Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

segunda-feira, 14 de março de 2016

Só Ponta Delgada pode ser placa giratória de mercadorias nos Açores

© Imagem: Capa do Jornal Correio dos Açores.
Titulo de destaque na capa do jornal, "Correio dos Açores", do dia 12 de Março de 2016. Não li o artigo completo, mas pelos vistos os 3 armadores que asseguram a carga contentorizada, estarão de acordo. Convido os visitantes do blog a comentarem e se possível indicarem o artigo completo, Obrigado! 

8 comentários:

João Bettencourt Mendonça disse...

Sem surpresas!!!

Já era de esperar e a grande parte da culpa é das ilhas do grupo central e ocidental, pois não se unem na hipótese de transformar o porto da Praia da Vitória na plataforma logística por excelência para abastecer estas ilhas.
Na Terceira querem lá meter é portos de cruzeiro e ferrys misturados com cargas e as restantes ilhas não querem a plataforma logística, pois acham que estão melhor servidos com grandes barcos vindos diretamente do continente, apesar da diminuta carga e dos adiamentos e cancelamentos que frequentes vezes acontecem, especialmente nas ilhas mais pequenas e com portos pequenos e desabrigados.

Ora isto cai que nem uma luva nas pretensões dos defensores de um mega porto em São Miguel, pois assim, nem precisam de fazer muito lobby, visto as outras ilhas estarem a empurrá-los para o que pretendem com uma facilidade medonha.

Estão todos no bom caminho. Parabéns!!!
Depois, as ilhas "de baixo", não se queixem do centralismo de S. Miguel!!!

Anónimo disse...

Meu Caro,

A Terceira está interessada no bem das "ilhas de baixo", ou no seu próprio bem?

Cumprimentos
Asterix

António Silva disse...

A ilha Terceira nunca se preocupou com as ilhas de baixo até os seus habitantes tinham a forma de dizer que iam ás ilhas pois dava a ideia de viverem num continente agora estão muito atrás de S. Miguel e as ilhas de baixo já fazem sentido para reivindicar a placa giratória, já não apanham o comboio.

Anónimo disse...

Concordo plenamente!
Como diz o povo, boca santa!

Anónimo disse...

De Cadela a Cão poucas léguas vão.
Todos, grandes e pequenos Bairristas.

Vergonha.

MC

CM

Anónimo disse...

Então os tranportadores iam Para a Terceira vidos de fora e depois muito mais de metade da carga tinha de ser transbordada para S. Miguel ??


Onde está o bairrismo nisto? É só uma questão de conta e bom senso.

CAP CRÉUS disse...

Compadrios; Vigarices; Negócios obscuros; delapidação de património;Falta de interesse por parte da população...

Anónimo disse...

Bom dia, eu como ando no ramo, ou seja, faço parte de uma tripulação que anda aqui na "Vaca Line" sei muito bem que muita carga é destino PDL mas que depois vê-se que é frete corrido...ou seja, contentor sai do navio em PDL e tira 25% da carga e depois volta a entrar no mesmo navio...assim é facil dizer que 70% da carga vem toda para PDL. Enfim...bairrismo ou não, estamos a ficar para trás em relação a PDL.

Só espero que os Governo dos Açores não venhas com mais obras da treta para ficar-mos a pagar isto para o resto da vida.

MC

MPS