Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Estreia do N/M "CLIPPER TERMINUS" no porto da Praia da Vitória


© Copyright texto e fotos: Cte Rui Carvalho, Terceira.
Este é o primeiro graneleiro a descarregar no porto da Praia da Vitória este ano, manifestando cerca de 12.600 toneladas de milho carregadas no porto Romeno de Constanta para os recebedores UNICOL  e TERCEIRENSE RAÇÕES. Tem a bordo um segundo lote destinado ao porto de Ponta Delgada para onde irá de seguida. É de registar o aumento das escalas de navios HANDY desta dimensão e maiores, sendo que no ano de 2016 se registou a maior média de porte entrado deste tipo de navio, tal como o gráfico demonstra. É um desafio operacional interessante para o porto da Praia da Vitória.
Nome: CLIPPER TERMINUS.
Tipo: Graneleiro.
IMO: 9406116.
Indicativo: C6YD7.
MMSI: 311016800.
Bandeira: Bahamas.
Porto de Registo: Nassau.
Número Oficial: 7000129.
Donos e Operadores: Clipper Bulk A/S- Copenhaga, Dinamarca.
Classe: American Bureau of Shipping.
Ano de Construção: 2010.
Estaleiro: Tsuji Heavy Industries Co. Ltd.- Zhangjiagang, República Popular da China- Casco#S-13.
Comprimento Fora a Fora: 178,70 metros.
Boca Máxima: 28,04 metros.
Calado: 9,76 metros.
Arqueação Bruta: 19,972 toneladas.
Porte Bruto: 30,425 toneladas.
Número de Tripulantes: 20.
Gruas: 4X 30,00 toneladas.
Potência de Máquina: 6,232 kW (8,473 hp), 131,00 rpm. 1 hélice FP, 131,00 rpm.
Velocidade de Serviço: 14,00 nós.
Potência de Geradores Auxiliares: 1,875 kW.
Último Porto: Constanta, Roménia.
Próximo Porto: Ponta Delgada
Pesquisa de dados técnicos: Paul Peixoto, Boston.


Sem comentários: