Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Estreia do ferry, "Mestre Simão", em Angra do Heroísmo

Da esquerda para a direita: José Lima (Chefe da Secção de Equipamento e Manutenção da DGPTG); Joaquim Duarte (Coordenador de serviço ao navio); Mário Lima (Departamento de Higiene e Segurança no Trabalho).
© Copyright fotos: Cte Rui Carvalho, Terceira.
Ontem  o Porto das Pipas em Angra do Heroísmo, registou a  estreia do ferry, "Mestre Simão", que iniciou ontem a ligação entre os portos da Horta, S. Roque, Velas, Calheta e Angra do Heroísmo à semelhança do ano anterior.
Esta é uma hipótese para Angra sorrir, com o renascer do dia de, "S. Vapor", fazendo lembrar o passado, mas certamente fazendo alguns sonhar com um futuro mais movimentado deste pequeno porto da Cidade de Angra.

5 comentários:

Anónimo disse...

Boa tarde

Esta viagem à Terceira é no minimo engraçada

Senao vejamos :

nos dias de viagem à Terceira conforme horario disponivel na pagina Web da Transmaçor as viagens saem da Horta e regressam à Horta com escalas duplas no Pico e em Sao Jorge ou seja passam na Madalena e Sao Roque bem como na Calheta e Velas. o Porto de Sao Roque e o Porto da Calheta nao permitem a carga e descarga de viaturas bem como o Porto das Pipas nao permite o mesmo tipo de movimentaçoes.

Depois o atraso que se provoca na viagem a quem eventualmente necessita desta alternativa para ir da Horta à Terceira . Deveria sem duvida ser uma escala Horta-Sao Roque Velas e mesmo assim a escala de Sao Roque por exemplo na ida podia ser feita pela linha verde e os passageiros de Sao Roque colocados já em Sao Jorge e assim até se evitava a escala no Pico

na viagem da passada terça feira dia 16 o total de passageiros de ida e volta entre Calheta e Angra nao chegou às duas duzias de pessoas

Mas ninguem vê que se andam a torrar milhares de euros em combustiveis que nao trazem utilidade nenhuma a ninguem ? e a Ilha Graciosa porque fica fora desta rota de ligaçao à Terceira e ao Grupo Central ?

Manuel Bettencourt disse...

Caro Visitante,

Obrigado pelo seu comentário!

Concordo consigo no essencial, ou seja, tem de haver uma gestão racional dos meios de transporte, na minha opinião não podemos andar a brincar aos navios nem aos portos!

Quanto à minha ilha, com o horário que o Santorini faz actualmente, não vejo problema em esta ligação ser efectuada apenas pelo Santorini. Mas o actual horário é apenas provisório! Enfim todo o sistema de transportes deve ser bem pensado de forma a prestar um bom serviço a todos, mas de forma racional, porque somos uma região pobre!

Cumprimentos e bom domingo
Manuel

Fernando disse...

Concordo que tem de haver uma gestão racional de transportes , mas o anonimo contou os desta primeira viagem e esquece que ao longo do ano e no inverno que estes navios fazem duas ligações a Velas e que algumas não transporta mais que oito pessoas, aí não há preocupação pois uma viagem no inverno dava , a viagem Horta Angra para ser menos dispendiosa e mais rápida seria Horta S. Roque Calheta Angra mas os políticos assim querem.

Manuel Bettencourt disse...

Boas amigo Fernando,

Na minha sincera opinião, se calhar o que está mal será o sistema de transportes, não entendo que seja necessário um "Mestre Simão" por cá, entendo sim que é necessário boas ligações quer no sentido este quer oeste! Nesta altura o horário do Santorini serve melhor a minha ilha que o anterior! Mas um dia com tempo e paciência explicarei melhor a minha opinião!

Abraço
Manuel

Manuel Bettencourt disse...

Boas amigo Fernando,

Na minha sincera opinião, se calhar o que está mal será o sistema de transportes, não entendo que seja necessário um "Mestre Simão" por cá, entendo sim que é necessário boas ligações quer no sentido este quer oeste! Nesta altura o horário do Santorini serve melhor a minha ilha que o anterior! Mas um dia com tempo e paciência explicarei melhor a minha opinião!

Abraço
Manuel