Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sábado, 23 de janeiro de 2016

Porto de Ponta Negra, República do Congo








© Copyright fotos: Cte Henrique Almeida, Congo.
Algumas fotos gentilmente partilhadas pelo amigo, Cte Henrique Almeida, relativas ao Porto de Ponta Negra,  República do Congo. Pointe-Noire (pronúncia: Puénte-Nuarre) ou Ponta Negra é a segunda maior cidade e principal centro comercial da República do Congo. No censo realizado em   2007 a sua população era de  1 100 000 habitantes.

Pointe-Noire está localizada na Baía de Pointe-Noire, Oceano Atlântico, e se desenvolveu em função da indústria petrolífera e da indústria da pesca. A economia de Pointe-Noire é baseada na exploração do petróleo, e atividades portuárias.

O Porto de Pointe Noire é o maior porto da República do Congo (África Central)
-Tráfego: 9.1 milhões de toneladas
-Docas: 4,8 Km
-Terminais especializados
-O Porto de Pointe Noire é um Programa de Investimento Prioritário da União Européia (128 milhões  EUR)
-Desenvolvimento de um Porto petrolífero (China Holdings e Bridge Corporação)
-Depósitos logísticos
-Refinaria
-Bolloré África logística ganhou a concessão do Terminal de contentores
-O Porto de Pointe Noire é a porta de entrada  para: a República Centro-Africana, o Chade,  Camarões, o Gabão, Angola, a  República Democrática do Congo
Fontes: Wikipédia; EENI - Escola de Negócios.

4 comentários:

Rui Carvalho disse...

Não sei porque é que esse comandante trocou um porto a sério por um cais de segunda linha em África. Sinceramente!!! 😽

Manuel Bettencourt disse...

Sim tens razão trocar o porto da Graciosa por este porto é uma loucura! :)

Um Abraço
Manuel

Henrique Almeida disse...

Tudo na vida se resume aos Euros... Se esse porto a sério como cita o Sr.Carvalho pagar o mesmo que este cais de segunda, terei muito gosto em voltar.

Manuel Bettencourt disse...

O sr Carvalho só pode estar-se a referir ao porto da graciosa, pois outro porto de primeira não existe nos Açores!

Um grande abraço crazy😁
Manolo