Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

domingo, 30 de junho de 2013

A inovação dos contentores "Tworty"


   Twenty + Forty = "Tworty"
A fim de reduzir de forma significativa as transferências e os custos. O contentor "TWORTY" tem sido desenvolvido. Sua aparência exterior se assemelha a qualquer contentor de 20 pés padrão. No entanto, o contentor "TWORTY" é único na medida em que tem portas em cada extremidade, o segundo conjunto de portas que se abrem para o interior e só pode ser fechada por dentro. Esta porta pode ser fixada no tecto do contentor e com a utilização de elementos de ligação especiais "TWORTY" outro contentor pode ser acoplada criando assim, uma unidade de 40 pés.

Programação dos porta-contentores e eventuais alterações

 (©) Copyright fotos: António M. Dias de Simas, S. Miguel; MM Bettencourt, Graciosa.
Imagem: Transinsular
Como habitualmente o site da Transinsular, volta a disponibilizar em documento PDF,  a programação dos 3 operadores de porta-contentores que operam na linha dos Açores. Numa altura em que o país atravessa uma crise com repercussão em todos os sectores económicos, ouve-se desde de algum tempo falar com frequência na redução do numero de navios nesta linha. Como estamos em pré-época futebolística, diria que especula-se numa eventual transferência entre um dos 3 grandes, transferindo um do "campeonato  Açoriano", para o "Campeonato  Madeirense", com a consequente dispensa de um "jogador",  da Madeira. O tempo responderá, se a transferência se confirma ou não, e se será a versão A ou B!

N/M "ILE DE SEIN" na Praia da Vitória



© Copyright texto e fotos: Cmdt Rui Carvalho, Praia da Vitória.
Captura: Localizatodo.
Algumas fotos referentes ao desembarque de um tripulante filipino do N/M "ILE DE SEIN" ao largo do porto da Praia da Vitória. Este navio especializado no lançamento e suspensão de cabos submarinos tem como destino Curaçao a norte da Venezuela, tendo sido obrigado a uma arribada de umas poucas horas nas nossas águas territoriais para salvaguarda da saúde de um dos seus marinheiros.
DADOS TÉCNICOS:

Nome: ILE DE SEIN.
Data e Hora: 29.06.2013 - 10:15
Indicativo de chamada: FOUD.
Nº IMO: 9247039.
Porto de registo: Marseille.
Bandeira: França.
Ano de construção: 2001.
Comprimento f. a f.: 140,36 mts.
Boca máxima: 23,40 mts.
Porte (DWT): 9.820 Tons.
Arqueação bruta: 13.978.
Arqueação líquida: 4.193 Tons.
Calado máximo à entrada: 7,60 mts.
Estaleiro: Hyundai Mipo Dockyard Co Ltd - Ulsan, Coreia do Sul - Nº 0001.
Último porto: Vlissingen.
Próximo porto: Curaçao.
Auxiliares: Proa, 2 - Popa, 2 + 1 Azipod Retráctil - Total - 5.500 Kw.
Potência da Máquina Principal: MAK - 4x9M32 - SA/iLV - 17.280 Kw.
Armador: Alda Marine Ingenierie - (Louis Dreyfus Amateurs SAS).
Agência: Thomé de Castro -  Ag. Navegação - José Soares.

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Time Lapse Port of Rotterdam "Dolwin Alpha".


A time lapse film taken on may 26, 2013, during the pilotage of the Heerema Barge H542 loaded with the Dolwin Alpha Topside from Dordrecht to Mammoet Schiedam.
Youtube - Canal: Marijn van Hoorn, Holanda.




quinta-feira, 27 de junho de 2013

Lisboa em Tenerife.





A companhia alemã OPDR (Oldenburg-Portugiesische Dampfschiffs-Rhederei GmbH), enlaça os portos de Hamburgo, Felixstowe (R.U.) com Corunha, Leixoes, Caniçal e Tenerife. No  diagrama anexo vemos a relação de navios porta-contentores que usa a naviera alemã para cobrir esta linha. Ontem, entrou precisamente em Tenerife, o OPDR Lisboa, como se pode ver nas imagens anexas.

OPDR Lisboa
Built           2007
Flag            Cyprus
Home Port                   Limassol
Gross Tonnage            7.545GT
Netto Tonnage            3.165NT
Length       129,59m
Depth         20,60m
Draught     7,40m
TEU            698

 Acesso do piloto.
Lisboa e LNG Ogun.
  (©) Copyrights, texto y fotos:  Antonio Sáez, Tenerife.

