Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

"Nordana Star", nas Flores

© Copyright fotos: Tito Nóia, Flores.
Fontes: Nordana ; Shymphony Shipping; Ferus Smit.
Um interessante e oportuno conjunto de fotos da autoria do amigo, Tito Nóia,  que registam a passagem pela ilha das Flores do navio, "Nordana Star", operado pela empresa dinamarquesa, Nordana. Este  é o segundo navio de uma série de seis encomendados aos estaleiros, Ferus Smit, localizados em Leer na Alemanha pela empresa  holandesa, Symphony Shipping. O navio segue com destino ao porto de Argentia, no Canadá, e segundo se pode depreender das imagens públicadas na página da Symphony Shipping, este carregou no porto  de Paldiski, Estónia um guindaste offshore (Ver aqui). A pausa na sua viagem e estadia ao abrigo da ilha, permitiu conhecer não apenas o navio mas  também um pouco da história do seu operador.

IMO:  9721645
MMSI:  244860255
Ind. chamada:  PCSX
Bandeira: Holandesa
Tipo:  Carga geral / Heavy lift
T. A.B.:  6749 tons
D. W.T.:  10600 tons
Comprimento:  122.5 mts
Boca: 17 mts
Ano de construção:  2015
Gruas: 2 x 85 tons

 O nome Nordanå advém da origem norueguesa e dinamarquesa (Norwegian and Danish)  da empresa. A sua actividade teve início em 1957 com uma joint venture entre a norueguesa Fearnley & Eger e a dinamarquêsa DFDS. Mais tarde F & E decidiu retirar-se do serviço e continuando a gestão dinamarquesa, mas o nome continua tão forte como nunca. Inicialmente, o serviço tinha por base  carryings desde o Mediterrâneo ao Caribe, América Central e  México, e os navios regressavam ao Mediterrâneo através EUA / Escandinávia. Com a retoma da exploração de petróleo e gás no norte da África, um serviço direto dos EUA para Mediterrâneo foi implementado em 1961, e as escalas em portos escandinavos foram suspensas. Em 1969 foram adicionados ao serviço quatro navios irmãos convencionais com 85 toneladas de capacidade de carga pesada para dar resposta à crescente demanda pelo transporte de peças maiores e mais pesadas ​ para o Norte de África.
 Com o aumentando do congestionamento nos portos do Norte de África  tornou-se evidente que a havia a necessidade de navios especializados  para obter prioridade na atracação. Em 1979 foram introduzidos quatro navios Multipurpose RoRo. Os navios ofereciam um conceito totalmente novo único e sofisticado na movimentação de carga para o comércio e para o benefício distinto de muitos clientes diferentes da linha. Com a introdução de um conceito de RoRo mais avançado, os navios obtinham despachos rápidos, mesmo nos portos mais difíceis. A Nordanå desde então tem expandido o âmbito geográfico, a melhoria das frequências e ampliou os seus serviços para se tornar um dos principais transportadores regulares Multipurpose RoRo. Hoje a Nordanå é reconhecida como uma empresa portadora de especialidade, capaz de acomodar diferentes necessidades de seus clientes para movimentação de carga, confiabilidade e escalas.








Sem comentários: