Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

segunda-feira, 7 de março de 2011

Chávez, reforça-se.

En muelle armamento, después de la botadura.Naiguatá GC-23, entrando auxiliado por VB Tenerife.
Navantia Cádiz, entrega o terceiro Buque de Vigilância Litoral (BVL) , de uma série de quatro, (os seus gémeos já entregues: o Guaicamacuto (GC-21) e o Yavire (GC-22). Ademais constrói também para Venezuela, outros quatro patrulleros oceánicos, com maiores dimensões e prestações. Este contrato de oito navios supõe um respiro vital para o estaleiro gaditano, nesta época de crise.
O navio GC-23 "Naiguatá" conta com 79,90 metros de eslora e capacidade para deslocar 1.453 toneladas, pode atingir uma velocidade máxima de 22 nodos. Desenhado para realizar diferentes missões como vigilância e proteção da zona litoral, proteção do tráfico marítimo, assistência humanitária etc. O BVL possui coberta de voo para um helicóptero tipo AB212 ou AS565, bem como com rampa em popa para uma embarcação pneumática semirrígida. Dispõe também de equipas de luta contra os vertidos (dispersantes, bombas, barreiras, flotadores) e sistema para luta contraincendios.
O navio venezuelano realiza escala técnica em Tenerife em a sua viagem de entrega à Marinha do país caribenho.
Fotos 1, 5 e infograma: (©) Copyright, Navantia, Cádiz.
(©) Foto 2, Copyright MPRE, Tenerife.
(©) Copyright texto e imágenes: Antonio Sáez, Tenerife.
Pruebas de mar en aguas de Cádiz.

2 comentários:

davidB disse...

se quiser saber mais sobre estes e muitos outros barcos de Guerra que Espanha esta a fazer para a Venezuela vai aquele forum que eu lhe falei a uns tempos atras

este é o CG-21 Guaicamuto mais Lá tem fotos das contruções :

GC-23 Naiguatá
GC-22 Yavire
T-64- Los Llanos
PC-24 kariña
PC-22 Warao
PC-21 Caribe
PC-23 Yecuana
Bo-11 Punta Brava

se gosta de barcos vai adorar esse forum

Manuel disse...

Caro DavidB, mais uma vez Obrigado, vou dar um saltinho. Mas com este post do amigo Sáez, fiquei a pensar nos tais patrulhões.
Abraço,
Manuel