Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

terça-feira, 21 de Outubro de 2014

Arribada do N/M "ELEKTRA" ao fundeadouro de Angra do Heroísmo





© Copyright fotos: João Bettencourt Mendonça e Guilherme Bettencourt
© Copyright texto: Rui Carvalho
 Registo fotográfico da arribada do N/M "ELEKTRA" ao fundeadouro de Angra para desembarque de um tripulante acidentado a bordo. Proveniente de Southampton e com destino a New York, rapidamente desembarcou o doente que de imediato foi encaminhado para o hospital de Santo Espírito para tratamento. Sobra dizer que é uma presença habitual destas águas, e que para os mais atentos, é muitas vezes apanhado pelas antenas açorianas de localização e posicionamento de navios.
 Nome: ELEKTRA.
Tipo de Navio: Carregador de Viaturas.
IMO: 9176577.
Indicativo: 9V8798.
MMSI: 564614000.
Bandeira: Singapura.
Porto de Registo: Singapura.
Matrícula: 396256.
Operadores: Wallenius Wilhelmsen Logistics- Lysaker, Noruega.
Classe: Lloyd's Register.
Ano de Construção: 1999.
Estaleiros: Eastwood Heavy Industries Ltd.- Geoje, Coreia do Sul. Casco#4420.
                  Hyundai-Vinashin Shipyard Co. Ltd.- Ninh Hoa, Vietnao.
Comprimento Fora a Fora: 227,95 metros.
Boca Máxima: 32,29 metros.
Calado: 11,00 metros.
Arqueação Bruta: 67,264 toneladas.
Porte Bruto: 28,126 toneladas.
Número de Tripulantes: 30.
Número de Viaturas: 7,194.
Potência de Máquina: 16,358 kW (22,240 hp), 105,00 rpm. 1 hélice FP, 105,00 rpm.
Velocidade de Serviço: 20,50 nos.
Potência de Máquinas Auxiliares: 4,189 kw.
Número de Caldeiras: 2.
Potência de Geradores Auxiliares: 4,478 kw.
Potência de Thrusters: 2,250 kw (3,059 bhp).



Está tomada a decisão política de construir o Terminal de Passageiros no Porto de São Roque do Pico, garante Vasco Cordeiro

© Copyright texto e fotos: GACS/PC
O Presidente do Governo dos Açores garantiu hoje que está tomada a decisão política de construir um Terminal de Passageiros no Porto de São Roque do Pico, mas salientou que, pela sua complexidade, esta obra só deve avançar depois de assegurada a melhor solução técnica possível.

“Relativamente à construção do novo Terminal de Passageiros para o Porto de São Roque, ainda este ano – e cumprindo o nosso compromisso - devem ocorrer os ensaios de laboratório para comprovar a adequação do projeto-base que tem sido desenvolvido”, avançou Vasco Cordeiro, que falava na inauguração do novo Terminal de Passageiros da Madalena.

No início da visita estatutária à ilha do Pico, o Presidente do Governo salientou que esta é uma obra importante e bastante exigente do ponto de vista técnico, que “não se compadece com uma avaliação menos ponderada, mais ligeira ou irresponsável”.

“Esta obra é demasiado importante e significa um tal volume de investimento que só deve avançar quando estiver garantida a melhor solução técnica possível”, afirmou Vasco Cordeiro, ao precisar que este compromisso assumido passa por melhorar as condições de segurança e do transporte de pessoas e bens, através da construção de um novo terminal de passageiros.

Na sua intervenção, Vasco Cordeiro salientou, por outro lado, que o Terminal de Passageiros da Madalena 'João Quaresma', que representou um investimento de cerca de nove milhões de euros, enquadra-se na estratégia de desenvolvimento dos transportes delineada para a Região, e que, na ilha do Pico, incluiu uma série de outras obras já concretizadas, assim como outras em fase de projeto.

“Refiro-me, especificamente, à construção das infraestruturas portuárias e às obras de melhoramento das condições de abrigo deste porto, que representaram um investimento total superior a 12 milhões de euros”, frisou o Presidente do Governo, para quem o total de mais de 20 milhões de euros que, nos últimos anos, foram investimentos no Porto da Madalena revelam bem a importância que o Governo dos Açores atribui às ligações marítimas e o potencial do mar como via de comunicação.

Segundo o Presidente do Governo, o transporte marítimo de passageiros assume-se, cada vez mais, como uma operação fundamental e essencial para a economia regional e para a mobilidade dos Açorianos, como provam os cerca de um milhão de passageiros transportados todos os anos entre as ilhas, em especial no canal Faial-Pico.

Nesse sentido, o Governo dos Açores tem avançado ao longo dos anos com a requalificação, a remodelação e o melhoramento dos portos, adaptando-os a novas realidades, como a operação de navios ferry e o transporte de viaturas.

“Foi assim com a construção das rampas Ro-Ro nas Lajes das Flores, na Horta, em São Roque do Pico, nas Velas, na Praia da Graciosa, na Praia da Vitória, em Ponta Delgada e em Vila do Porto”, recordou Vasco Cordeiro, ao lembrar que, no global e até agora, já foram investidos mais de 10 milhões de euros neste tipo de infraestruturas, estando ainda prevista a construção de rampas semelhantes no porto da Calheta de São Jorge e, também, em Angra do Heroísmo.

De acordo com Vasco Cordeiro, todo este trabalho já feito, assim como os muitos desafios, enquadram-se num dos grandes desígnios deste mandato, que é aumentar a coesão territorial dentro de cada uma e entre todas as ilhas dos Açores, sem esquecer a componente fundamental da ligação do arquipélago ao exterior.

O Presidente do Governo adiantou ainda que o ano de 2015 será, nesta área, marcado pela continuação da implementação do Plano Integrado dos Transportes dos Açores, através de políticas e de medidas que assegurem o seu objetivo último: o aumento da mobilidade de pessoas e bens, através da redução do custo de acesso e, ainda, o reforço da facilidade de interligação e de comodidade entre os vários níveis de transporte ao dispor dos Açorianos.

Desenhado a pensar no conforto, na eficiência e na segurança, o novo Terminal de Passageiros da Madalena disponibiliza aos passageiros salas diferenciadas para embarque e desembarque, dois balcões de check-in, bem como espaços para posto de turismo, bar com esplanada, três balcões comerciais e uma sala reservada para apoio à transferência de doentes, preparada para o acesso de macas à ponte-cais, que lhe fica contigua.

Na ocasião, Vasco Cordeiro fez questão de fazer uma referência especial ao 'patrono' desta infraestrutura, João Quaresma, uma “figura maior” das ligações no canal Faial-Pico, salientando que a atribuição do seu nome pretendeu honrar “todos aqueles que, ao longo dos anos, em condições bastante mais desafiantes e difíceis, deram o melhor do seu trabalho, do seu esforço e do seu saber para garantir as ligações entre estas ilhas”.

segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

"Thialf", o maior navio grua do mundo

© Copyright desenho: Paulo Sousa, S. Miguel.
© Copyright fotos: António Simas, S. Miguel (Arquivo)
O "THIALF", é o maior navio grua semi-submersível do mundo, tendo uma capacidade de elevação (em tandem), pelas suas duas  gruas principais de 14 200 M/Tons, podendo elevar uma carga até 95 metros acima do deck e baixar uma carga até uma profundidade de 460 mts no raio mínimo das gruas. Este poderoso e fantástico navio grua, pertence à HEEREMA MARINE CONTRACTORS (que possui mais navios deste tipo), tendo sido construído para a MCDERMOTT, em 1985 como DB-102,  nos estaleiros Mitsui Engineering & Shipbuilding, e adquirida pela Heerema Marine Contractors em 1997.Como outros navios deste tipo está equipada com um sistema de posicionamento dinâmico Class III, que inclui 6 thrusters de 5 500 KW, em águas menos profundas poderá usar o seu sistema de ancoragem que inclui 12 ancoras de 22,5 tons cada, e para bombar  lastro possui um sistema com uma capacidade de  20 800 metros cúbicos por hora.
Em termos de acomodação fica-se pelas 685 pessoas, dispõe também de um heliporto com capacidade para operar um helicoptero Boeing 234 Chinook.
Junto a algumas fotografias da passagem por Ponta Delgada a 29 de março, um excelente desenho da autoria do Amigo, Paulo Sousa.
Dimensões: Comprimento 206,6 metros; Boca: 83,4 metros; Calado: 11,5 a 31, 16 metros.
Fontes: Heerema Marine Contractors; Wikipédia.



N/M "Ponta da Barca", no porto Pipas



© Copyright fotos: João Bettencourt Mendonça, Terceira.
Algumas fotos da autoria do Amigo, João Mendonça, relativas à presença do N/M "Ponta da Barca", no porto das Pipas em Angra do Heroísmo, no dia 19 de Outubro . De vez enquanto, lá aparece uns navios em Angra, fazendo lembrar o passado deste porto, resta saber que futuro se avizinha para esta infraestrutura portuária.


domingo, 19 de Outubro de 2014

Patrulha oceânico, "Figueira da Foz", embateu no fundo à saída de Viana do Castelo

© Copyright foto e texto: Marinha Portuguesa.
O patrulha oceânico Figueira da Foz enquanto manobrava para transbordo de pessoal bateu no fundo. Tendo ficado imobilizado e sem propulsão, foi conduzido por rebocadores para a doca seca dos estaleiros navais de Viana do Castelo, tendo entrado ainda ontem à noite. O esgotamento da doca trouxe consigo hoje pela manhã a evidência de danos materiais a nível dos hélices, veios e lemes. Chegará ainda hoje ao local uma equipa de análise e avaliação que apurará as causas do acidente. Esta equipa é constituída por técnicos altamente especializados, que inclui elementos do Instituto Hidrográfico que analisarão a zona do fundo no local do acidente.
A Marinha será célere na análise e apuramento de eventuais responsabilidades.

"Celebrity Infinity", em Ponta Delgada


Registos fotográficos da autoria do nosso Amigo António Simas, relativos à escala em Ponta Delgada do navio de cruzeiros "Celebrity Infinity", no dia 17 de Outubro de 2014.
Nome: CELEBRITY INFINITY.
Tipo: Passageiros/Cruzeiro.
IMO: 9189421.
Indicativo: 9HJD9.
MMSI: 249048000.
Bandeira: Malta.
Porto de Registo: Valletta.
Matricula: 9189421.
Operadores: Celebrity Cruises Inc.- Miami, Florida, EUA.
Classe: Lloyd's Register.
Ano de Construção: 2001.
Data de Entrada ao Activo: 23/02/2001.
Estaleiro: Chantiers de l'Atlantique- St-Nazaire, Franca. Casco#S31.
Comprimento Fora a Fora: 294,00 metros.
Comprimento entre Perpendiculares: 262,93 metros.
Boca Máxima: 32,30 metros.
Pontal: 10,60 metros.
Calado: 8,30 metros.
Deslocamento: 47,543 toneladas.
Arqueação Bruta: 90,940 toneladas.
Arqueação Liquida: 53,635 toneladas.
Porte Bruto: 11,778 toneladas.
Numero de Convés: 12. Numero de Cabines: 975. Numero de Camas: 2,450. Numero de Tripulantes: 999.
Potencia de Maquinas: 71,242 kW (96,860 hp), 3,600 rpm & 1,800 rpm. 2 helices Azimuth, 151,00 rpm.
Velocidade de Serviço: 24,00 nos.
Potencia de Maquina Auxiliar: 1,312 kw.
Numero de Caldeiras: 3.
Potencia de Thrusters: 7,050 kw (9,585 bhp).
Nome Anterior: Infinity (2001-2007).
 Pesquisa de dados técnicos: Paulo Peixoto, Boston, EUA.

sexta-feira, 17 de Outubro de 2014

N/M "Furnas", partindo de Santa Maria embalado pelas ondas




 N/M "Furnas", da Mutualista Açoreana, fotografado por, Mário Silva, partindo hoje do porto de Vila do Porto, ilha de Santa Maria, rumo a Ponta Delgada, embalado pelas ondas.
© Copyright fotos: Mário Silva, Santa Maria.



Resgate de dois tripulantes do veleiro "CHILOM"

 Imagens do resgate de dois tripulantes do veleiro "CHILOM" a 110 km a Oeste da ilha das Flores realizado pela Esquadra 751. O resgate foi realizado em condições meteorológicas muito adversas.
© Vídeo e texto: Canal Esquadra 751.

Chegada do N/M "Ponta do Sol", ao porto da Graciosa (Vídeo)


Um pequeno vídeo realizado aquando da chegada ao porto da Graciosa do N/M "Ponta do Sol", no dia 15 de Outubro de 2014. Esta escala da Boxlines, não se afigurava como fácil em virtude das condições meteorológicas adversas nomeadamente a ondulação existente no interior do porto. Felizmente Comandante e Pilotos conseguiram que a operação se efectuasse!

terça-feira, 14 de Outubro de 2014

Navio de Cruzeiros, "BALMORAL" de regresso ao Porto da Praia da Vitória





 © Copyright texto e fotos: Cte. Rui Carvalho, Praia da Vitória.
Regressa um ano e 5 meses depois da sua estreia no porto da Praia da Vitória (ver aqui), mas infelizmente com um dia mais chuvoso. A generalidade dos seus 509 passageiros pode visitar as duas cidades da ilha e apreciar algumas das suas paisagens mais impressionantes. Infelizmente devido ao mau tempo cancelou a sua ida á cidade da Horta.
Nome: BALMORAL.
IMO: 8506294.
Indicativo: C6II4.
MMSI: 308785000.
Bandeira: Bahamas.
Porto de Registo: Nassau.
Matrícula: 715948.
Dono: Fred Olsen & Co.- Oslo, Noruega.
Operadores: Fred Olsen Cruise Lines, Ltd.- Ipswich, Inglaterra, Reino Unido.
Classe: Bureau Veritas.
Ano de Construção: 1988.
Data de Entrada ao Activo: 08/06/1988.
Estaleiro: Josef L. Meyer GmbH & Co.- Papenburgo, Alemanha. Casco#616.
Comprimento Fora a Fora: 217,91 metros.
Comprimento entre Perpendiculares: 186,01 metros.
Boca Máxima: 32,30 metros.
Pontal: 15,22 metros.
Calado: 7,25 metros.
Arqueação Bruta: 43,537 toneladas.
Arqueacão Liquida: 19,985 toneladas.
Porte Bruto: 5,186 toneladas
Número de Convés: 10.
Número de Cabines: 738.
Número de Camas: 1,400.
Número de Tripulantes: 500.
Potência de Máquinas Principais: 21,300 kw (28,960 hp), 1,120 rpm. 2 hélices CP, 130,00 rpm.
Velocidade de Serviço: 22,50 nos.
Potência de Geradores Auxiliares: 10,000 kw.
Número de Thrusters: 2.
Nomes Anteriores: Crown Odyssey (1988-1996), Norwegian Crown (1996-2000), Crown Odyssey (2000-2003), e Norwegian Crown (2003-2008).
Pesquisa de dados técnicos: Paulo Peixoto, Boston, EUA

segunda-feira, 13 de Outubro de 2014

N/M "SUNERGON" na Praia da Vitória



 © Copyright texto e fotos: Cte. Rui Carvalho, Praia da Vitória, Terceira.

Não fora a apurada atenção e justificada preocupação mundial acerca do perigoso vírus hemorrágico Ébola, e este pequeno navio não seria por cá estória do dia, pois as suas 2005 toneladas de bagaço de algodão embarcadas no Togo, colocam-no no epicentro de fogo da doença de que todos falam. Felizmente o Togo não consta da lista negra da região do Golfo da Guiné, e cumpridas as formalidades de despiste pelos serviços de sanidade no navio, este pode iniciar com a máxima normalidade e segurança a sua descarga para o recebedor TERCEIRENSE RAÇÕES. Seguirá para Lisboa de seguida, procurando novo frete por certo.

Nome: SUNERGON.
Tipo: Carga Geral.
IMO: 9362580.
Indicativo: PHDF.
MMSI: 246374000.
Bandeira: Holanda.
Porto de Registo: Nijkerk.
Matricula: 44312.
Donos e Operadores: Sunergon Shipping CV- Nijkerk, Holanda.
Classe: Lloyd's Register.
Ano de Construção: 2006.
Estaleiros: Cherepovetskiy Sudostroitelnyy I Srz (Casco)- Chereprovets, Rússia.
                  Instalho BV (Resto da Embarcação)- Werkendam, Holanda. Casco#2004/001.
Comprimento Fora a Fora: 88,65 metros.
Boca Máxima: 12,75 metros.
Calado: 5,00 metros.
Arqueação Bruta: 2,241 toneladas.
Arqueação Líquida: 1,077 toneladas.
Porte Bruto: 3,121 toneladas.
Gruas: 1X 30,00 toneladas.
Potência de Máquina: 1,440 kW (1,958 hp), 1,000 rpm. 1 hélice FP, 200,00 rpm.
Velocidade Máxima: 11,50 nos.
Potência de Máquinas Auxiliares: 359,00 kw.
Número de Caldeiras: 1.
Potência de Geradores Auxiliares: 567,00 kw.
Potência de Thruster: 200,00 kW (272,00 bhp).
Pesquisa de dados técnicos: Paulo Peixoto, Boston.

domingo, 12 de Outubro de 2014

Espectacular Timelapse, realizado na Estação McMurdo, na Antárctida

© Copyright foto: Wikipédia/Gaelen Marsden.
Imagem: Wikipédia
Fonte: Marine Inside.
A Estação McMurdo é um centro de pesquisa dos EUA na, Antárctida localizada na ponta sul da ilha de Ross,  é operada pelos Estados Unidos através do Programa Antárctico, um ramo da National Science Foundation. A estação é a maior comunidade na Antárctida, capaz de alojar até 1.258 habitantes, e serve como a instalação cientifica dos Estados Unidos na Antárctida. Todo o pessoal e carga indo ou vindo de Amundsen-Scott South Pole Station primeiro tem de passar McMurdo.
O fantástico vídeo em Timelapse, que demonstra uma espectacular operação de descarga, foi realizado na estação McMurdo por, Anthony Powell.

sábado, 11 de Outubro de 2014

TMG, Lda, alteram a escala na Graciosa

© Copyright fotos: MM Bettencourt, Graciosa.
Nova alteração relativamente ao dia da escala dos TMG-Transportes Marítimos Graciosenses Lda., no porto da Graciosa. Recentemente fazia referência  que o dia previsto seria a 5ª-feira, contudo  tal foi novamente alterado passando a única escala semanal para a 6ª-feira.