Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Estreia do N/M "LEO STAR I" no Porto da Praia da Vitória






© Copyright texto e fotos: Cte Rui Carvalho, Terceira.
Pesquisa de dados técnicos: Paul Peixoto, Boston.
Registo fotográfico da entrada do N/M "LEO STAR I" no porto da Praia da Vitória com o auxilio dos rebocadores portuários "ILHA DE SÃO LUÍS" e "PERO DE TEIVE" das Dirções Gerais do Triângulo e Grupo Ocidental e de São Miguel e Santa Maria, respetivamente. Ocasião rara que aqui destacamos. Este graneleiro manifesta cerca de 10.600 toneladas de milho para os recebedores UNICOL e TERCEIRENSE RAÇÕES, ficando a bordo outra partida de peso igual para recebedores na Ilha de São Miguel.
 Nome: LEO STAR I.
Tipo: Graneleiro.
IMO: 9044011.
Indicativo: ELXC6.
MMSI: 636015065.
Bandeira: Libéria.
Porto de Registo: Monrovia.
Número Oficial: 15065.
Donos e Operadores: Asterismos Navigation Corp.- Atenas, Grécia.
Classe: Bureau Veritas.
Ano de Construção: 1993.
Estaleiro: Onomichi Dockyard Co. Ltd.- Onomichi, Japão- Casco#369.
Comprimento Fora a Fora: 157,50 metros.
Boca Máxima: 25,03 metros.
Calado: 9,15 metros.
Arqueação Bruta: 13,696 toneladas.
Porte Bruto: 22,145 toneladas.
Número de Tripulantes: 27.
Gruas: 4X 30,00 toneladas.
Potência de Máquina: 5,295 kW (7,199 hp), 158,00 rpm. 1 hélice FP, 158,00 rpm.
Velocidade de Serviço: 14,00 nós.
Velocidade Máxima: 14,40 nós.
Potência de Máquinas Auxiliares: 1,100 kW.
Número de Caldeiras: 1.
Potência de Geradores Auxiliares: 960,00 kW.
Nomes Anteriores: Dorothea Oldendorff (1993-08/2004), Beatriz (08/2004-01/2011).
Último Porto: Pireos, Grécia.
Próximo Porto: Ponta Delgada.

Sem comentários: