Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Regresso do paquete "AIDAvita" ao Porto da Praia da Vitória

© Copyright texto e fotos: Cte Rui Carvalho, Terceira.
Depois da sua escala inaugural no porto da Praia da Vitória a 19 de Outubro de 2016 (ver aqui) o paquete "AIDAvita" regressa à Ilha Terceira num cruzeiro intitulado de "14 noites e 15 dias em viagem redonda dos Açores & Canárias". Esta é a primeira de quatro escalas programadas até 06 de Março de 2018 na mesma frequência mensal que no ano passado foi garantida pelo "AIDAcara" que também fez quatro escalas. A AIDA Cruises foi adquirida em 2003 pelo gigante americano CARNIVAL Corporation (maior companhia de navios de cruzeiro do mundo) e é gerida pelo grupo COSTA Cruises, dedicando-se em exclusivo ao mercado alemão. Os 1218 passageiros e alguns dos seus 390 tripulantes aproveitaram para visitar a ilha, apreciar as suas paisagens e também a vida das nossas cidades, pese embora o dia "semi-invernoso" que se fez sentir. Depois de escalas Açorianas em Ponta Delgada e Horta, segue agora para o seu bem conhecido porto do Funchal em mais uma escala em solo Português.
Vídeo da estreia do "AIDAvita", no Porto da Praia da Vitória.

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Estreia do N/T "Baltic Sea I", no Porto da Praia da Vitória




© Copyright texto e fotos: Cte Rui Carvalho; Mário Lima, Terceira.
Pesquisa de dados técnicos: Paul Peixoto, Boston.
Registo da escala dupla de navios tanques no porto da Praia da Vitória, onde podemos ver atracado no terminal P.O.L. o N/T "MAERSK PEARY" que já nos tinha visitado em 2016 (ver aqui), e o N/T "BALTIC SEA I" que estreia no nosso porto. O primeiro tanque descarrega 20.551 toneladas de JET FUEL para o destacamento americano da Base das Lajes, e o segundo tanque descarrega 6.750 toneladas de Fuelóleo para o recebedor BENCOM. O N/T "BALTIC SEA I" é gémeo dos nossos conhecidos N/T "BALTIC MARINER" (ver aqui), N/T "BALTIC MONARCH" (ver aqui) e N/T "SILENT" (ver aqui).
Nome: BALTIC SEA I.
Tipo: Produtos Quimicos.
IMO: 9261396.
Indicativo: P3PP9.
MMSI: 212100000.
Bandeira: Chipre.
Porto de Registo: Limassol.
Número Oficial: P507.
Donos: Columbia Ship Management Ltd.- Limassol, Chipre.
Operadores: United Product Tankers- Hamburgo, Alemanha.
Classe: DNV-GL.
Ano de Construção: 2003.
Estaleiro: Hyundai Mipo Dockyard Co. Ltd.- Ulsan, Coreia do Sul- Casco#0145.
Comprimento Fora a Fora: 182,55 metros.
Boca Máxima: 27,38 metros.
Calado: 11,21 metros.
Arqueação Bruta: 23,235 toneladas.
Porte Bruto: 37,248 toneladas.
Número de Tripulantes: 19.
Potência de Máquina: 9,488 kW (12,900 hp), 127,00 rpm. 1 hélice FP, 127,00 rpm.
Velocidade de Serviço: 14,50 nós.
Velocidade Máxima: 15,70 nós.
Potência de Máquinas Auxiliares: 2,400 kW.
Potência de Geradores Auxiliares: 2,220 kW.
Potência de Thruster: 883,00 kW (1,201 bhp).
Nome Anterior: Glacier Point (08/2003-09/2009).



quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Obras na Barra (Parte III)










© Copyright fotos: MM Bettencourt, Graciosa.
Registo fotográfico obtido no passado domingo,  dia 29 de Outubro, relativo ao decorrer das obras na baía da Barra.

Estreia do batelão "Arrabida", no Porto da Graciosa


© Copyright fotos: MM Bettencourt, Graciosa.
Registo da estreia no porto da Graciosa, no dia 31 de Outubro, do mais recente batelão da Etermar  o "Arrabida" . Este batelão tem estado a operar conjuntamente com a plataforma "Tetrapode", na obra da Barra. Tendo em conta a dimensão do nosso porto, este tem sido um ano com um registo assinalável de estreias.




quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Escala técnica do Paquete "Independence of the Seas", em Angra do Heroísmo





© Copyright texto: Cte Rui Carvalho.
© Copiryght fotos: Eng. João Vargas; Cte Rui Carvalho; Duarte Lourenço. Rui Morais
Os Terceirenses foram hoje surpreendidos com a visita inesperada do conhecido paquete "INDEPENDENCE OF THE SEAS" (11º Maior navio do Mundo) do operador Royal Caribbean Cruises à baía de Angra do Heroísmo, onde desembarcou um passageiro a necessitar de urgente assistência médica. Em viagem de reposicionamento de Outono intitulada de "15 noites e 16 dias em
sentido único de Southampton até Fort Lauderdale", o "INDEPENDENCE OF THE SEAS" não tinha prevista nenhuma escala nos Açores este ano, tendo feito esta arribada por motivos de salvaguarda da vida humana. Lembramos que este navio fez já três escalas em Ponta Delgada, sendo que a última foi a 27 de Novembro de 2012.
Nome: INDEPENDENCE OF THE SEAS.
Tipo: Passageiros/Cruzeiro.
IMO: 9349681.
Indicativo: C6WW4.
MMSI: 309374000.
Bandeira: Bahamas.
Porto de Registo: Nassau.
Donos e Operadores: Royal Caribbean Cruises Ltd - Miami, E.U.A.
Classe: DNV-GL.
Ano de Construcao: 2008.
Estaleiro: Kvaerner Masa-Yards , Finlandia - Casco#1354.
Comprimento Fora a Fora: 338,72 metros.
Boca: 38,60 metros.
Calado: 8,80 metros.
Arqueação Bruta: 154.407 toneladas.
Porte Bruto: 10.600 toneladas.
Número de Passageiros: 4.375
Número de Cabines: 1.817
Número de Tripulantes: 1360.
Potência de Máquinas: 75.624 KW.
Potencia de Thrusters: 3.400 kW.
Velocidade de Serviço: 21,6 nós.

Estreia do N/T "Avalon", no Porto da Praia da Vitória


© Copyright texto e fotos: Cte Rui Carvalho, Terceira.
Pesquisa de dados técnicos: Paul Peixoto, Boston.
Registo da estreia do N/T "AVALON" no porto da Praia da Vitória, onde descarregou 1.820 toneladas de gasóleo. gasolina e JET para o recebedor TERPARQUE. AVALON é a ilha das fabulosas maçãs na lenda Arturiana, onde a espada do Rei Excalibur foi forjada. É a ilha dos Bem-aventurados, sítio que provavelmente todos chamaríamos de paradisíaca.
 Nome: AVALON.
Tipo: Produtos Quimicos.
IMO: 9327097.
Indicativo: DEKL.
MMSI: 218554000.
Bandeira: Alemanha.
Porto de Registo: Bremen.
Donos e Operadores: Carl Buttner GmbH & Co. KG- Bremen, Alemanha.
Classe: DNV-GL.
Ano de Construcao: 2005.
Estaleiro: 3 Maj Brodogradiliste dd- Rijeka, Croácia- Casco#688.
Comprimento Fora a Fora: 168,00 metros.
Boca: 26,40 metros.
Calado: 9,02 metros.
Arqueacao Bruta: 16,683 toneladas.
Porte Bruto: 24,035 toneladas.
Numero de Tripulantes: 17.
Potencia de Maquinas: 7,000 kW (9,517 hp), 600,00 rpm. 1 helice CP, 127,00 rpm.
Velocidade de Servico: 15,20 nos.
Potencia de Maquinas Auxiliares: 1,920 kW.
Potencia de Geradores Auxiliares: 3,360 kW.
Potencia de Thruster: 800,00 kW (1,088 bhp).


domingo, 29 de outubro de 2017

NRP "Figueira da Foz", no Porto da Graciosa

Registo da presença do navio patrulha oceânico, "Figueira da Foz", no Porto da Graciosa no dia 23 e 24 de Outubro, inserido no Execício das Forças Armadas "Açor 2017", que tinha como cenário a simulação de um sismo.
O Navio Patrulha Oceânico Figueira da Foz foi construído nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo e foi aumentado ao efetivo dos navios da Armada em 25 de novembro de 2013. 


terça-feira, 24 de outubro de 2017

Visita do NRP "BÉRRIO" ao Porto da Praia da Vitória



© Copyright texto e fotos: Cte Rui Carvalho, Terceira.
Pesquisa de dados técnicos: Paul Peixoto, Boston.
Envolvido em exercícios militares, esteve hoje no Porto da Praia da Vitória o NRP "BÉRRIO" para operações logísticas. Aproveitamos para fazer aqui o registo fotográfico desta unidade naval da Marinha Portuguesa para memória futura.
 Nome: BÉRRIO.
Tipo: Petroleiro de Reabastecimento.
IMO: 7002409.
Indicativo: CTEA.
MMSI: 263130000.
Bandeira: Portugal.
Porto Casa: Alfeite.
Numero de Galhardete: A5210.
Donos e Operadores: Governo Português- Ministério da Marinha- Lisboa, Portugal.
Classe: Lloyd's Register.
Ano de Construcao: 1970.
Estaleiro: Swan Hunter Shipbuilders Ltd.- Hebburn, Inglaterra, Reino Unido- Casco#8.
Data de Entrega: 07/1970.
Comprimento Fora a Fora: 140,62 metros.
Boca Maxima: 19,26 metros.
Calado: 7,31 metros.
Arqueacao Bruta: 7,513 toneladas.
Porte Bruto: 7,042 toneladas.
Guarnicao: 71.
Potencia de Maquinas: 11,314 kW (15,382 hp). 1 helice CP.
Velocidade Maxima: 16,00 nos.
Potencia de Maquinas Auxiliares: 2,912 kW.
Potencia de Geradores Auxiliares: 2,720 kW.
Potencia de Thruster: 1,103 kW (1,500 bhp).
Nome Anterior: Blue Rover (07/1970-04/1993).

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Sétima escala do "BREMEN" no Porto da Praia da Vitoria



© Copyright texto e fotos: Cte Rui Carvalho, Terceira.
A sétima escala do navio do operador alemão Hapag-Lloyd "BREMEN" na Ilha Terceira desde 2002 foi uma vez mais no porto da Praia da Vitória devido à condição meteorológica adversa no porto pipas em Angra do Heroísmo, sendo que das últimas cinco escalas para Angra, quatro acabaram na Praia, o que consideramos significativo e esclarecedor. Esta escala enquadrada no tema "12 noites e 13 dias em sentido único de Lisboa até Safi", visitou também o Porto de Ponta Delgada, Horta, e visitará o porto de Funchal, aliás para onde seguiu com os seus 146 passageiros em trânsito.
 Nome: BREMEN.
Tipo: Passageiros/Cruzeiro.
IMO: 8907424.
Indicativo: C6JC3.
MMSI: 308429000.
Bandeira: Bahamas.
Porto de Registo: Nassau.
Número Oficial: 716244.
Donos e Operadores: Hapag-Lloyd Kreuzfahrten- Hamburgo, Alemanha.
Classe: Germanischer Lloyd.
Ano de Construção: 1990.
Estaleiro: Kobe Heavy Industries Ltd.- Kobe, Japão. Casco#1182.
Comprimento Fora a Fora: 111,51 metros.
Boca Máxima: 17,25 metros.
Calado: 4,80 metros.
Arqueação Bruta: 6,752 toneladas.
Porte Bruto: 1,226 toneladas.
Número de Convés: 7. Número de Cabines: 82. Número de Camas: 164. Número de Tripulantes: 94.
Potência de Máquinas: 4,854 kW (6,600 hp), 720,00 rpm. 2 hélices CP, 156,00 rpm.
Velocidade de Serviço: 16,00 nós.
Velocidade Máxima: 17,50 nós.
Potência de Máquinas Auxiliares: 1,650 kW.
Potência de Geradores Auxiliares: 2,500 kW.
Potência de Thruster: 382,00 kW (519,00 bhp).
Nomes Anterior: Frontier Spirit (07/1990-09/1993).




sábado, 14 de outubro de 2017

Estreia do Rebocador "MONTEVIL" no Porto da Praia da Vitória


© Copyright texto e fotos: Cte Rui Carvalho, Terceira.
Fotos referentes à estreia do rebocador "MONTEVIL" do operador REBONAVE no porto da Praia da Vitória, onde se abrigou para aguardar a passagem do ciclone tropical OPHELIA e, pensamos nós, fazer o reboque do segundo caixotão que fará parte do futuro  cais do Porto da Casa na ilha do Corvo. Dos principais rebocadores de REBONAVE já nos visitam este "MONTEVIL", o "MONTE DA LUZ", o "MONTALVO" e o "MONTENOVO", ficando nós a aguardar a visita do "MONTEMURO", em breve, esperamos.
 Ficha técnica do "Montevil" (AQUI)