Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Estreia do N/M "RUBY" na Graciosa

O N/M "RUBY" da frota da Box Lines, SA, estreou-se no porto da Graciosa, num dia que este registou um movimento interessante atendendo como é óbvio á dimensão do porto e da ilha. Para além da estreia do "RUBY" registamos ontem a operação do N/M " PONTA DA BARCA", dos Transportes Marítimos Graciosenses, Lda., e mais tarde depois da saída do "RUBY", operou o habitual ferry de 5ª feira o HSC "HELLENIC WIND".
Esta estreia do "RUBY", fica marcada na minha memória pela utilização do rebocador da APTG, SA adstrito ao porto da Praia da Vitória "O BRAVO", uma vez que o navio tinha uma avaria no impulsor de proa, a manobra de entrada assessorada pelo Piloto de serviço, permitiu também á lancha de Pilotos "ELECTRA", pôr em acção a sua polivalência que a caracteriza.
A Box Lines escala assim a Graciosa uma semana depois da ultima viagem, e como facilmente se pode perceber teve que empregar o seu empenho e vontade, e utilizar os meios dísponiveis para operar , mantendo assim a habitual semana ímpar que permite a sempre importante ligação com a Madeira, através da Transinsular ( baldeação em PDL), exemplo disso a maior parte da carga de ontem eram contentores de gado bovino, e alguns deles com destino a esse tão apreciado mercado . Ao contrário do que aconteceu recentemente, desta vez (como sempre) ninguém se referiu ao facto positivo de termos contentores duas semanas consecutivas, nem muito menos ao esforço que foi feito, parece-me que nesta sociedade quando se faz algo positivo passa despercebido, apenas se valoriza o negativismo e o mal dizer, e ás vezes com grande falta de precisão, por isso não admira que este País esteja deprimido, e não é pouco.
Nome: RUBY
Estaleiro: Qingshan, Wuhan, China.
Data da entrega: 12/2001
T. arqueação bruta: 4454 tons
T. arqueação líquida: 2141 tons.
Comprimento: 100,6 mts.
Boca: 18,8 mts.
Calado: 6,65 mts.
Velocidade:15,4 nós.
Motor principal: MAK 9M32 C, 4320 Kw a 600 rpm.
Bowthruster: 350 Kw
Acomodação: 13 pessoas/ 13 cabines.
Capacidade Teus: 505
Gruas: 2 x 40 tons
Copyright fotos: MM Bettencourt: 2ª e 6ª João V. Gouveia, Graciosa.

3 comentários:

Ricardo disse...

Já vi este menino por Lisboa, mas não houve oportunidade para fotografá-lo! É um navio "igual" aos que estão nas carreiras das ilhas...

Manuel disse...

Amigo Ricardo, este menino como sabes é irmãozinho do Apolo, S. Rafael, S. Gabriel que por cá passaram nos ultimos anos.
Abraço,
Manuel

Ricardo disse...

Sim Manuel sei disso, é aliás um tipo de navio bastante vulgar de construção Alemã. Já visitei um estaleiro (na net, penso que o mesmo onde este foi construído), e só lá estavam 4 do género destes parados, mas com nomes todos esquisitos, talvez algum dia, algum dia ainda cá venha parar...são navios funcionais!