Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

"Funchal" de regresso a Ponta Delgada




© Copyright fotos: Bruno Rodrigues, S. Miguel.
 O emblemático navio, "Funchal", da Portuscale Cruises, está de regresso aos Açores, tendo chegado hoje ao porto de Ponta Delgada. Esta viagem insere-se num cruzeiro que teve inicio em Lisboa no dia 9 do corrente mês, e que contará ainda com visitas  aos portos da,  Horta, e Praia da Vitória, regressando posteriormente à capital.
Nome: FUNCHAL.
Tipo de Navio: Navio de Cruzeiros/Passageiros.
IMO: 5124162.
Indicativo: CSBM.
MMSI: 255971000.
Bandeira: Portugal.
Porto de Registo: Madeira.
Numero de Matricula: 1218.
Donos e Operadores: Portuscale Cruises- Lisboa, Portugal.
Classe: Rinave Portuguesa.
Ano de Construcao: 1961.
Data de Entrada ao Activo: 10/1961.
Estaleiro: Helsingor Skibsvaerft og Maskinbyggeri A/S- Helsingor, Dinamarca. Casco#353.
Comprimento Fora a Fora: 152,65 metros.
Comprimento entre Perpendiculares: 138,50 metros.
Boca Maxima: 19,08 metros.
Pontal: 9,15 metros.
Calado: 6,32 metros.
Altura: 39,00 metros.
Deslocamento: 8,870 toneladas.
Arqueacao Bruta: 9,563 toneladas.
Arqueacao Liquida: 3,759 toneladas.
Porte Bruto: 2,975 toneladas.
Numero de Conves: 6.
Numero de Cabines: 241.
Numero de Camas: 570.
Numero de Tripulantes: 165.
Gruas: 4X 3,00 toneladas.
Potencia de Maquinas: 7,356 kw (10,002 hp), 500,00 rpm. 2 helices FP.
Velocidade de Servico: 14,50 nos.
Velocidade Maxima: 17,00 nos.
Pesquisa de dados técnicos: Paulo Peixoto, Boston.


2 comentários:

Atlantico.Faróis disse...

Viva Manuel!

Como sabes é um dos meus navios preferidos, muito possivelmente vamos assistir a um desfile de fotos deste bonito navio pelas ilhas Terceira e Faial, pelo que sei o Miguel Nóia já deve estar em "pulgas"...é um desafio que lhe faço!!

Abraço

Manuel Bettencourt disse...

Jovem amigo M,

Vamos ver se lá chega o navio :)

Um Abraço,
Manuel