Secção da popa do "Mol Comfort", afunda-se (Press release)

 (©) COPYRIGHT FOTOS: MRCC MUMBAI.
Press release of the: Mitsui O.S.K. Lines
Imagens do naufrágio AQUI
TOKYO- Mitsui O.S.K. Lines, Ltd. (MOL; President: Koichi Muto) reports the aft part of the containership MOL Comfort sank in the open sea near 14’26”N 66’26”E (water depth about 4,000m) at 16:48 JST (11:48 Dubai time) on June 27. 
The vessel had been unable to continue sailing under its own power from June 17 because the hull fractured in 2 parts while under way on the Indian Ocean. 

About 1,700 containers aboard the aft part sank with this section of the vessel. Some are confirmed floating near the site.

About 1,500 metric tons of fuel oil was estimated to be aboard in the tanks of the aft part. No large volume of oil leakage is confirmed at this moment.

We have reported this fact to Indian authorities while we are keeping  patrol boats in the area to monitor the situation of oil leakage and floating containers.

The fore part is being stably towed.


TÓQUIO-Mitsui O.S.K. Lines, Ltd. (MOL; Presidente: Koichi Muto) relata que a parte da popa do cargueiro "MOL Comfort" afundou no mar aberto perto 14'26 "N 66'26" E (profundidade da água cerca de 4.000 m) às 16:48 JST (11:48 Dubai vez) em 27 de junho.
O navio tinha sido incapaz de continuar navegando sob os seus próprios meios em 17 de junho, porque o casco  fraturou-se em duas partes, enquanto navegava no Oceano Índico.

Cerca de 1.700 contentores a bordo da parte da popa afundaram com esta seção do navio. Alguns estão  flutuando perto do local


Cerca de 1.500 toneladas de óleo combustível foi estimada a bordo nos tanques da parte . Nenhum grande volume de vazamento de óleo é confirmado neste momento.

Nós relatamos este fato às autoridades indianas, enquanto  estamos mantendo barcos de patrulha na área para monitorizar a situação de derrames de óleo e recipientes flutuantes.

A parte dianteira é estável e sendo rebocada.

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Contentorização



 Fotos N/M "Ponta do Sol"-Porto da Graciosa 25 de Junho de 2013
Um dos meios de acondicionar carga mais utilizados e que mais contribuiu para o desenvolvimento do transporte marítimo desde a década de 1960 é o uso de contentores. Existentes em tamanhos padronizados permitem o transporte de carga de uma forma eficiente, segura e higiénica, facilitando o transporte e arrumação da carga dentro dos navios. Existem softwares especializados para o carregamento de contentores, divulgando informação sobre como e de que forma dispor a carga dentro dos contentores, optimizando espaço e cumprindo regras de transporte, por exemplo cargas leves em cima de cargas pesadas.
Post relacionado: O Pai da contentorização.
(©) Copyright fotos: MM Bettencourt, Graciosa.

segunda-feira, 24 de junho de 2013

N/T "BALTIC MARINER" na Praia da Vitória


© Copyright texto e fotos: Cmdt Rui Carvalho, Praia da Vitória.
Registamos aqui a passagem do N/T "BALTIC MARINER" pelo porto da Praia da Vitória com o objectivo de descarregar 6.000 toneladas de fuelóleo, destinadas essencialmente para a produção de energia na central termoeléctrica do Belo Jardim. É a estreia do armador INTERORIENT nos Açores, e pode-se ler no seu site que, tendo sido fundada em 1979,esta companhia quase familiar gere hoje 43 navios tanque, 19 graneleiros e 3 porta-contentores, empregando cerca de 3000 marítimos das mais variadas nacionalidades. Este N/T "BALTIC MARINER" é um dos 63 tanques gémeos deste tipo construídos pelo excelente estaleiro Sul Coreano da Hyundai Mipo, um gigante de referência planetária que constrói gigantes para os mares do mundo.
DADOS TÉCNICOS:
Nome: BALTIC MARINER.
Data e Hora da entrada: 24.06.2013 - 08:00
Indicativo de chamada: C4JY2.
Nº IMO: 9314820.
Porto de registo: Limassol.
Bandeira: Chipre.
Ano de construção: 2006.
Comprimento f. a f.: 182,55 mts.
Boca máxima: 27,37 mts.
Porte (DWT): 37.304 Tons.
Arqueação bruta: 23.240.
Arqueação líquida: 10.110 Tons.
Calado máximo à entrada: 6,70 mts.
Estaleiro: Hyundai Mipo Dockyard Co Ltd - Ulsan, Coreia do Sul - Nº 0358.
Último porto: Ponta Delgada.
Próximo porto: Aguarda ordens.
Tipo de carga: 6.000 Tons. de Fuelóleo.
Recebedor: TERPARQUE.
Auxiliar de proa: 800 Kw.
Potência da Máquina Principal: MAN-B&W 1x6S50MC-C-2S/SA/iLV - 9.466 Kw.
Armador: Baltic Mariner Shipping Co. - (Interorient Navigation Co. Ltd.).
Agência: BENSAUDE Ag. Navegação - Diogo Augusto.
Nome do Comandante: Jurijs Krums.
Piloto de serviço: Rui Carvalho.

domingo, 23 de junho de 2013

R/V "FLIP" (Floating Instrumento Platform ) , projectado para ficar na vertical


R/V FLIP (Floating Instrumento Platform ) é um navio de pesquisa oceânico propriedade do Escritório de Pesquisa Naval dos EUA e operado pelo Laboratório de Física Marinha do Instituto de Oceanografia Scripps  .  O navio construído em 1962, tem 108 metros de comprimento e foi  projectado para ficar na vertical. Quando invertido,  o FLIP é uma plataforma estável na maior parte imune à acção das ondas, tal como uma bóia spar. No final de uma missão, o ar comprimido é bombeado para os tanques de lastro nas secções inundadas e o navio volta à sua posição horizontal, de modo que pode ser rebocado para uma nova localização.  

HSC "Hellenic Wind", zarpando de Santa Maria




HSC "Hellenic Wind", zarpando de Santa Maria, rumo  a Ponta Delgada, ontem dia 21 de Junho.
(©) Copyright fotos: Mário Gomes Silva, Santa Maria.

sábado, 22 de junho de 2013

Portuscale Cruises - Entrevista ao Armador Rui Alegre (2ª parte)


Portuscale Cruises - Entrevista ao Armador Rui Alegre (2ª parte) junho' 13 from Global Sea Produções on Vimeo.
Segunda parte da entrevista ao armador Rui Alegre fundador da  empresa lusa de cruzeiros, Portuscale Cruise! 

"Santa Iria", "Cecília A", "Coral da Horta" e "Lusitânia", nas Lajes das Flores





(©) Copyright fotos: Tito Nóia, Flores.
O nosso Amigo, Tito Nóia, generosamente oferece-nos estas belas imagens do mais ocidental porto açoriano e europeu, o das Lajes, ilha das Flores. Nas fotos observamos o "Santa Iria" fundeado, ele que agora está "desempregado", pois a função que desempenhava a ligação Flores-Corvo, é agora efectuada pelo navio "Lusitânia", da EBP, empresa que também é proprietária do navio, "Cecília A". No meio dos dois navios da EBP  a draga "Coral da Horta". 


"Expresso de Santa Irene", rumo a S. João

foto arquivo
Ontem a Atlânticoline, efectuou mais uma escala no porto da Graciosa com o ferry "Express Santorini", registando-se um interessante embarque de passageiros e viaturas rumo ás festas Sanjoaninas que decorrem por esta altura na cidade de Angra do Heroísmo.
Julgo que nós açorianos habituamo-nos a utilizar o ferry nestas alturas festivas, tirando partido da mais valia de podermos transportar a viatura, falta-nos ainda abrir os olhos para as imensas potencialidades que surgem com a utilização das rampas ro-ro. Começo a pensar que falta divulgação para o aproveitamento dos ferrys. Alguns talvez por desconhecimento ou interesse, optam por soluções complicadas, quando existem soluções tão simples!
 (©) Copyright fotos: MM Bettencourt, Graciosa.


 Fonte/texto e imagem: Wikipédia.
A ilha de Santorini (Σαντορίνη), chamada oficialmente Tira (em grego: Θήρα) e Thera na Antiguidade, é uma ilha e arquipélago vulcânico circular localizado no extremo sul do grupo de ilhas gregas das Cíclades, no mar Egeu, a cerca de 200 km a sudeste da cidade de Atenas. Com uma área total de aproximadamente 73 km², em 2011 tinha 15 550 habitantes (densidade: 213 hab./km²).
A ilha deve o seu nome a Santa Irene, nome pelo qual os venezianos a denominavam. Era anteriormente conhecida por Kallístē (em grego clássico: Καλλίστη, "a mais bela"), Strongýlē (Στρογγύλη), "a circular") ou Thera (Θήρα), nome que ainda hoje ostenta em grego.
Para além da ilha principal, Santorini tem nas suas proximidades diversos ilhéus, formando um grupo quase circular de ilhas, vestígio da grande erupção que despedaçou a ilha. O grupo de ilhas é também conhecido por Tira (em grego: Θήρα).
Santorini é o vulcão mais activo do denominado Arco Egeu, sendo constituída por uma grande caldeira submersa, rodeada pelos restos dos seus flancos. Esta forma actual da ilha deve-se, em grande parte, à erupção que há aproximadamente 3.500 anos (cerca de 1680 a.C) atrás destroçou o seu território. Aquela erupção, de grande explosividade, criou a actual caldeira e produziu depósitos piroclásticos com algumas centenas de metros de espessura que recobriram tudo o que restou da ilha e ainda atingiram grandes áreas do Egeu e dos territórios vizinhos.
O impacto daquela erupção fez-se sentir em toda a Terra, mas com particular intensidade na bacia do Mediterrâneo. A erupção parece estar ligada ao colapso da Civilização Minoica na ilha de Creta, distante de Santorini 110 km ao sul. Acredita-se que tal cataclismo tenha inspirado as posteriores lendas acerca de Atlântida.

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Dois UAV´s fazem uma visita espectacular ao acidentado "Costa Concordia"


Dois UAV (do inglês Unmanned Aerial Vehicle), ou Veículo Aéreo Não Tripulado (VANT) ou Veículo Aéreo Remotamente Pilotado (VARP), foram usados para efectuar uma espectacular visita ao acidentado "Costa Concordia". Tendo observado de perto a imensa operação de resgate que está sendo efectuada pela Titan - Micopieri. Projecto de remoção que tem  o nome de "Parbuckling".
Vídeo: Youtube / Canal: nastycop420

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Tripulantes de navio turco, "Hacinin Ahmet" repatriados ao fim de seis meses


A 15 de Dezembro de 2012, publicávamos algumas fotos do porto de Ponta Delgada, onde se incluía um navio mercante turco de nome, "Hacinin Ahmet" (IMO 7500554). O navio entrou no porto de Ponta Delgada  a 2 de Dezembro rebocado pelo rebocador, "Pêro de Teive", devido a uma avaria no propulsor. Entretanto o navio foi arrestado pelo Tribunal  de Ponta Delgada, o que complicou a  situação.
Noticiava em Janeiro o jornal Açoriano Oriental, que os nove tripulantes do navio, estavam num cenário eminente de passar fome,  não fosse a intervenção do Capitão do Porto de Ponta Delgada, Matos Nogueira, que pediu apoio à Secretaria da Solidariedade Social. 
O "engraçado" desta notícia, que obviamente não tem graça nenhuma, é que este navio é irmão do N/M "Faola" (IMO 7500566), que viveu situação semelhante em Fevereiro de 2011, no porto da Praia da Vitória! (Ver Aqui).
Ontem a tripulação do navio foi repatriada, enquanto a situação do "Hacinin Ahmet"  (arrestado por dívidas  pelo tribunal de Ponta Delgada), poderá  arrastar-se durante largos meses. Durante os últimos meses os tripulantes,  desesperaram por ajuda, essa ajuda foi prestada pelas entidades oficiais e também por navios que escalavam  o porto de Ponta Delgada e que tomavam conhecimento da situação, fornecendo bens de primeira necessidade.
© Copyright fotos e colaboração: Bruno Rodrigues, S. Miguel.
Fonte: Açoriano Oriental


Update (No.4): Incident Involving the Containership MOL Comfort

© Copyright fotos: MRCC Mombai
 Press realese of Mitsui O.S.K. Lines, Ltd.
TOKYO-Mitsui O.S.K. Lines, Ltd. (MOL; President: Koichi Muto) updates the status of the containership MOL Comfort as of 23:00 JST (18:00 Dubai time) on June 19, 2013. The vessel could not continue sailing under its own power from June 17 because the hull fractured in 2 parts while under way on the Indian Ocean,

1-Vessel
The aft part is drifting near 13'00"N 61'29"E in an east-northeast direction. The status of the fore part is to be confirmed while the visibility is limited due to adverse weather. The patrol boat which has departed Port of Jebel Ali, U.A.E. on June 19, as mentioned in the Update (No.3), is expected to arrive at the ocean site on June 24.
2-Containers
Some of the containers might be lost or damaged during the incident, but majority of the cargo are confirmed to be aboard the aft part. The status of the fore part is to be confirmed.
3-Rescue of the cargo and hulls
We have contracted with a salvage company and are proceeding to rescue the cargo and hulls.
4-Oil leakage
We confirmed no large volume of oil leakage.
TÓQUIO-Mitsui O.S.K. Lines, Ltd. (MOL; Presidente: Koichi Muto) atualiza o status do cargueiro "MOL Comfort" a partir das 23:00 JST (18:00 Hora Dubai) em 19 de junho de 2013. O navio não poderia continuar navegando sob seu próprios meios de 17 de junho, porque o casco fraturado em duas partes, enquanto em curso no Oceano Índico,
1-Vessel
A parte da popa está à deriva perto 13'00 "N 61'29" E na direção leste-nordeste. O estado da parte de vante deve ser confirmado, enquanto a visibilidade é limitada devido a condições atmosféricas adversas. O barco de patrulha, que partiu do Porto de Jebel Ali, Emirados Árabes Unidos em 19 de junho, conforme mencionado no Update (No.3), é esperado para chegar no local do oceano em 24 de junho.
2-Contentores
Alguns dos contentores podem ter   sido  perdidos ou danificados durante o incidente, mas a maioria da carga está confirmado  estar a bordo da parte ré. O estado da parte anterior deve ser confirmada.
3-Salvamento da carga e cascos
Temos contrato com a empresa de salvamento e estão a decorrer para resgatar a carga e cascos.
Vazamento 4-Óleo
Nós   não confirmamos nenhum grande volume de derrame de óleo.

quarta-feira, 19 de junho de 2013

"Venus", o luxuoso yate de Steve Jobs, em escala no porto da Horta




© Copyright fotos: Miguel Nóia, Faial.
Fonte: Wikipédia
O luxuoso e vanguardista yate "Venus", chegou ontem ao porto da Horta, tendo atracado no terminal de passageiros daquele porto, onde já se encontrava o ferry "Express Santorini".
Não se pode falar deste yate sem falar do seu dono, ou melhor do homem que o encomendou mas que infelizmente já não assistiu à sua entrega, falamos obviamente desse grande homem, Steve Paul Jobs,  inventor e magnata americano, nascido em S. Francisco, California, a 24 de Fevereiro de 1955, que notabilizou-se como co-fundador da Apple Inc, e por revolucionar seis industrias, computadores pessoais, filmes de animação, música, telefones, tablets e publicações digitais.
Além da conhecida ligação à Apple, foi director executivo da empresa de animação por computação gráfica Pixar, e accionista individual máximo da Walt Disney Company.
Viria a falecer a 5 de Outubro de 2011 com 56 anos.
Este yate singular, ostentando o nome da Deusa romana do Amor, foi  idealizado pelo próprio Steve Jobs e pelo designer francês, Philippe Starck, tendo sido construído na Holanda e custado mais de 100 milhões de euros, sendo controlado por 7 computadores  iMac.
Na sua biografia, Steve Jobs, disse referindo-se à construção do navio o seguinte: "Sei que é possível que eu morra e deixe a Laurene com um barco meio-construído. Mas tenho de continuar com a obra. Se não o fizer, será o mesmo que admitir que já estou quase a morrer".
A quando da entrega do navio á familia de Steve Jobs, esta ofereceu a cada membro da empresa de construção naval, um cartão de agradecimento pelo trabalho feito, acompanhado de um iPod Shuffle com o nome do iate gravado no dorso.


Nome: Venus
Nº Imo: 1011836
Ind Chamada: ZGCS8
MMSI: 319327000
T.A.B./T.A.L.: 1876 tons / 562
D.W.T.: 231 tons
Ano de construção: 2012
Porto de registo: George Town
Bandeira: Cayman
Estaleiro: Jacht- Sheefswerf Gouwerok, nº 427
Lançado à água a 28 -10-2012
Comprimento:78,20 mts
Boca: 11,80 mts
Calado: 3 mts
Potência: 2 x MTU 16V4000M73 3481 hp
Velocidade de serviço: 20 nós
Operador: Vessel Safety Managment, USA.
"Estou procurando um lugar que necessite de muitas reformas e consertos, mas que tenha fundações sólidas. Estou disposto a demolir paredes, construir pontes e acender fogueiras. Tenho uma grande experiência, um monte de energia, um pouco dessa coisa de ‘visão’ e não tenho medo de começar do zero", Steve Paul Jobs.
Foto: Wikipédia