Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Vasco Cordeiro anuncia concurso público internacional para o Porto da Praia da Vitória


© Copyright texto: GACS
Copyright fotos: 1ª MM Bettencourt; 2ª João Mendonça; 3ª GACS.
O Presidente do Governo dos Açores anunciou hoje o lançamento do concurso público internacional para a concessão da exploração e da operação do Porto Comercial da Praia da Vitória, uma medida destinada a atrair investimento externo para a ilha Terceira.

“Estamos a dar passos muito concretos no sentido de resolver aquilo que falta resolver relativamente aos efeitos da decisão da Força Aérea norte-americana de redimensionar a sua presença na ilha Terceira”, afirmou Vasco Cordeiro, após ter recebido os Deputados do PS na Assembleia da República eleitos pelos Açores, Carlos César, Lara Martinho e João Castro.

Vasco Cordeiro salientou que um desses passos – que foi referido na reunião da Comissão Bilateral Permanente que decorreu na passada quinta-feira, em Washington – é o facto de o Governo dos Açores se preparar para lançar um concurso público internacional de concessão da exploração e da operação no Porto Comercial da Praia da Vitória.

“Esta é uma matéria que se enquadra na importância do investimento externo nesta componente de quem quer que seja que veja neste concurso uma oportunidade de rentabilizar os seus legítimos interesses e de, simultaneamente, contribuir para a criação de riqueza e de emprego nos Açores, nomeadamente na ilha Terceira”, destacou o Presidente do Governo.

Vasco Cordeiro recordou ainda que, quer no âmbito do Plano de Revitalização Económica da Ilha Terceira (PREIT), quer no âmbito da Declaração Conjunta que foi assinada por ocasião da visita do Primeiro-Ministro aos Açores, há passos que competem ao Governo dos Açores, que os tem concretizado na prática.

Nas declarações que prestou no final da audiência, que decorreu em Ponta Delgada, o Presidente do Governo destacou a oportunidade deste encontro, que permitiu analisar detalhadamente um conjunto de matérias, mas também aprofundar o conhecimento sobre as posições e os fundamentos do Governo sobre várias questões de interesse para a Região.

“Isso é algo que não deixa de, nesta legislatura, marcar a diferença pela positiva em relação a outras posturas que temos presenciado”, afirmou Vasco Cordeiro.

Sem comentários: