Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Carlos César considera que alteração na Box Lines a aproxima mais dos Açores

O Presidente do Governo dos Açores disse esta manhã, no final de uma audiência que concedeu ao Presidente do Conselho de Administração do Grupo Sousa, Luís Miguel Sousa, que o seu executivo se congratula com a “alteração genética na Box Lines”, empresa que foi recentemente adquirida por aquele grupo económico madeirense ao Grupo Sonae.
Para Carlos César, essa alteração aproxima mais a Boxline “da compreensão do negócio no contexto de um arquipélago dos Açores” e, por isso, vai permitir “uma melhor sensibilidade, em geral, dos operadores, por impulso, mas em particular da Box Line, que tem uma quota importante do mercado de transporte marítimo.”
O Presidente do Governo disse ainda que o encontro permitiu, também, falar com maior detalhe de vários aspectos que envolvem esta função da empresa e passar em revista “áreas de potencial investimento e de interesse empresarial em desenvolvimento nos Açores, visto que há um novo operador no mercado e, sempre que há um novo operador, há um novo potencial investidor.
(©) Copyrights texto: GACS/CT
(©) Copyrights fotos: 2ª GACS/CT; 1ª,3ª e 4ª, MM Bettencourt, Graciosa.

2 comentários:

Farinha disse...

Eu já tinha comentado que a compra da Box Lines pela EEM (Grupo Sousa) seria benéfica para o transporte de mercadorias contentorizada entre os Açores a Madeira e o Continente.
Ainda bem que o vosso Presidente do Governo Regional acarinha o novo proprietário.
Gostei da foto onde se encontram ambos.
Um abraço
Paulo Farinha

Manuel disse...

Amigo Farinha, também gostei de ver esta foto, espero que a Box Lines continue prestando um bom serviço aos Açores e à minha ilha. Sabe que o porto da Graciosa è o unico onde apenas opera a Boxlines ( contentores. Embora as outras empresas também posicionam contentores na ilha), dai a importância que dou a este operador, que pertencendo a um Grupo insular talvez tenha um entendimento diferente da importância da sua missão.
Abraço,
Manuel