Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

quinta-feira, 8 de julho de 2010

STELLA MARIS DE LEIXÕES

STELLA MARIS DE LEIXÕES
APOSTOLADO DO MAR
INTERNATIONAL SEAMEN'S CLUBE
A Organização Marítima Internacional declarou 2010 como o Ano Marítimo, para render homenagem à contribuição social dada por milhão e meio de marinheiros que trabalham em situações difíceis criadas pela natureza e pelos homens a quem servem.Os Marinheiro são definidos como "pessoas invisiveis", porque passam rapidamente pelos portos.A celebração anual do Domingo do Mar convida as comunidades cristãs a olhar os marinheiros como "pessoas reais" que, com trabalho duro e grandes sacrificios, contribuem para que a nossa vida seja mais cómoda.Os Marinheiros não são trabalhadores como os que se encontram em terra firme; são diferentes também, porque não os vemos ir trabalhar todos os dias. Os seus contractos obrigam-nos a deixar por longo tempo as suas esposas, os seus filhos, a sua família, os seus amigos e a sua terra. Eles navegam de um porto ao outro, muitas vezes em lugares isolados e com curto tempo para descer a terra antes de embarcar novamente e voltar ao mar. O perímetro da embarcação é o seu mundo, o espaço da cabone é a sua casa; compartilham o trabalho com pessoas de nacionalidades e religiões diferentes e usam uma "babel" de linguagens para comunicar-se. Para o Marinheiro a solidão é companheira e as injustiças o pão de cada dia. Estão sujeitos a ataques dos piratas, a detenções arbitráruias, a graves acidentes de trabalho, a assistência precária, à exploração e abandono dos armadores. Por tudo isto O STELLA MARIA É UM PORTO DE ABRIGO E A SEGUNDA FAMÍLIA DO MARINHEIRO!No próximo dia 11 de Julho, reze pela obra do "Apostolado do Mar", ofereça o seu donativo generoso, participe no Almoço a seu favor e conheça mais de perto o STELLA MARIS DE LEIXÕES.
São gestos de solidariedade que agradecemos!

Sem comentários: