Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

terça-feira, 27 de março de 2012

Quantas cores o mundo tem?




 Já alguma vez te perguntaram quantas cores o mundo tem? Quantas direcções o vento trás?
Já alguma vez olhaste para lá do horizonte?
Sabes o quanto o azul do mar consegue ser profundo? Quantos tipos de azul existem?
E as aves? Sabes quantas aves viajam em redor do planeta?
São questões que muitas vezes nos vêem à cabeça sem sabermos o porquê de as termos, mas de tantas outras coisas que não sabemos, existem pequenas coisas que nos cativam a mente fazendo-nos sonhar...
Há algum tempo atrás, numa noite um pouco fria, mas por sinal agradável, um menino numa janela espreitava o reflexo que a lua fazia no rio Tejo, sua janela com vista privilegiada sobre as calmas águas de tom esverdeado, por vezes azulado, permitia aquele menino de olhos brilhantemente atentos vislumbrar o movimento das silhuetas dos navios que por ali iam passando, o vento soprava lentamente de Sudoeste, o que conferia uma noite peculiar, as nuvens corriam para Norte, e apresentava-se no horizonte uma linha escura de Borrasca, era a chuva caminhando a passos largos com destino a Paço de arcos, lugar onde o menino da janela respirava o ar "puro" trazido pelo rio Tejo. Seus olhos estavam postos numas nuvens estranhas que apareceram no horizonte, era um veleiro, daqueles que fascinam os mais novos, lugar de sonho composto de aço e tecido, são navios fascinantes pois são como aves migratórias, viajam o mundo cruzando atlânticos ao sabor do vento.
São jóias raras que hoje em dia só quase que existem nos vídeos e na mente daqueles que as idealizam. Hoje em dia, donzelas destas feitas de aço, com marinheiros de pau, há muito anos seria o contrário, navios de madeira com homens de aço, são gerações passadas que deram lugar ao conhecimento de uma nação que depende inteiramente do transporte marítimo.
Pummmmm, e começa a chover, está na hora de fechar a janela, pois a chuva quando ali caia, caia com muita força, e já se fazia tarde.
Todas as noites e a todos os bocadinhos disponíveis, aquele menino olhava para o rio, com um ar melancólico, queria ser como aqueles bravos que com suas mãos fazem ao outro lado do mundo chegar bens e pessoas, nos navios por eles governados. Naquela janela o menino sorria, e por vezes as suas lágrimas eram levadas pelo vento para outros sítios.
Sentia falta de algo, sentia falta do sabor do vento em seus cabelos, dos dias brilhantes e das noites escuras.
A janela foi cada vez se tornando um palco mais visitado por aquele menino. Num belo dia, estudando pela manhã, empoleirado na janela, aqueles olhinhos brilhavam de uma maneira única, havia chegado a recta final da sua jornada, era dia de apresentar o tão trabalhoso, trabalho final. Havia chegado aquele momento pelo qual aquele coraçãozinho bateu durante anos, o momento em que seria livre de voar para outros destinos como uma andorinha.
Trabalho apresentado, e sensação estranha trazia aquele menino no peito, ao mesmo tempo um alívio imenso, mas uma tristeza no seu olhar. Estava na hora de fazer as malas e abandonar aquele lugar onde esteve durante 3 anos. 3 anos na vida de um adulto não é uma coisa "gigantesca" mas para aquele menino foram 3 anos de puras vivências e aprendizagem continua, vi coisas únicas em pessoas maravilhosas, conheceu lugares fantásticos, mas o melhor de tudo foi ter conseguido viajar para lá dos seus sonhos, conseguiu sair daquela janela e veio para a rua...
De olhos aguados e de malas ao peito, ao aeroporto se fazia, de madrugada tudo fechado, o muro saltava de malas caídas ao chão, estava livre, não só livre de ideias mas também livre de afazeres, pelo menos voltava a sonhar com ar puro...
Paço d'arcos ficou para trás com gentes únicas e odores característicos, gravados estão no seu coraçãozinho aqueles que um dia fizeram parte da sua vida e que por um momento, um pequeno instante, fizeram rasgar o seu rosto com um sorriso. Muitas coisas haviam-se passado naqueles 3 anos, as coisas boas ficam gravadas para sempre, enquanto que as coisas menos boas tendem a cair no esquecimento.
Hoje aquele menino já é mais crescido e anda a cruzar os oceanos, desta vez não num veleiro mas num navio a Sério, de nome MONTESPERANZA, combina com aquilo que o move, a paixão o amor, a esperança de algum dia...
"Estou feliz aqui fazendo aquilo que mais amo na vida, andar atrás do horizonte, desconhecia, embora que imagina-se, que o mundo tivesse tantas cores, tantos feitios, que as pessoas fossem tão distintas ao "virar" da esquina, aprendi que com coragem e audácia tudo pode ser feito e alcançado, apenas temos de fechar os olhos e nem que seja por um breve momento sonhar, mas sonhar com quê? Com aquilo que esta para lá do horizonte, nem todos os horizontes na vida são feitos de linhas que separam o céu do mar, todos nós temos horizontes, há quem os chame de metas, objectivos, o meu horizonte simplesmente é sentir o vento bater –me na cara e aquele sorriso rasgar-me o rosto.
(©) Copyright texto e fotos: Francisco Nunes, N/T "Montesperanza".

27 comentários:

Anónimo disse...

O meu querido Francisquinho, sempre com o seu jeitinho especial de ser, é lindo o que ele diz, porque é realemnte aquilo que ele sente.....és uma pessoa integra.

Beijinhos com saudades


Rebbeca

Anónimo disse...

Fico Feliz que ainda há pessoas que conseguem alcançar os seus sonhos!! Diogo, foste aquela pessoa que sempre lutou para concretizar parte dos teus sonhos!! Muitas felicidades! Tudo de Bom! Beijinhos

Lis!

Manuel disse...

Rebecca e Lis, obrigado pela visita, e por comentarem mais um post do amigo Francisco, como sempre vou reenviar os comentarios para o Francisco.
Pêço desculpa por responder pois o post não é meu, mas por princípio gosto sempre de cumprimentar quem aqui comenta.
Cumprimentos
Manuel

Anónimo disse...

O Francisco é da pessoas se não fo a pessoa mai humilde que eu conheço, é uma pessoa estremamete inteligente e muito querido para os seus amigos, é um ser unico e eu tenho muito orgulho em onhece-lo.

Fic muito feliz por ver que estasonde tu gosta de estar, embora longe dos teus amigos e dos CORAÇÕES das tua amigas e admiradoras, que eu sei que são muita, eu sou uma delas :P, no bom entido ´claro, toos aqules que te cnhecem admiram-te por aquilo qe ten e por aquela simplicidade e humildade que transmites auele ser apixondo que es pelo mundo e pela vida. Obrigado por existires nest mundinh meu anjo....

Adoro-te

Nair Costa Gomes

Com Saudades desse soriso*****

Anónimo disse...

AS vezes sozinha durante as logas e frias noites, olho da janel e casa para o mar, e so m vem a cabeça, "por onde andara o eu xikinho!?", bem é sempre bom fazermos o que gostamos, ainda mais uma pessoatao bonita em todo os apectos como o meu xikinho, mas tambem é triste para os aigos e coraçoezinhos daas tuas amigasestaresassim tao longe e muitas vezes sem dar noticias....

sinto a falta daqules longos psseios por lisboa, t lembrs te? ate comprei nstenis para poder andar aqueles kilometros todos para ver paiagens unica que so se viam ocntigo...


Vera Costa

bjinho no coração

Anónimo disse...

Olá,

Sabe, ter uma pessoa como esta no se blogue é completamente acordando com o nome do BLogue, pois o francisco é a pessoa mais GRACIOSA que eunho o enorme prvilgio de conhcer...

obrigado por nos dar noticias desta pessoa espantosa.


Carolina Amarante

Manuel disse...

Olá Vera e Carolina, é com prazer que registo que o nosso amigo Francisco tem uma grande riqueza que é a Amizade de seus amigos e amigas. Deixa-me imensamente feliz aqui registar os vossos comentários, o vosso apoio ao Francisco é bonito de ver, aliás a amizade um uma coisa bela!

Cumprimentos e voltem sempre, este blog é do Francisco e de todas as pessoas que nele participam das mais diferentes formas
Manuel

Vera Gomes disse...

Conhece-lo é um privilégio, e ler o que ele escreve é sonhar !!!

