Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sábado, 5 de janeiro de 2013

Tripulantes do N/M "Hacinin Ahmet", vivem situação difícil em Ponta Delgada



A 15 de Dezembro de 2012, publicávamos algumas fotos do porto de Ponta Delgada, onde se incluía um navio mercante turco de nome, "Hacinin Ahmet" (IMO 7500554). O navio entrou no porto de Ponta Delgada  a 2 de Dezembro rebocado pelo rebocador, "Pêro de Teive", devido a uma avaria no propulsor. Entretanto o navio foi arrestado pelo Tribunal  de Ponta Delgada, o que complicou a  situação.
Notícia hoje o jornal Açoriano Oriental, que os nove tripulantes do navio, estavam num cenário eminente de passar fome,  não fosse a intervenção do Capitão do Porto de Ponta Delgada, Matos Nogueira, que pediu apoio à Secretaria da Solidariedade Social. 
O "engraçado" desta notícia, que obviamente não tem graça nenhuma, é que este navio é irmão do N/M "Faola" (IMO 7500566), que viveu situação semelhante em Fevereiro de 2011, no porto da Praia da Vitória! (Ver Aqui)
(©) Copyright fotos: Bruno Rodrigues, Ponta Delgada; Cmdt Rui Carvalho, Praia da Vitória.





9 comentários:

Berto Garcia disse...

Corren malos tiempos en todos los trabajos y con la disculpa de que estamos en crisis ..empresarios sin escrupulos mantienen buques y tripulaciones en la miseria en cuanto a comida y salario

Victor Insular disse...

Por acaso na altura em que o rebocador "Pêro de Teive" se dirigia para sudeste acompanhei-o no marinetraffic sem saber ainda ao que ia. Ainda pensei que fosse em direcção à Madeira ou Canárias pois já tinha passado Santa Maria e ia pelo lado leste da mesma tal como costumam fazer os navios da linha Ponta Delgada - Caniçal. No porto de Las Palmas chegam a ter vários casos destes em simultaneo incluindo pesqueiros russos e não só que depois ficam abandonados. Nos portos das ilhas portuguesas não temos espaço de sobra livre para andarmos a manter navios problemáticos atracados indefinidamente. Já não detecto este navio em PDL através do AIS. Foi-se embora ou simplesmente desligou os aparelhómetros todos? Outro que se eclipsou também foi o "Christina I" da Portline que fazia a linha da Madeira. Na última vez que o "vi" estava atracado na margem sul em Almada junto aos antigos estaleiros da Lisnave mas depois "desapareceu".

Manuel disse...

Amigo Victor, não sei se existe alguma alteração nesta situação do navio, ouvi falar que a Portline ia ter uma linha EUA -Terceira-?, foi uma conversa rápida, tenho que voltar a falar com o meu amigo sobre isso!
Abraço,
Manuel

Bernardo PInheiro disse...

Mas vai ser uma linha de transporte de granéis ou vai ser de contentores.

Manuel disse...

Não sei, se realmente existirá essa linha, por isso não sei responder!
Abraço,
Manuel

Victor Insular disse...

Manuel, a existir essa linha pela Portline será desde Norfolk para abastecer a base... ou desde os portos do nordeste dos EUA mais próximos das comunidades de emigrantes como o velho Pauline Marie I fazia antigamente? Fiquei curioso. O Pauline Marie I chegava também a estender a linha até ao Funchal.

Manuel disse...

Amigo vou voltar a perguntar ao meu amigo e depois respondo qual seria a história!
Abraço,
Manuel

Bruno Rodrigues disse...

Este desgraçado continua aqui atracado em PDL. Deve ter tudo desligado (AIS incluido).

Manuel disse...

Amigo Bruno, obrigado por partilhares a informação! Vai ser uma novela mexicana com 1000 episódios!
Abraço,
Manuel