Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Estreia do N/M "Lagoa", no porto da Graciosa

Num pequeno porto como o "meu", uma estreia é sempre motivo de enorme satisfação, hoje foi um desses dias especiais, pois registamos a estreia do N/M "Lagoa". Este navio que pertence à frota da Transinsular, está a operar temporariamente ao serviço da Boxlines Navegação Sa, devido à docagem forçada do recentemente afretado, N/M "Ponta do Sol", também ele propriedade da Transinsular.
O N/M "Lagoa", foi construído nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, por encomenda da Mutualista Açoreana, tendo mais tarde sido adquirido pela Transinsular. Arrisco a cometer um erro mas penso que este é o primeiro porta-contentores de construção nacional a operar no nosso porto, sendo assim uma dupla estreia e  uma singela homenagem à construção naval nacional, que enfrenta grandes dificuldades, fruto da "genialidade" de alguns...
Como por vezes aqui escrevo, o mais importante dos navios para mim são as pessoas, e este navio proporcionou-me o reencontro  com o Amigo, Rui Franco, algo que valoriza ainda mais a sua estreia, mas para além disso, parece um navio de gente Boa, por isso Sejam Bem-Vindos!
Nome: Lagoa
Nº IMO: 9150470
Ind. chamada: CSRM
MMSI: 255802850
Bandeira: Portuguêsa
Porto de registo: Madeira
Tipo: porta-contentores / feeder
T. A. B. : 3981 tons
T. A. L. : 1937 tons
D. W. T. : 5003 tons
Armador: Transinsular
Operador: Boxlines Navegação, SA
Estaleiro constructor: Estaleiros Navais de Viana dos Castelo, casco 209
Lançado à água: 29-09-1997
Comprimento f. a. f.: 100, 57 mts
Boca: 16, 50 mts
Calado: 6,30 mts
Capacidade Teus: 375
Gruas: 2 x 40 tons
Máquina principal: MAK 8M32, 4789 hp
Velocidade: 15, 7 nós
Nome do Comandante: Carlos Dias
Piloto de serviço: Rui Carvalho
(©) Copyright  fotos: MM Bettencourt; Emanuel Sousa, Graciosa.

15 comentários:

Anónimo disse...

Penso que o antigo Corvo da Mutualista Açoreana descarregou big bags com cimento, aquando da feitura do porto da Graciosa. Aquele navio foi construido em estaleiros nacionais.

Victor disse...

Ah! já tava a estranhar este post ainda não ter saido. Afinal estava a ser bem preparado. Ainda não é desta que temos um porta contentores da "Anonymous Lines". :)

Anónimo disse...

Boas Manuel

A primeira foto esta 5 estrelas.
sem palavras , digna de um postal
Parabens!!


Enontrei umas histórias interessantes do Ocean Atlas e dos seus irmãos que prestam serviço sob bandeira Americana
Foi o primeiro navio Americano a atracar no Iraque,depois do inicio da Operaçao Iraqi Freedom transportando 4 barcos patrulha da Guarda Costeira Americana, na mesma viagem no regresso foi o primeiro navio Americano a atracar na Libia, carregou misseis SCUD Libios e equipamento para construçao de armamento nuclear e de destruiçao em massa do Regime libio.
continuou as viagens para o Iraque transportando helicopteros, carros de combate, camiões militares geradores e outra maquinaria pesada
Um navio com história!

Abraço EN

Manuel disse...

Caro Visitante, após ter lançado a dúvida fiz uma pequena investigação, embora no texto eu tenha referido "porta-contentores": Exclui o actual Corvo ( V), que como sabe nunca cá passou passou e como é de 2007 estava automáticamente excluido, depois exclui também o Corvo(IV), que como sabe é de construção alema, fui depois consultar o Corvo (III) esse sim de construção nacional, mais precisamente E.N. Mondego, que deixou a linha dos açores em 1985, perguntei a quem tinha conhecimento e dizem-me que não passou por cá.

Cumprimentos
Manuel

Boas Victor, bem tive algumas dificuldades técnicas no upload do filme para o youtube, dai a demora, como queria que fosse publicado junto com as fotos esperei.

Quanto à anónimous lines, neste post vou estar calado, sobre cores e logos. Hoje estou em festa, mas os meus amigos da Box, teem que cuidar mais da imagem,é porque nesta altura já vi os três logos por cá.
Abraço,
Manuel

Boas EN, vejo que fizeste uma interessante pesquisa, obrigado por partilhares a informação, todos nós gostamos de saber essas histórias.
Gostei do teu navio, sabes onde encontro um desenho do casco? queria construir um modelo, bem depois falamos, por mail.

EN, o Ponta do Sol mantem a data da saída? dizem-me que não.

Abraço,
Manuel

antonio sáez disse...

D. Manuel, buen reportaje fotográfico. Saludos al piloto responsable.
SaluD.

Manuel disse...

Amigo António, Grácias já tenho saudades de Tenerife.
Saludos,
Manolo

Luís C. F. Henriques disse...

Adoro essas fotos de finais de tarde. A primeira gostei muito. Parabéns!
Cumprimentos,

Manuel disse...

Obrigado Amigo Luís, ainda me convences que tenho jeito para as fotos hehehe
Abraço
Manuel

Rui Carvalho disse...

Caro A. Zaéz

Agradeço os cumprimentos e retribuo.
Neste dia fomos à belíssima baía de folga comer peixe boca-negra fresquíssimo com molho à pescador à base de açaflor.
Sei que gosta.

Abraço

ErrE

Manuel disse...

Amigo Rui, o amigo Sáez, gosta e conhece o restaurante da folga, ele devia pensar e voltar aos Açores!

Abraço,
Manuel

Rui Carvalho disse...

Caro MMB

Creio que ambos devemos uma visita ao amigo Antonio em Tenerife, no entanto acho que quem deve uma visita pode ficar a dever duas.
Isto se a Troika deixar.

Abraço

ErrE

Anónimo disse...

Hum, como è estranho, segundo as leis do IPTM, os navios de bandeira de conveniencia, nao podem fazer serviço de cabotagem, ao que me pergunto, mas que raio esta este navio (lagoa) a fazer cabotagem em portos Nacionais, sendo que a madeira è um registo convencional??? hum??

pois as leis sao so para alguns....


Catarina

Manuel disse...

Boas Catarina, Obrigado pelo comentário, gostei de ver uma mulher comentando questões do shipping, e de aprender com essa tua observação.

Para ser sincero não sabia, mas como sabes estamos em Portugal, e isto por vezes dá-se um jeitinho na lei, isto quando damos pela lei.
Neste caso em particular, sinceramente como disse não sei onde se enquadra.

CUmprimentos e volta sempre
Manuel

Anónimo disse...

Eu gosto muito deste mundo de navios, e conheci este espaço atrave do Francisco, que agora anda pelo mediterraneo segundo a sua informaçao, eu trabalho numa empresa "K line" e digo que aprendi muito sobre navios e shipping com o Francisco.
vou visita frequente deste espaço, apesar de nunca deixar a minha marca.

Cumpts
Catarina

Manuel disse...

Boas, sempre que te apetecer convido-te a comentares, gosto da participação dos visitantes, pois é uma forma de aprender.
O nosso Francisco já passou Gibraltar, podes segui-lo no localizatodo, tenho umas capturas vou publicar amanhã.

Vumprimentos
Manuel