Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

FAROLIM DAS FORMIGAS

FAROLIM DAS FORMIGAS
Localizado num rochedo localizado a 23 milhas a NE de Santa Maria, a construção deste Farol já estava projectada desde 1883, mas só em 1948 é que começou a sua construção, cientes de que representava um enorme perigo para a navegação, não foi por acaso que um navio de bandeira Grega o “Olimpya” encalhou em Junho de 1921 apesar do azar houve alguma sorte, o mar estava calmo e não houve vitimas mortais.
Obra difícil de se realizar devido a toda a logística que teria de ser realizada e programada, como foi o caso de zonas de desembarque, a construção começou a 10 de Junho de 1948 e foi realizada em 36 dias úteis de trabalho!A energia era assegurada por gás acetileno.
No ano de 1988 foi montado neste Farol e simultaneamente no Farol de Gonçalo Velho o sistema de monitorização com controlo á distancia que consistia enviar o sinal via rádio do estado das lâmpadas, este sistema foi abandonado em 1990 devido á falta de fiabilidade.
No ano de 2004 o aparelho óptico e lanterna foram substituídos, foi instalado o moderno sistema ML300 com lâmpadas de 50W/12V e dois painéis fotovoltaicos de 40W, conferindo-lhe um alcance de 12 milhas, com esta alteração o Farol fica com mais autonomia, fiabilidade e um consumo de energia ainda menor.
A manutenção é assegurada pelo Faroleiros que prestam serviço na Balizagem de Ponta Delgada, em situações normais é feita manutenção uma vez por ano, geralmente entre Junho e Julho, com o reforço dos Faroleiros que prestam serviço nos Faróis de São Miguel (Arnel, Cintrão, Ponta Garça, Ferraria), o transporte marítimo utilizado é a corveta da Marinha que está em comissão de serviço nos Açores.
Durante a noite o pessoal que presta serviço no Farol de Gonçalo Velho assegura a vigilância do seu funcionamento, a uma distância de 22 milhas náuticas.
Altura: 19mts
Altitude: 22mts
Período: 12seg
Alcance: 12mn
(©) Copyright texto: Mário Gomes Silva, Santa Maria.
(©) Copyright fotos: V. Mendes; Direcção de Faróis.

2 comentários:

Rui Carvalho disse...

Caro MMB

Excelente post do nosso amigo Mário Silva, a quem felicito.
Imagino a aventura que terá sido para todos aqueles bravos a construção de tão importante ajuda à navegação.
Um acto épico e quiçá heróico numa época com tão poucas condições.

Abraço

ErrE

Manuel disse...

Boas Erre, o nosso amigo Mário é um especialista neste assunto, diria mesmo que é uma etiqueta da sua responsabiliade. Importante dar a conhecer a história por trás de cada farol ou farolin.
Abraço,
Manuel