Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Obras no Porto Comercial de Velas ficam concluídas este verão, assegura Ana Cunha

Texto e foto: GACS
A Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas afirmou hoje, em São Jorge, que a empreitada de prolongamento do molhe-cais do Porto deVelas ficará pronta em julho e o aumento do terrapleno estará concluído em agosto.
“São esses os prazos que nos foram agora adiantados, até pelo empreiteiro, e que estão formalizados”, frisou Ana Cunha, que falava no final de uma visita às obras em curso.
A titular da pasta das Obras Públicas salientou que esta “é uma obra estruturante para a ilha de São Jorge”, fazendo “todo um reordenamento do porto de Velas, um prolongamento do molhe-cais, que permite que o cais comercial opere com dois navios em simultâneo em linha, e um aumento do terrapleno bastante significativo, com uma capacidade de armazenagem acrescida para contentores”.
A juntar a estas valências, acrescentou a Secretária Regional, “há ainda toda a estrutura do edifício do armazém de apoio, que permitirá albergar a maquinaria e também os escritórios de apoio à atividade do porto”.
Para Ana Cunha, logo que este conjunto de infraestruturas esteja operacional, “sentir-se-á o efeito impactante que esperamos que esta obra tenha no concelho de Velas e em toda a ilha de São Jorge”.
A empreitada de prolongamento do molhe-cais e aumento do terrapleno representa um investimento de cerca de 19,7 milhões de euros.

domingo, 27 de maio de 2018

Regresso do paquete "Bremen" ao Porto de Angra do Heroísmo




© Copyright fotos: Miguel Morais, Terceira.
Pesquisa de dados técnicos: Paul Peixoto, Boston EUA.
O regresso do paquete "BREMEN" ao porto de Angra do Heroísmo depois de há cerca de 6 meses ter optado pela Praia da Vitória por razões meteorológicas (ver aqui) estabelece um recorde, passando a ser o navio que mais vezes visitou a Ilha Terceira (desde que possuímos registo). Este recorde será novamente batido quando o "BREMEN" fizer a sua nona escala na próxima semana, também no porto de Angra. Estes dois cruzeiros do operador Hapag-Lloyd farão na Região autónoma 14 escalas em todas as ilhas Açorianas, um sinal da reconhecida fidelidade desta companhia com os Açores. Este ano ainda teremos o prazer de receber a visita do paquete "EUROPA 2" da mesmo armador, sendo de todos os navios que nos foi permitido visitar, o mais belo e esteticamente elegante.
Nome: BREMEN.
Tipo: Passageiros/Cruzeiro.
IMO: 8907424.
Indicativo: C6JC3.
MMSI: 308429000.
Bandeira: Bahamas.
Porto de Registo: Nassau.
Número Oficial: 716244.
Donos e Operadores: Hapag-Lloyd Kreuzfahrten- Hamburgo, Alemanha.
Classe: Germanischer Lloyd.
Ano de Construção: 1990.
Estaleiro: Kobe Heavy Industries Ltd.- Kobe, Japão. Casco#1182.
Comprimento Fora a Fora: 111,51 metros.
Boca Máxima: 17,25 metros.
Calado: 4,80 metros.
Arqueação Bruta: 6,752 toneladas.
Porte Bruto: 1,226 toneladas.
Número de Convés: 7. Número de Cabines: 82. Número de Camas: 164. Número de Tripulantes: 94.
Potência de Máquinas: 4,854 kW (6,600 hp), 720,00 rpm. 2 hélices CP, 156,00 rpm.
Velocidade de Serviço: 16,00 nós.
Velocidade Máxima: 17,50 nós.
Potência de Máquinas Auxiliares: 1,650 kW.
Potência de Geradores Auxiliares: 2,500 kW.
Potência de Thruster: 382,00 kW (519,00 bhp).
Nomes Anterior: Frontier Spirit (07/1990-09/1993). 







sábado, 26 de maio de 2018

ESTREIA DO N/M "JUDI ALAMAR" NO PORTO DA PRAIA DA VITÓRIA


(©) Copyright fotos: Cte Rui Carvalho, Terceira.
Pesquisa de dados técnicos: Paul Peixoto, Boston EUA.
Registo da estreia do N/M "JUDI ALAMAR" no porto da Praia da Vitória, onde descarrega 14.803 toneladas de milho para os recebedores UNICOL e TERCEIRENSE RAÇÕES. Este lote de milho foi carregado no porto Romeno de Constança e a bordo permanece uma outra partida com destino ao porto de Ponta Delgada. Este navio é o sexto graneleiro do ano a descarregar no porto da Praia da Vitória e após esta descarga o total anual chegará às 47.500 toneladas de cereal aproximadamente.
Nome: JUDI ALAMAR.
Tipo: Graneleiro.
IMO: 9114610 .a 
Indicativo: V3TB5 .
MMSI: 235089912.
Bandeira: Belize .
Porto de Registo: Belize City .
Número Oficial: 701330041
Donos: Janchart Shipping A/S - Kolding, Dinamarca.
Operadores: Eastern Star Shipping - Tripoli, Líbano.
Classe: Nippon Kaiji Kyokai .
Ano de Construção: 1995.
Estaleiro: Naikai Zosen Corp. - Onomichi, Hiroshima , Japão- Casco#597.
Comprimento Fora a Fora: 171,93 metros.
Boca: 27,00 metros.
Calado: 9,57 metros.
Arqueação Bruta: 17,879.
Porte Bruto: 28,760 toneladas.
Gruas: 4X 30,00 toneladas.
Potência de Máquina: 5,392 kW (7,331 hp), 104,00 rpm. 1 hélice CP, 104 rpm..
Velocidade de Serviço: 13,00 nós.
Potência de Geradores Auxiliares: 960 kW.



terça-feira, 22 de maio de 2018

Apresentadas três propostas para construção de "ferry" para 650 passageiros e 150 viaturas

Imagens: Flensburger Schiffbau-Gesellschaft; Caledonion MacBrayne./Montagem MM Bettencourt
Texto: GACS
O ato público de abertura das propostas apresentadas no âmbito do concurso limitado por prévia qualificação para a construção de um navio 'RO-RO' para a Região Autónoma dos Açores, com capacidade para 650 passageiros e 150 viaturas, foi realizado hoje.
Apresentaram proposta os candidatos qualificados na primeira fase do concurso, concretamente Astilleros Armon, S.A., com um preço de 47,5 milhões de euros, Hijos de J. Barreras, com um preço de 59 milhões de euros, e Amedeo Resources PLC e Taizhou Kouan Shipbuilding CO Ltd, em agrupamento, com um preço de 43,5 milhões de euros.
Segue-se agora a fase de análise e avaliação das propostas, de acordo com o exigido no programa de concurso e caderno de encargos, após o que será emitido um relatório preliminar e concedido um prazo de audiência prévia aos concorrentes.
Depois de concluída a audiência prévia, será emitido um relatório final para decisão da Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas.
O júri do concurso é presidido por José Manuel Monteiro da Silva, Juiz Conselheiro do Tribunal de Contas, jubilado.
De acordo com o caderno de encargos, o prazo de entrega do navio a construir é, no máximo, de 580 dias de calendário.

ESTREIA DO N/M "VECTIS OSPREY" NO PORTO DA PRAIA DA VITÓRIA


©) Copyright fotos: Cte Rui Carvalho, Terceira.
Pesquisa de dados técnicos: Paul Peixoto, Boston EUA.
Depois da visita inaugural de dois dos seus irmãos gémeos, "VECTIS HARRIER" na Praia da Vitória (ver aqui) e "VECTIS EAGLE" na Praia da Graciosa (ver aqui), coube a vez da estreia do N/M "VECTIS OSPREY" na Ilha Terceira. Manifesta cerca de 3.018 toneladas de palmiste para os recebedores UNICOL e TERCEIRENSE RAÇÕES carregados em Abidjan na Costa do Marfim. Aguardamos a visita do 4º navio desta série, o N/M "VECTIS FALCON". Estes navios estão dotados de uma proa tipo Groot Cross-Bow ®, que se caracteriza por manter a velocidade na navegação e reduzir as flutuações de carga nas máquinas, o que implica um menor desperdício de energia e consumo de combustível.
Nome: VECTIS OSPREY.
Tipo: Carga Geral/Contentores.
IMO: 9594315.
Indicativo: 2FBR5.
MMSI: 235089912.
Bandeira: Ilha de Man.
Porto de Registo: Douglas.
Número Oficial: 743926
Donos: ZEABORN Chartering GmbH & Co. KG- Bremen, Alemanha.
Operadores: Carisbrooke Shipping Ltd.- Cowes, Inglaterra, Reino Unido.
Classe: Bureau Veritas.
Ano de Construção: 2012.
Estaleiro: Jiangsu Yangzijiang Shipbuilding Co. Ltd.- Jiangyin, China- Casco#YZJ2010-940.
Comprimento Fora a Fora: 109,94 metros.
Boca: 17,40 metros.
Calado: 8,00 metros.
Arqueação Bruta: 6,190 toneladas.
Porte Bruto: 8,685 toneladas.
Gruas: 2X 80,00 toneladas.
Potência de Máquina: 2,400 kW (3,263 hp), 550,00 rpm. 1 hélice CP, 98,00 rpm..
Velocidade de Serviço: 12,30 nós.
Potência de Maquinas Auxiliares: 800 kW.
Potência de Geradores Auxiliares: 1,220 kW.
Potência de Thruster: 400 kW (544,00 bhp).



segunda-feira, 21 de maio de 2018

Trabalhos de remoção do ferry, "Mestre Simão"


 (©) Copyright fotos: Amigo.
Alguns registos fotográficos, obtidos hoje, relativos aos trabalhos que decorrem no porto da Madalena para remoção do ferry, "Mestre Simão", que estão a ser executados pela empresa  Resolve Salvage & Fire.



N/V "Santa Maria Manuela", em Angra do Heroísmo - Fotos Mário Silva


© Copyright fotos: Mário Silva, Terceira.
O porto das Pipas recebeu no passado dia 18 de maio,  o veleiro  "SANTA MARIA MANUELA",um dos  sobreviventes da chamada "Frota Branca Portuguesa".  







sábado, 19 de maio de 2018

ESTREIA DO N/T "KRISJANIS VALDEMARS" NO PORTO DA PRAIA DA VITÓRIA




(©) Copyright fotos: Cte Rui Carvalho, Terceira.
Pesquisa de dados técnicos: Paul Peixoto, Boston EUA.
Registo da estreia do N/T "KRISJANIS VALDEMARS" no porto da Praia da Vitória onde manifesta 5.943 toneladas de Fuelóleo para o recebedor BENCOM. Este navio é operado em regime de casco nu pela conhecida companhia Scorpio Tankers Inc. com sede no Mónaco, que é um gigante neste mercado possuindo 105 navios e 17 outros em regime de casco nu. Pelo mesmo operador já por cá passaram o N/T "SINGLE" (ver aqui) e o N/T "SILENT" (ver aqui).
Nome: KRISJANIS VALDEMARS.
Tipo: Produtos Químicos.
IMO: 9314870.
Indicativo: V7LI9.
MMSI: 538002757.
Bandeira: Ilhas Marshall.
Porto de Registo: Majuro.
Número Oficial: 2757.
Donos: JSC Latvian Shipping Co.- Riga, Letônia.
Operadores: Scorpio Handymax Tanker Pool Ltd.- Mônaco-Ville, Mônaco.
Classe: Lloyd's Register.
Ano de Construção: 2007.
Estaleiro: Hyundai Mipo Dockyard Co. Ltd.- Ulsan, Coreia do Sul- Casco#0419.
Comprimento Fora a Fora: 182,55 metros.
Boca Máxima: 27,39 metros.
Calado: 11,21 metros.
Arqueação Bruta: 23,315 toneladas.
Porte Bruto: 37,266 toneladas.
Número de Tripulantes: 20.
Potência de Máquina: 9,488 kW (12,900 hp), 127,00 rpm. 1 hélice FP, 127,00 rpm.
Velocidade de Serviço: 14,45 nós.
Velocidade Máxima: 15,70 nós.
Potência de Máquinas Auxiliares: 2,370 kW.
Número de Caldeiras: 2.
Potência de Geradores Auxiliares: 2,220 kW.
Potência de Thruster: 800,00 kW (1,088 bhp).


sexta-feira, 18 de maio de 2018

Partida do Porto da Horta dos equipamentos da Resolve Salvage & Fire



 (©) Copyright fotos: Miguel Nóia, Faial
Os trabalhos de desmantelamento do ferry "Mestre Simão", que se encontra encalhado no porto da Madalena, ilha do Pico,  tiveram início ontem, sendo a operação da responsabilidade da empresa  Resolve Salvage & Fire. Fotos obtidas dia 16 de Maio, referentes à partida do porto da Horta, dos equipamentos  rumo ao porto  da Madalena .