Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Cerimónia de baptismo do novo Rei dos porta-contentores o N/M "Mærsk Mc-Kinney Møller" (c/vídeo)


Naming the first Triple-E – Mærsk Mc-Kinney Møller from Maersk Line on Vimeo.
Hoje foi dia de festa no estaleiro DSME, Coreia, e na Maersk Line, com a cerimónia de baptismo do novo Rei dos porta-contentores o, "Mærsk Mc-Kinney Møller", pertença da empresa dinamarquesa Maersk Line. A madrinha  do navio foi a Srª Ane Mærsk Mc-Kinney Uggla, filha mais nova do Sr. Maersk Mc-Kinney Møller ( falecido em 2012), e de Emma Neergaard Rasmussen. 
Maersk Mc-Kinney Møller (1913-2012) foi um líder na indústria do transporte marítimo por mais de meio século e desempenhou um papel importante no crescimento e desenvolvimento do Grupo Maersk. Nascido em Copenhague em 1913, filho do magnata dinamarquês AP Møller e de sua esposa, Chastine, o Sr. Møller casou com, Emma Neergaard Rasmussen em 1940. Quando o seu pai faleceu em 1965,   tornou-se o CEO do Grupo Maersk e presidente das fundações familiares que detêm uma participação maioritária na empresa.
Como líder empresarial, filantropo e cidadão comum, o Sr. Møller, interessou-se por coisas grandes e pequenas, enriquecendo as comunidades em diversos países, com investimentos e doações.
Além de servir como Maersk Group CEO e presidir as fundações familiares, o Sr. Møller também atuou no conselho da IBM Corporation 1970-1984, no Conselho Consultivo da IBM 1984-1993 e como membro do Conselho Internacional do Morgan Guaranty Trust Co. 1967-1984.
© Copyright fotos informação: Maersk Line, Dinamarca. 

A Maersk Line fundada em 1928, possui actualmente uma frota de mais de 600 navios e um número de contentores que ultrapassa 3 800 000 Teus ( Twenty-foot- equivalent). 
Viver com o mar respeitar a natureza e  eficiência, fazem parte do ADN deste gigante dinamarquês. Com base na política de constante evolução do serviço da Maersk Line,  esta  idealizou o futuro "Rei dos  Oceanos", o "TRIPLE-E".
A classe "TRIPLE-E", será composta por 20 navios, com um comprimento de 400 metros, 59 metros de boca ,  altura de 73 metros, e uma excepcional capacidade de 18 000 Teus (mais 16% que o Emma Maersk -2500 contentores). Os 20 gigantes construídos nos estaleiros da Daewoo Shipbuilding, Coreia  serão entregues em 2013-2014, os primeiros 10 navios e a segunda dezena em 2014-2015, totalizando um espaço de carga de 380 000 Teus. Como exemplo um comboio com 18 000 teus, teria um comprimento de 110 kms,  a class Triple-E  conseguirá  viajar 184 quilómetros consumindo 1 kWh  de energia por tonelada de  carga, enquanto que um Jumbo  viaja apenas meio quilómetro  .
O TRIPLE-E, significa em inglês "Economy of scale, Energy efficiency and Environmentally improved", será o futuro "Rei dos Oceanos"!


2 comentários:

antonio sáez disse...

Manuel, tendremos que ampliar el muelle de Graciosa !!!
Salu2.

Manuel disse...

Amigo António, só um pouquinho falta uns 180 metros e fundo também! :)
Salu2
Manuel