Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sexta-feira, 7 de junho de 2013

HSC "Hellenic Wind", iniciou hoje a sua operação

(foto de arquivo)
Hoje na rampa ro-ro de Ponta Delgada


(©) Copyright fotos: Maria Santos, S. Miguel.
Capturas: Site da Atlânticoline
 O HSC, "Hellenic Wind", iniciou hoje a sua operação nos Açores ao serviço da Atlânticoline, juntando-se ao N/F "Express Santorini", que iniciou a sua operação a 2 de Maio. Este Hight Speed Craf, fica encarregue das ligações, S. Miguel-Santa Maria /S. Miguel-Terceira e Terceira-Graciosa, terminando a sua operação a 9 de Setembro, enquanto o "colega", "Express Santorini", terminará a 29 do mesmo mês.
Para os interessados em utilizar o serviço ferry, existe uma série de packs interessantes que os passageiros poderão usufruir, podendo os mesmo ser  melhor explicados no site do operador ferry (Aqui) ou através do Contact Center 800 500 501.
As imagens publicadas são referentes à rampa ro-ro do terminal de passageiros,  "Portas do Mar", no porto de Ponta Delgada, em que observamos quer a utilização da referida rampa, quer o primeiro embarque na nova rampa de popa do "Hellenic Wind", recentemente construída.
Este ano com os ferrys a utilizar as novas rampas ro-ro dos portos açorianos, chegou quanto a mim a altura de avançar rumo a uma nova era nos transportes marítimos insulares. Contudo julgo que não depende apenas da Atlânticoline, mas também da forma como a população açoriana,  momeadamente os empresários dos mais varidados sectores, saberão exigir ao poder político essa pretensão, e a partir daí tirar mais valias de uma sistema, fácil de utilizar, seguro, comodo e rápido.
Em tempos de crise e de falta de esperança, é preciso sonhar, é preciso coragem, de fazer o que deve ser feito! Não apenas por nós, mas pelo fututo dos nossos filhos!
Pedra Filosofal
"Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida,
que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos de uma criança."
 
© - António Gedeão
 


3 comentários:

Anónimo disse...

Seria mais correto rebatizá-lo Hellenic Vomitorius po coisa parecida, tal o balanço e ar viciado a bordo. Aquilo não passa de uma grande lancha saltitante e devoradora de combustível Já agora , vejam bem a tristeza do site oficial da Atlanticoline, onde no subtitle -Historia-afirma que tiveram ao serviço um catamaran-o Iapetos!!!O que faz um comandante de Marinha na administração? Não sabem distinguir um hydrofoil dum catamaran???

Manuel disse...

Caro vistitante, obrigado pela visita e comentário, em relação ao HSC, também prefiro um ferry convencional, aliás numa sondagem feita neste blog e que está do lado direito, o ferry convencional vence com larga vantagem.

Quanto à história, penso que terá havido um pequeno erro, provavelmente o catamaran que se referiam era o "Independência", mas aí em erros não posso atirar pedras pois também os tenho!

Cumprimentos e volte sempre
Manuel

PS: investigue por qual alcunha era conhecido na Inglaterra! :)

Manuel disse...

Caro Visitante (anónimo), obrigado pela sua visita e pelo comentário, são sempre bem vindos!

Deduzo que seja uma pessoa inteligente, e compreenderá que ao publicar o seu comentário serei eu a assumir a responsabilidade pelas suas afirmações, mesmo que utiliza-se outro perfil que não anónimo coloca-me no situação difícil, pois não posso permitir criticas assim tão directas a terceiros, ainda para mais o caro visitante sabe que trabalho no sector portuário, que nos açores não é propriamente grande!
Já cometi esse erro uma vez, e tive que ser eu a assumir o pedido de desculpas ao visado!

Mais uma vez peço desculpa, mas tenho a certeza que compreenderá as minhas razões!

Cumprimentos e volte sempre
Manuel