Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

domingo, 21 de abril de 2013

Navio de cruzeiros "Delphin", visitou hoje o Porto das Velas



 (©) Copyright fotos: Ricardo Gonçalves, S. Jorge.
 O Porto das Velas, ilha de S. Jorge, recebeu este Domingo a escala do navio de cruzeiros "Delphin", ficando  este navio registado como o maior navios de cruzeiros a atracar no porto das Velas. Estas belas imagens que documentam este momento histórico, são da autoria do nosso Amigo Ricardo Gonçalves.  Lembro que este navio que já é uma presença habitual nos Açores, foi o primeiro navio de cruzeiros a atracar no novo Terminal de passageiros do porto da Horta (Ver Aqui).

O "Delphin", foi construído em 1974 nos Estaleiros Wartsila Turku, Finlândia  com o nome original de "Byelorussiya", nome de uma das republicas que constituíam a antiga URSS, sendo o primeiro da sua série (Byelorussiya),  composta por 5 navios do tipo "cruiseferry", sendo actualmente um dos 4 ainda em actividade.  Foi lançado à água a 6 de Março de 1974,  e entrou ao serviço a 15 de Janeiro de 1975 para a  Black Sea Shipping Company, em serviço doméstico no mar negro.
Em 1986, o navio sofreu uma profunda remodelação e é convertido em navio de cruzeiros nos estaleiros alemães Lloyd Werft.
Nome: Delphin
IMO: 7347536
MMSI: 311067500
Ind. chamada: 6ZV6
Porto de registo: Nassau
Bandeira: Bahamas
T.A.B.: 16,214 tons
T.A.L: 5,865 tons
D.W.T. : 2,697 tons
Ano de construção: 1975
Estaleiro: Wartsila, Turku, Finlândia casco nº 1212
Comprimento: 156.27 mts
Boca: 22.05 mts
Calado: 6.20 mts
Potência da máquina principal: 13,250kW (18,014hp)
Velocidade: 21 nós
Bowthruster: 1
Capacidade:  cabines 235; camas 554; tripulação 250
Operador: Passat Kreuzfahrten GmbH


4 comentários:

Tiago disse...

Pena é vir este barco num Domingo quando esta tudo fechado, nao ha lojas e restaurantes para os turistas visitarem, mas é bom ter barcos destes por ca, é o segundo numa semana e talvez o ultimo no ano...

Manuel disse...

Caro Tiago, obrigado pela tua visita e comentário.
Fazes uma observação interessante, mas se de facto estamos em crise (todo o País) então devia ser os comerciantes a tomarem a iniciativa de abrir portas!
Mas pelo menos os visitantes tiveram a possibilidade de ver a bela ilha de S. Jorge.
Esse porto das Velas foi o meu primeiro porto onde desembarquei no saudoso Ponta Delgada, tenho que voltar aí um dia destes!
Um Abraço para a vizinha ilha de S. Jorge
Manuel

paulorenato disse...

Gostei muito de ver este navio,no meu tempo em S.Miguel estes eram os navios que nos visitavam,entao com as cores da URSS. Nao se compreende que uma pequena ilha quando tem uma possibilidade de "faturar" com este tipo de turismo tenha as portas fechadas do seu comercio...
Um abraco
Paulo

Bruno Rodrigues disse...

E não é por falta de divulgação...