Se cada um de nós pudéssemos por um momento só imaginar o que este menino vê e presencia éramos uns grandes sortudos e a vida tornar-se-ia acima de tudo um misto de experiência e uma vida conjugal com a Natureza, que é o mar , o sol , e estas imagens que mostram a felicidade reflectida no rosto do Francisco.

Adoro vê-lo feliz.

Obrigada pelo post, receber um email como este, e estas
fotografias são espectaculares, majestosas.

Um abraço com saudades ao Francisco, e um beijinho ao dono do blog !!!

Anónimo disse...

Quem está á janela somos nós todos, os pais e amigos.Aguardando o teu regresso,entretanto vamos ficando deslumbrados com as coisas lindas que escreves, as fotos que envias tornando, este blogg mais bonito, enchendo de vaidade todos aqueles que te adoram

Fernando Henriques disse...

Foi com muita atençao que li o texto do Francisco e de notar a sua felecidade , na vida e importante fazer aquilo que gosta-mos pois torna avida mais bela felecidades e boas viagens.

Manuel disse...

Olá Vera, já reenviei o teu comentário para o Francisco, é um prazer e um previlégio publicar estes post´s do Francisco, admiro gente com paixão pelo que faz, o Francisco é um exemplo de dedicação ao seu sonho, e o sonho comanda a vida, espero que esses seus sonhos passem a certezas e à realidade.
Vera tudo de Bom para ti e um beijinho também!
Manuel

Caro(a) visitante obrigado pelo comentário que também já seguio para o Francisco, tem absoluta razão pois estes post´s do Francisco dão um toque Especial ao blog, felizmente não pago ao Francisco, pois se pagasse com a popularidade destes post´s era uma fortuna heeh
Cumprimentos
Manuel

Manuel disse...

Amigo Fernando Henriques, gosto sempre de o rever por cá sinal que certamente estará bem.
O Francisco escreve com o coração como dizem os amigos(as) dele, neste país faz falta gente que desempenhe as suas funções com paixão e honestidade.

Hoje uma das minhas máquinas fotográficas vistou a Calheta abordo do Espírito Santo, espero ter umas fotos do seu porto na 2ª feira quando chegará novamente à Graciosa. Eu diria que bloguista pobre envia a máquina de viagem e fica, culpa da troika hehhe
Abraço,
Manuel

Fernando Henriques disse...

Amigo Manuel pois hoge estive com oMestre Manuel espero que tenha tirado algumas fotos do nosso porto ele partio para a Praia as12h15,o navio Espirito Santo e o unico a animar o porto da Calheta.Abraço F.Henriques

Manuel disse...

Amigo Fernando, espero que sim, um dia fiz esta experiência com os amigos do Ruby, mas em vez de me tirarem umas fotos do Ruby em Lisboa, tiraram dos cafés e ruas de Lisboa heheh.
Um Abraço,
Manuel

Anónimo disse...

Aqui há amor,empenho e dedicação em cada palavra, em cada descrição!
Parabéns Francisco... Está simplesmente fantástico!
Beijinhos
Andreia Jardim

Anónimo disse...

O Francisco é das melhores pessoas que eu cnheço,e que aquela gentinha nesta escola de merda o tratavam tão mal, ate canetas lhe andavam a atirar durante a aulas e os professores faziam de conta que não viam, mas ele agora decerto est a fazer aquilo que mais ama da forma mais rofissional que conheço, ele é unico, decerteza qu é a melhor coisinha que esta escola pariu nestes ultio anos, para o proxmo semestre acab eu tambem o curso, e estou farta desta merda toda, de cunhas e afins-.........

Claudia(Sesimbra) disse...

Amigo Francisco dos sete mares, adoro a maneira como escreves neste blog as tuas "aventuras em alto mar". É com enorme gosto que vou lendo este maravilhoso blog e com ele viajando nas tuas aventuras.Gosto muito da pessoa que és continua assim sempre com esse grande caracter. beijinhos cláudia (Sesimbra).

Anónimo disse...

Bom dia.

Nao posso deixar de comentar que esse anonimo do dia 2 de Abril, so pode ser atrasado, caso contrario nao iria estar a difamar a ilustre escola nautica. Oxala ele nao acabe o curso, mas mesmo que acabe, o processo de seleccao natural acabara por mandar esse terraquio para terra firme!

Viva a ESCOLA NAUTICA!

FRANCISCO NUNES disse...

Boa tarde anónimo do dia 29.REALMENTE VIVA A ESCOLA NÁUTICA... MAS COMO MÃE do Francisco não posso deixar de discordar de si,uma vez que senti na pele,tudo o que fizeram o meu filho passar. Sei que este é um País de compadrios e de cunhas,mas o tempo mostrará como você PRÓPRIO DIZ PELA SELECÇÃO NATURAL, QUEM REALMENTE AMA O QUE FAZ,e o faz muito bem. Deus queira que nunca passe ou tenha alguém próximo que passe o que o meu filho passou. Pois como diz o ditado"PIMENTA NO TRASEIRO DOS OUTROS É REFRESCO".

Manuel disse...

Já li muitas coisas sobre a escola nautica, aqui e em outros sítios, quase sempre mal, e a opinião que no estranjeiro se tem da escola devia servir para quem gosta dessa escola refletir, sim porque a imagem da escola no exterior é "linda".

Senhora mãe do meu Amigo Francisco, um grande abraço para si, deve-se orgulhar do homem que educou, um amigo que me ligou nos dias tristes da minha vida, é nos momentos tristes que vemos os amigos, essa formação não se dá em escola nenhuma, vem certamente do seio familiar, que o soube acompanhar e educar, o momentos dificeis do Francisco, serviram para o fazer crescer, como diz o povo "o que não nos mata, torna-nos mais fortes".
Manuel

Manuel disse...

Já li muitas coisas sobre a escola nautica, aqui e em outros sítios, quase sempre mal, e a opinião que no estranjeiro se tem da escola devia servir para quem gosta dessa escola refletir, sim porque a imagem da escola no exterior é "linda".

Senhora mãe do meu Amigo Francisco, um grande abraço para si, deve-se orgulhar do homem que educou, um amigo que me ligou nos dias tristes da minha vida, é nos momentos tristes que vemos os amigos, essa formação não se dá em escola nenhuma, vem certamente do seio familiar, que o soube acompanhar e educar, o momentos dificeis do Francisco, serviram para o fazer crescer, como diz o povo "o que não nos mata, torna-nos mais fortes".
Manuel

Anónimo disse...

Viva a Escola Nautica? LLLLLLLLLLLLLOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL, essa foi para rir certo?

deve de ter sido um dos "cunhas" a comentar, so pode hahahahahaha, é quem nem me vou dar ao trabalho de comentar e de falar sobre o que se passa dentro destes portões, poque é no minimo, VERGONHOSO, para um ensino superior e pra um país. Eu felizmente acabo agora o curso e VOU ME EMBORA daqui, ja entrei em contacto com algumas empresas estrangeiras e aresposta é sempre a mesma, pois é e aindanos dizem que temos trabalho em todo o lad, bem, tinhamos, hoje em dia a realidade não é bem essa, NINGUEM NOS QUER,não me venham para aqui com mrdas, arealidade é essa, para alguns, infelizmente, mas vamos esperar pelo futuro, são pessoa como o Francisco que fazem o bom nome dos Portugueses chegar la fora as empresas, e não a gentinha que por aqui andam/andaram, esperemos que hajam mais Franciscos, ou então estamos mal, estamos uitissimo mal...
Eu tenho o contacto da empresa onde o Francisco esta, e sabem uma coisa? eu falicom a emprea eles ficaram muitissimo interessados no trabalho realizado pelo Xico, e não estão a por entraves h´abertura das portas a mais praticantes Portugueses, depois d tudo o que ele passou nesta escola, e depois de ter saido daqui, em parte desiludido, não andar pela empresa a dizer mal dos Portugueses e ainareferir aos superintendents que somos bons e que so precisamos é de uma change para o mostrar, inclusive de empresa que nos abram as portas para estagiarmos, ESTES PEQUENOS ACTOS/GESTOS REVELAM MUITA COISA SOBRE UMA PESSOA, OU SERÁ QUE NÃO? há escola so interessou os amigos e aqueles que andavam todos fumados daquela cabeça, eu nunca vi o Francisco a faltar ao respeito a ninguem, muit menos a um professor, aocontrario aqueles.....a coisa que não faziam, era ter respeito, seja por quem fosse, inclusive pelos professores que os "apoiavam".

Um bem haja
a todos os Maritimos como o FRancisco

A.J.

Anónimo disse...

Infelizmente é o qe temos, tem coisas boas,e coisas menos boas, a fomaçao nesta scola não é das piores, e poderia ter um grande poetencial l foa, bastaria fazerem uns testes psicotécnico à entrada e proibir e controlar o uso de drogas por parte dos alunos, visto que a maioria das empresas não coita com este tipo de actividade tão apreciada nestes lados, bataria ter um pouco mais decontrolo sobrem quem e como mandamos para fora, era tão simples, e aliado à força que os nossos Portugueses tem, seria a forma exacta de brilhar, nunca etendi porque nunca se fez no alojamentos uma rusga a sério, surpresa sem ninguem saer, sem rpesidente da Acossiação, sem nada, assim uma coisa surpresa, cmum "copo" paa urinarem, etc etc...
Penso que seria o cminho a seguir, quanto aos facilitismos, isso haverá pra todo o sempre, não podemo fazer nada cntra, é tirar o curso e seguir o nosso rumo, o que não poemos pemitir é alunos tratarem outos de certas formas menos apropriadas, como vandalisar o seu quarto, ameaças, entre outro tipo de coisas, afinal, é uma escol e não um bairro (sem ofendr a quem moa em bairros), so porque há alunos que de facovem com esta profião marcada no sangue, e há outros que não, então ha sempre este tipo e rivlidade estupida que não deveria e existir, alido ao uso de susbtancias etranhas, por vezes bastacomeçarmos a subir as escadas dos alujamentos que o odor a..... esta por toda a parte, não me digam que só eu é que sinto, pois, não ha interesse em fazer as coisas a sério....:s é uma pena, a Escola tem tudo para dar certo, mas em vez de cuidarem os docntes do que esta ca dentro para deixa sair, não, apenas sepreocupam com numeros, e numeros não significa qualidade.....

Pedro ESNIDH

FRANCISCO NUNES disse...

Até que enfim... alguém tem a verdadeira coragem de falar sobre o que de verdade se passa na ESCOLA NÁUTICA... SE calhar tem sentido na pele,o que o poderio da cunha tem infelizmente.AO MEU FILHO FRANCISCO vandalizaram-lhe o quarto,e até hoje nada feito,recebeu ameaças no télemóvel tal como"pensas que vais acabar o curso sem levares nos cornos"?Mas não fica por aqui.Há muito mais...Mas não pensem que ficou por aqui. vésperas de exame, um professor dar enunciados a alguns meninos,e os que ainda não tinham perguntam,e então nós? Isto não é para vocês. Agora cada um que tire as suas próprias conclusões. De certo não será difícil.No 2 ano do curso do meu filho as coisas estavam de tal modo, que fomos de propósito, falar com alguém da direção da escola ,tudo estava a tomar um rumo deveras preocupante.Alguma coisa foi feita ,mas...há coisas na escola que prevalecem´, a favor dos valores que qualquer ser humano de caráter deve ter. Como mãe não posso deixar em branco tudo isto ,e salientar que o meu filho é um verdadeiro HOMEM.Mesmo com tudo por que passou tem atingido os seus objetivos. Amigo Manuel é com grande prazer que vou deitando o olho ao seu blogue.Vejo que também partilha do seu amor pelo mar,e quando diz que o Francisco teve uma boa educação...nem sabe quão felizes ficamos. Instrução não é educaçao, esta vem do Berço.Um grande abraço para si.Paula Nunes

Anónimo disse...

Alguem sabe do eu doce FRancisqinho? o que é feito dos seus textos lindos? o que é feito dele? está tudo bem com ele?:s estou preocupadinha:. bejinhosss para o meu doce coração.

Inês

Manuel disse...

Ola Ines, acabei de enviar um mail ao Francisco, logo que ele responda coloco aqui o coment´´ario.
Cumprimentos,
Manuel

Anónimo disse...

Hace un tiempo que me diste este blog para leer lo que escribias y recien ahora puedo leerlo, el portugues no es mi idioma pero entendi todo,que linda historia la del niño que resultaste ser tu :P y estoy segura que eso no acaba ahi, a pesar de lo que me contaste que pasaste lo lograste :) y se que vas a lograr muchisimas cosas mas, ten en cuenta que no todas las personas son malas en el mundo, siempre habra gente como tu...un abrazo enorme donde estes, sabes que te aprecio mucho, abrazos, mucha suerte Francisco :D

Claudia (Lima) ;)