Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Tripulação do ferry "Nossa Senhora da Graça"(ex Ilha Azul), em situação infra-humana

A tripulação do ferry "Nossa Senhora da Graça" (ex Ilha Azul), propriedade do armador cabo-verdiano,  Diallo & Macedo, encontra-se numa situação extraordináriamente difícil, no porto de Monróvia, Libéria, onde o navio se encontra retido. Os tripulantes de várias nacionalidades, estão sem comida, água, energia, combustível, artigos de higiene pessoal de qualquer espécie e sem ventilação.
Fonte: Asemana, Cabo Verde.
(©) Copyright foto: Ricardo Martins, Lisboa; Blog Mytakes


2 comentários:

Anónimo disse...

Caro amigo,
Por força das circunstancias, face ao trabalho desenvolvido como colaborador de uma agência de navegação, presenciei diversas vezes situações deste tipo, que confirmo são muito difíceis de resolver.
É nestes momentos que um navio se transforma em prisão, cujo resultado num futuro próximo é impossível de prever.
Ocasionalmente o governo dos países da nacionalidade dos tripulantes, providencia o respectivo repatriamento, todavia quem abandona o posto de trabalho, mesmo para se libertar duma situação de extrema miséria, acaba por perder o direito ao trabalho e às remunerações a que tem direito.
Casos deste tipo, em pleno século XXI, simplesmente não deveriam continuar a acontecer...
Reinaldo Delgado

Manuel disse...

Caro Reinaldo Delgado, obrigado pelo comentário, deixa-nos mais algumas reflexões insteressantes, é uma situação bem triste, espero que seja ultrapassada da melhor forma.
Cumprimentos e volte sempre
Manuel