Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

N/F "Lobo Marinho", nos estaleiros Astican, Las Palmas




Algumas fotos  gentilmente enviadas pelo Amigo David Rivero, que reportam  a presença do ferry da Porto Santo Line, "Lobo Marinho", nos estaleiros Astican em Las Palmas, Gran Canária. Trata-se de manutenção de rotina do ferry madeirense, esperando-se que os trabalhos fiquem concluídos dentro de 5 semanas.
(©) Copyright fotos: David Rivero, Gran Canária.

8 comentários:

Fernando Henriques disse...

Boas,gostei de ver as fotos do Lobo Marinho,pois a alguns anos estive junto a ele no porto do Porto Santo,e ja tinha comentado com outros colegas que este ferri era o ideal para ca mas os politicos optaram pela novela do Atlantida que terminou no que todos sabem.Mau para todos.

Victor Insular disse...

Obrigado ao David Rivero pelas fotos. Se ele depois conseguir umas do "Funchalense 5" que já se encontra a poucas horas de Las Palmas e vai para o mesmo estaleiro seria óptimo.

Ricardo disse...

Bonitas fotos.

Saludos Ricardo

Manuel disse...

Boas Amigos, gostei de ver este estaleiro, pois já aqui estive, e foi um lugar que me marcou.
Abraço aos três!
Manuel

Rui Carvalho disse...

Caro MMB

Mais uma facada nos estaleiros portugueses.

Abraço

ErrE

Bruno Rodrigues disse...

O Lobo Marinho foi construído em Portugal, como muita gente gosta de realçar, mas fazer manutenção em Portugal é coisa rara para este navio... Hajam mais Wind Surfs, Island Sky, entre outros navios de passageiros estrangeiros a fazê-lo em Portugal, porque a contar com o nossos...

Anónimo disse...

Em relação à escolha do local para manutenção deste navio, vários factores devem ter pesado obviamente: Disponibilidade do estaleiro, prazos (normalmente curtos porque cada dia que passa o navio faz muita falta ao Porto Santo), preço (preço para uma empresa privada conta e muito!), e no caso de Las Palmas, além da proximidade do estaleiro em relação à Madeira, foram lá efectuados vários trabalhos importantes neste navio entre os quais a nivel de motor para mudança do tipo de combustivel a utilizar. O Navio já esteve lá pelo menos 2 vezes antes. O clima em Las Palmas mais seco e quente também deve ajudar nos trabalhos, a começar pela parte de pintura, ao contrário de Viana do Castelo onde chove e não é pouco. Em relação ao navio ter sido construido em Portugal, bem... Na verdade o casco foi feito na Russia e rebocado para Viana do Castelo.
Em relação ao "Funchalense 5" (que também está nos Estaleiros de Astican neste momento) ainda menos justificações se podem pedir. Pode parecer chato num momento de crise os do própio país "porem-se ao fresco"? Pode... Mas uma empresa privada não é propiamente a Santa Casa da Misericórdia. Repito, tamos a falar da PSL, ENM etc, tudo empresas do Grupo Sousa, ou seja, privadas! Se até algumas públicas mandam os estaleiros portugueses passear, seria um milagre que as privadas viessem "fazer as vezes".

Manuel disse...

Caros amigos, na minha opinião não pode ser as empresas a resolver os problemas dos estaleiros nacionais, terão que ser estes a encontrarem soluções, de forma a conseguirem estes trabalhos!
Abraço,
Manuel