Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

quarta-feira, 9 de março de 2011

Será que os "Fenícios" tinham razão?

Um dia recebia do Amigo Leandro Martins, Faial, esta bonita foto,  mais tarde graças a um comentário deixado por um visitante de nome Tomás, vim a perceber tratar-se de uma réplica de um barco Fenício.
Na altura ao visitar o blog da tripulação do "Phoenicia", achei super interessante a justificação que lá constava para o desvio até aos Açores, mais precisamente ao porto da Horta, na altura escrevi o seguinte:
Se toda esta história já era fascinante, ainda mais interessado fiquei quando ao ler o blog da tripulação do "Phoenicia", estes faziam uma explicação pelo facto de esta viagem incluir um desvio até os Açores (Horta). Segundo o texto lá publicado põe-se a hipótese dos antigos Fenícios já conhecerem a existência dos Açores antes do descobrimento pelo Portugueses em 1430, enfim vale a pena ler o artigo completo. 
Pois bem á poucos dias lembrei-me deste post ao ler o jornal Açoriano Oriental, onde lá se escrevia que "Estruturas funerárias descobertas nos Açores podem ter mais de dois mil anos". A verdade  é que  há quem tenha explicação para essas construções, mas independentemente disso lembrei-me do que estava escrito no blog da tripulação do "Phoenicia", e como esta se referia também á ilha do Corvo, achei interessante relembrar este post. até porque uma das disciplinas preferidas da minha vida de estudante era precisamente a de História. Agradêço a vossa opinião sobre este tema.
Fontes: Açoriano Oriental. Phoenicia.org
 (©) Copyright foto: Leandro Martins, Horta; Imagen: Phoenicia.org.

Sem comentários: