Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sexta-feira, 4 de julho de 2014

N/F "Atlântida" vendido à Thesarco Shipping

Fonte: Açoriano Oriental.
© Copyright fotos: L. Ré /blog Pilot Boat.
A administração dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) decidiu hoje vender o Atlântida, navio que o Governo dos Açores encomendou aos estaleiros e depois rejeitou, por quase de 13 milhões de euros aos gregos da Thesarco Shipping.

6 comentários:

Tiago Matos disse...

Mais valia dizer que foi dado.

Luis Miguel Correia disse...

Coitadinho do ATLÂNTIDA que não merecia esta sorte de navio maldito. Estive a investigar a THESARCO SHIPPING e não fiquei impressionado, é uma empresa de vão de escada especialista em abandonar navios e não pagar às tripulações, dar golpadas junto dos carregadores, enfim uma entidade não recomendável de ser parceira do Governo de Portugal.
(http://lmcshipsandthesea.blogspot.pt/2014/07/atlantida-para-grecia.html)

Manuel Bettencourt disse...

Boas Caro Tiago e Caro Sr Luís Correia,

Este é mais uma episódio desta "novela", por várias razões não me sinto com à vontade para fazer grandes comentários, apenas leio os vossos e aprendo nomeadamente na questão da informação sobre os compradores!

Abraço aos dois

Manuel

Anónimo disse...

Para enganar um judeu,só um grego dizia O velho Medeiros e Almeida que foi braço direito (?) do sr. Vasco Bensaude. Os gregos compraram um bom barco por uma pechincha. Tolos são os que insistem em alugar velharia de 40 anos como o Santorini ou o super desconfortavel Hellenic Wind que dá 37 nós, mas que aqui raramente passa dos 24-25 Kn. Façam um inquerito aos passageiros que foram as Sanjoaninas nesse ferry a partir de P. Delgada e já têm o feedback. Quem andou nas lides do mar sabe que Onassis, Chandris, a Epirotiki dos irmaos Potamianos, os Niarchos ou os Typaldos foram famosos pelas trafulhices. A Thesarco ou a Hellenis Seaways devem andar na bitola.
Joao Moura

Manuel Bettencourt disse...

Caro João Moura,

Obrigado pelo comentário, mas como disse não quero falar sobre este assunto.

Cumprimentos
Manuel

Anónimo disse...

Comparem o preço a que foi vendido um ferry como novo embora parado há 5 anos, com o preço pago pelo fretamento de uma velharia com 40 anos!

So rir este País!