Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

terça-feira, 1 de abril de 2014

Os Açores serão palco mundial para os primeiros testes de pequenos navios Drone

 © Copyright imagens: Textron
Como é do conhecimento público o Governo Regional dos Açores através da, Atlânticoline, lançou um concurso público internacional que visa a concepção e construção de dois novos ferrys, que irão operar no arquipélago a partir de 2016. Embora seja esta a opção governativa a empresa, Atlânticoline tem em mãos uma proposta experimental desenvolvida pela Textron, e que visa tornar os açores no palco mundial para os primeiros testes de pequenos navios drone com capacidade para carga.
Este sistema baseia-se no já existente na marinha dos estados unidos da América, sistema que até agora destina-se apenas a missões militares e de patrulhamento, mas o possível e muitíssimo provável teste nos Açores será efectuado com uma versão cargo  ou seja uma versão comercial.
Esta projecto está a ser debatido ao mais alto nível, fazendo parte de um pacote de contrapartidas pela redução e possível desactivação da Base das Lajes. Provávelmente dentro de um prazo muito curto (dois a três anos), veremos navegar no mar dos Açores e a operar nos nossos portos os mini navios drone.Os drones serão controlados por satélite,  e tem um alcance de até 1.200 kms.
Este projecto irá colocar os Açores na linha da frente da futura tecnologia a aplicar no transporte marítimo, sendo efectivamente um programa que dará uma enorme projecção mundial ás nossas ilhas!
ATENÇÂO! Esta foi a tradicional mentira do dia 1 de Abril.

8 comentários:

Rui Carvalho disse...

Caro MMCB

Também ouvi dizer que estes drones seriam plataformas de lançamento de satélites para a estação espacial orbital.

Abraço

ErrE

Manuel Bettencourt disse...

Amigo ErrE,

denoto uma certa ironia no teu comentário, mas nada fará parar o futuro!

Em breve, navios drone, sem tripulação obviamente, pilotagem efectuada por computador, apenas resistirá os indispensáveis operadores de equipamento portuário que no futuro nem precisam de sair de casa para trabalhar será tudo efectuado a partir de um terminal em casa que controlará os AVG´S!

Digamos que será um cenário de sonho!

Abraço,
Manuel

PS: será tudo propriedade de uma grande empresa estatal de nome Entreprise!:)

António Barreto disse...

Fantástico!, complicado é imaginar navios sem tripulação...e cidades sem marinheiros!, que futuro?

Manuel Bettencourt disse...

Amigo António,

Será a era das máquinas!

Desde criança que sou fã de ficção científica, veremos o que acontecerá nos nossos dias por cá!

Um Abraço
Manuel

Anónimo disse...

Peta?

Manuel Bettencourt disse...

Caro Visitante até às 24 horas de hoje é uma verdade absoluta! :)

Abraço
Manuel

Anónimo disse...

Boa Noite Manuel,

Será que vai dar para tirar umas fotos quando "atracar" por estes lados? ou a censura vai voltar ao seu melhor nível...bem sabes do que falo (mas não digas a ninguém)

Abraço

Manuel Bettencourt disse...

Boas Amigo,

Estamos a falar de um projecto TOP, julgo que numa primeira fase não haverá fotos!

Mas também podes usar drones para fazer fotos aéreas:)

Abraço,
Manuel