Paul Peixoto, Boston.


quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Visita à West Sea





© Copyright fotos: Francisco Nunes, Viana do Castelo.
Publico um registo fotográfico da autoria do amigo, Francisco Nunes, e relativo à sua recente visita, aos estaleiros da West Sea,  empresa que  é a atual subconcessionária dos terrenos e infraestruturas dos antigos Estaleiros Navais de Viana do Castelo – ENVC.





quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Porta-contentores, "Maria P", na frota da Box Lines

© Copyright Foto: Anna Kristjansdottir/MarineTraffic.
A Box Lines, adicionou à sua frota o porta-contentores, "Maria P", um navio gêmeo do "Furnas", e que irá substituir o "Madeirense 3". Observando os itinerários dos porta-contenrores da linha dos Açores, publicados habitualmente no site da Transinsular, verificamos  a inclusão do "Maria P" na próxima viagem e a exclusão do "Madeirense 3", que segundo se diz está à venda.


terça-feira, 10 de janeiro de 2017

N/M "Gustav Maersk", encalha em Itália


© Copyright vídeo: Massimo Bellantoni/YouTube.
Fonte: Felixstone Dockers.
Imagem: Marinetraffic.
O porta-contentores da Maersk Line , "Gustav Maersk", com  366 metros de comprimento, encalhou hoje enquanto navegava no  Estreito de Messina, no sul da Itália  perto da cidade de Torre Cavallo. O  "Gustav Maersk" estava navegando de Rijeka, na Croácia para Gioia Tauro, na Itália, 
Uma inspeção ao navio não indicou danos graves no casco, nem poluição na zona. O navio acabou por se libertar com recurso à assistência de 3 rebocadores, e seguiu escoltado pelos mesmos para o porto de Gioia Tauro.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Publicado Diploma que cria a Fatura Única Portuária por Escala de Navio

© Copyright foto: Francisco Nunes, Lisboa (Arquivo).
© Copyright texto: DRE (AQUI)
Foi publicado, na passada sexta-feira, 6 de Janeiro, em Diário da República, o Decreto-Lei n.º 6/2017, que cria a Factura Única Portuária por escala de navio. A FUP começou a ser implementada no Porto de Sines a 1 de Abril de 2016. O dia 1 de Janeiro de 2017 marca a extensão da FUP aos restantes portos do continente.

"A Fatura Única Portuária por Escala de Navio constitui o documento de cobrança que agrega a faturação ou liquidação de todas as entidades públicas prestadoras de serviços aos navios, no ato do despacho de largada, para cada escala de navio.

A Janela Única Portuária, prevista no Decreto-Lei n.º 370/2007, de 6 de novembro, é o sistema informático de suporte a todas as requisições de serviços a prestar aos navios, atos declarativos e pedidos de licenças efetuados pelos armadores ou pelos seus representantes legais, e dos respetivos registos de serviços prestados, despachos e autorizações emitidas pelas autoridades e prestadores de serviços nos portos nacionais.

A Resolução do Conselho de Ministros n.º 12/2016, de 16 de março, determinou a implementação da Fatura Única Portuária por Escala de Navio como projeto-piloto no Porto de Sines até ao fim do primeiro trimestre de 2016, estando à data em pleno funcionamento.

No âmbito desta Resolução, determinou-se ainda a implementação e extensão da Fatura Única Portuária por Escala de Navio, até ao final de 2016, a todos os principais portos do país, realizando-se as alterações tecnológicas, regulamentares e legislativas necessárias.

A experiência adquirida neste período no projeto-piloto permitiu validar as soluções tecnológicas e de comunicação entre as entidades intervenientes, tornando oportuna a transposição do modelo para o conjunto dos portos principais do país, sem prejuízo dos necessários ajustamentos em cada porto.

Face à inexistência de um enquadramento legal da Fatura Única Portuária por Escala de Navio, importa regular os aspetos essenciais da emissão e cobrança voluntária da mesma, devendo esta regulamentação ser complementada por portaria conjunta dos membros do Governo responsáveis pelas respetivas áreas setoriais.

A presente alteração legislativa e a portaria a emitir não dispensa, porém, a salvaguarda das especificidades locais, a regular entre as partes intervenientes através de acordos de natureza administrativa, sob a forma de protocolos, que respeitem os procedimentos legalmente fixados."

sábado, 7 de janeiro de 2017

"Oriana", faz escala extraordinária na Praia da Vitória


© Copyright vídeo: Tiago Sousa, Terceira.
Fonte: Município da Praia da Vitória.
O navio de cruzeiros, "Oriana", da P&O Cruises, fez hoje uma escala extraordinária no porto da Praia da Vitória, ilha Terceira. Devido à forte ondulação prevista, o navio que seguiria para Ponta Delgada, teve de efetuar um desvio para o porto da Praia da Vitória.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

N/M "Furnas", o primeiro do ano




 © Copyright fotos: MM Bettencourt, Graciosa.
O porto da Graciosa,  registou hoje os  primeiros navios deste novo ano, o N/M "Furnas", o primeiro a manobrar, logo seguido do, N/M "Espírito Santo", os dois pertencentes a armadores açorianos, Mutualista Açoreana e Transportes Marítimos Graciosenses, respectivamente!
Se o pequeno, "Espírito Santo", é  habitual por  cá, já o mesmo não acontece com o "Furnas", que apenas nos visita por indisponibilidade do, "N/M "Madeirense 3".
Características:
Construtor: Yichang Shipyard, China
Construção nº: YC 96006
Porto de registo: Ponta Delgada
Bandeira: Portuguesa
Indicativo de chamada:CSBK
Nº IMO: 9164548
Tipo de navio: Porta contentores
Comprimento f. a f.: 100,6 mts
Boca: 18,80 mts
Pontal: 8,40 mts
Calado máximo: 6,65 mts
Deslocamento máximo: 8567 tons
Porte: 5555 tons
Arqueação bruta: 4450 tons
Arqueação líquida: 2141 tons
Máquina principal: 2 MAN 6L 14/24+ 1 MAN D 2866 E
Velocidade: 15,5 nós
Bowthruster: 500 KW
Total de contentores: 505 TEUs
Gruas: 2 x 40 tons swl 24,8 mts