Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

N/D "Dragocidental" a seco na Praia da Vitória

Navio draga, "Dragocidental", a seco no porto da Praia da Vitória, no dia 25  de Fevereiro.  O elevador deste porto, vai coleccionando alguns clientes, dando vida a um sector que pode e deve ser explorado.
Nome: DRAGOCIDENTAL.
Tipo de Embarcação: Draga de Sucção.
IMO: 8733328.
Indicativo: CSYN4.
MMSI: 204671360.
Bandeira: Portugal.
Porto de Registo: Santa Cruz das Flores.
Matricula: SF-16-AL.    
Ano de Construção: 1974.
Pais de Construção: Reino Unido.
Comprimento Fora a Fora: 30,50 toneladas.
Boca: 7,92 toneladas.
Pontal: 2,61 metros.
Arqueação Bruta: 154,00 toneladas.
Arqueação Liquida: 46.00 toneladas.
Potencia de Maquina: 328,00 kw (440,00 hp). 1 helice. 
Nomes Anteriores: Magheraglar (1974-2005) e Marigot Bay (2005-2010).
Transformado de Funil de Carga/Draga em Embarcação de Pesca em Janeiro de 2005. Transformado de Embarcação de Pesca em Draga de Sucção em 2010.
Ex Mareocidental.
Pesquisa de dados técnicos: Paulo Peixoto, Boston, EUA.

 O Chefe, José Lima, sorridente, com capacete e colete de alta visibilidade, muito bem! 

Sem comentários: