Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Efeitos do furacão "Alex" no Porto da Praia da Vitória









© Copyright fotos: Cte Guilherme Bettencourt, Terceira.
O furacão, "Alex", prometia ventos que podiam atingir rajadas de 170 kms/h e ondulações entre 10 a 12 com a possibilidade de atingir uns assustadores 18 metros. Felizmente o Alex acabou por não cumprir as "promessas"! Mesmo assim, ainda conseguiu  "chatear" os colegas e os navios atracados no porto da Praia da Vitória.

Sem comentários: