Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Portos dos Açores, SA, lança concurso para a construção do Prolongamento do Molhe-Cais do Porto das Velas

© Copyright fotos: 1ª Miguel Nóia; 2ª Gacs.
A empresa de capitais públicos Portos dos Açores, S.A., responsável pela gestão das principais infraestruturas portuárias das nove ilhas do arquipélago, acaba de lançar o procedimento contratual com vista à execução da empreitada de “Construção do Prolongamento do Molhe-Cais do Porto das Velas, na Ilha de São Jorge”.

Trata-se, formalmente, de um concurso limitado por prévia qualificação, cumprindo esta empreitada o compromisso oportunamente assumido pelo Governo dos Açores na «Carta Regional de Obras Públicas 2013-2016» relativamente a investimentos nos portos da Região.

Este procedimento tem um valor base de € 18.000.000,00 (dezoito milhões de euros) e prevê um prazo de execução de 24 meses, compreendendo a empreitada o prolongamento do cais comercial atual e respetivo molhe de proteção em mais 150 metros, a construção de uma nova gare de passageiros, adjacente à rampa ro-ro para navios ferry, e o reordenamento dos espaços envolventes.

Na empreitada de “Construção do Prolongamento do Molhe-Cais do Porto das Velas” inclui-se, ainda, a construção de um edifício destinado a oficinas e garagem dos equipamentos de movimentação das mercadorias e a instalação de redes técnicas (água, energia elétrica, combate a incêndios e combustíveis) no prolongamento do cais e a reabilitação/beneficiação das redes já existentes.

Os trabalhos a contratualizar têm em vista possibilitar a operação simultânea de dois navios naquela infraestrutura portuária, melhorar as condições de agitação marítima, não só no cais comercial e respetiva bacia de manobra mas também na entrada e interior da marina local e, ao mesmo tempo, permitir um melhor ordenamento de todo o porto, separando as suas principais valências (mercadorias/passageiros) e aumentando a segurança nas operações portuárias, de acordo com o código ISPS.

A execução da empreitada de “Construção do Prolongamento do Molhe-Cais do Porto das Velas” irá proporcionar, por fim, um funcionamento integrado da nova gare de passageiros com a rampa Ro-Ro e respetivos acessos rodoviários, reorganizando o parqueamento de contentores.

1 comentário:

Tiago Matos disse...

Uma baía tão bonita, abrigada, e com grande potencial ali toda engarrafa, se tivessem feito a marina maior e encostado a rampa mais atras, estaria muito melhor, mas isto é a opinião de um tolo

Abraço
Tiago