Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Programação dos porta-contentores da linha dos Açores, e a sua actual capacidade


Porto da Graciosa, dia 3 de Outubro de 2013, em porto o porta-contentores da Transinsular, "Ponta do Sol", e o navio de carga geral dos TMG Lda, "Ponta da Barca".
Com a escala hoje do navio, "Ponta do Sol", no porto da Graciosa, aproveito para voltar ao tema de um  post recente, sobre a incapacidade da frota da linha dos Açores em transportar toda a carga com destino aos Açores .
Actualmente a linha dos Açores conta com uma frota de 6 navios depois de dois abandonos e consequentes ajustamentos. Primeiramente o N/M "Ruby", e posteriormente o N/M "Insular", operados pela Box Lines e Transinsular respectivamente. Os dois navios somavam uma capacidade  de 1130 Teus, e representavam um DWT de 12280. Lembro que estes dois parâmetros são apenas exemplificativos, uma vez que, quer a capacidade em Teus, quer o DWT, não representam  a capacidade de carga real.
Tal como acontecia anteriormente existe dois grupos de navios, um que opera na "semana par" nos Açores, composto por "Ponta do Sol", "Monte da Guia" e "Furnas", e um grupo que opera na "semana ímpar", este composto por, "Madeirense 3", "Corvo" e "Sete Cidades". De verificar no itinerário de Outubro que do grupo da "semana par", apenas o "Monte da Guia", da Transinsular vai a Leixões, enquanto do grupo da "semana ímpar", vão a Leixões, o "Madeirense 3" e o "Corvo", da Box Lines e  Mutualista respectivamente. De relembrar que as baldeações necessárias são posteriormente efectuadas em Ponta Delgada, como é o caso da carga que chega à ilha Graciosa proveniente de Leixões.
O "Ponta do Sol", regista o interessante facto de ser operado rotativamente por Box Lines e Transinsular,  tendo ainda a particularidade de não escalar a Praia da Vitória quando opera por este ultimo operador.
Com o actual problema de logística, lembrei-me de alguns que defendem navios de maior dimensão/capacidade,  com apenas duas portas de entrada nos Açores, Ponta Delgada e Praia da Vitória, e com um sistema de "feeders" inter-ilhas. Não é algo que me agrade, mas gostaria de contar com os comentários dos nossos visitantes sobre o assunto!
© Copyright fotos: MM Bettencourt, Graciosa
© Imagem Itinerário: Transinsular
© Tabela: MM Bettencourt

Sem comentários: