Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

domingo, 16 de agosto de 2009

"Meu" querido Ponta Delgada

O “Ponta Delgada” foi o primeiro navio em que embarquei, numa viagem com destino à Horta, tinha os meus sete anos e jamais esquecerei essa viagem pois foi a única que efectuei com o meu querido pai, por isso faço um esforço para não me esquecer deste navio, apesar deste já ter desaparecido, continua a fazer parte das memórias do povo Açoriano, que o recorda com saudade, pois uniu os Açores durante 22 anos. O "Ponta Delgada" esteve ao serviço nos Açores entre 1962 e 1984, foi construído em Lisboa, e lançado à água a 3-4-1961 tendo como Madrinha a Dª Maria Madalena Pinto Basto Bensaude, foi construído segundo o projecto do Eng. Construtor Naval Rogério de Oliveira, que alem de navios de guerra, como a corveta “António Enes”, foi também responsável pelos projectos dos paquetes “Principe Perfeito” e “Funchal”, sendo o “Ponta Delgada” uma miniatura deste ultimo, que ainda navega graças a um armador Grego.
Características técnicas: Comprimento ff.: 67,17 m; Comprimento pp.: 60,00 m; Boca: 10,20 m; Pontal: 6,25 m; Calado: 3,51 m. Máquina: 1 motor diesel Sulzer de 7 cilindros, modelo 7 TAD 36; potência de 1.575 bhp a 260 rpm; 1 hélice. Velocidade: 13.5 nós (máx. 14 nós). Passageiros: 400 (74 - turística, 64 – 3ª classe, 262 sem acomodação. Tripulantes: 32. Custo: 27.347.000$00.
Um AGRADECIMENTO ao Sr. Luis Miguel Correia, pela gentil autorização de utilização das suas fotos, e informação constante na grande base de dados que é o Blogue dos Navios e do Mar.
(©) Copyright fotos: Luis Miguel Correia/ Blogue dos Navios e do Mar.

Sem comentários: