Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Meloas sobre rodas, embarcam no N/F "Express Santorini"!


Deliciosas meloas produzidas na, "Quinta do Corneta", embarcaram sobre rodas na nova rampa ro-ro do porto da Graciosa! Não é algo de extraordinário, muito pelo contrário, é uma situação mais que normal em outras paragens,  mas  por cá poucos tem a capacidade de ter a noção das óbvias potencialidades que os ferrys e as novas rampas vem trazer aos Açores e ao fomento da sua actividade sócio-económica. 
As meloas aqui servem apenas de exemplo de como um serviço ferry anual com passageiros e carga rodada, podia oferecer à economia insular, as vantagens são óbvias!
Mais uma vez pergunto quem tem medo dos ferrys?
© Copyright fotos: MM Bettencourt, Graciosa.
Captura do vídeo Anabela Bettencourt 


8 comentários:

Rui Carvalho disse...

Caro MMB

Só posso dizer que está ESPECTACULAR.

Abraço

ErrE

CAP CRÉUS disse...

Vou-lhe ser muito sincero, caro amigo.
Vivi em São Miguel durante 5 anos, e conheço as ilhas todas, devido ao facto de o meu Pai ter sido, 2º piloto, imediato e comandante de diversos navios (Ponta Delgada, Ponta Garça, Ribeira Grande, Lagoa, Corvo, Ampuria, Açores...).
Adoro isso, em todas as épocas e será sempre a minha 2ª casa, tendo familiares na Terceira.
Eu tenho medo dos ferrys e sabe porquê? Porque as pessoas não cuidam do que é delas, e o turismo de massas tem o dom de estragar as coisas boas e bonitas.
Claro que percebo o que quer dizer e tem toda a razão, mas espero que entenda onde quero chegar.
Abraço

Manuel disse...

Caro amigo ErrE,
Grácias pela simpatia!

Sabes bem que tenho outro projecto de vídeo em mente mas falta-me o material! Sou uma estação de Tv muito pobrezinha!
Abraço
MMCB

Caro Cap Créus,

Obrigado pelo comentário gosto de o voltar a ver por cá!

Um dia recebi a visita do meu amigo e editor canário António Saez, a conversa foi parar precisamente ao turismo de massas, e dos inconvenientes, mas percebe que não é essa a minha ideia.

Vou dar um exemplo, amanhã recebo o Santorini, se levar meloas (exemplo), coloca-as em poucas horas em S. Jorge, Pico e Faial.

Agora imagine o sistema actual, para as colocar em S. Jorge terão de sair daqui na 2ª feira ir até à Terceira e depois seguir para S. Jorge onde chegará na 4ª feira, na minha opinião é absolutamente incrível que S. Jorge esteja tão longe da minha ilha! Como desenvolver a minha ilha com um sistema destes?

Um Abraço e volte sempre
Manuel

Rui Carvalho disse...

Caro MMCB

O paquete FUNCHAL está metido em apuros !

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=3394507&page=1

abraço

ErrE

Anónimo disse...

Caro Manel
Concordo com o meu amigo ErrE - Está espectacular!
Mais claro é impossível
Quanto ao Sr. Cap Creus não necessita de se preocupar. Estamos a falar de outra coisa muito mais simples e evidente, que é o transporte de carga rodada inter-ilhas todo o ano. Não é isto que traz o Turismo de Massas. Isto traz avanços muito significativos para a economia das ilhas.
José Ribeiro Pinto

MLima disse...

Mt bom MMCB! Excelente realização! Quanto ao transporte de carga rodada, "this was what we were talking along time ago", só peca por vir tarde... mas como se diz, antes tarde que nunca!
Abraço
MLima

Duarte Viveiros disse...

Caro Manuel,

Mais uma vez aqui venho para dar Parabéns, pois a economia começa a descobrir o caminho do "mar" e isso é ótimo para as ilhas, especialmente como as nossas no atlântico.
Não são os políticos cheios de promessas vãs que fingem que o mar é prioridade que estão a conseguir colocar no mapa a importância do mar e do transporte ferry em particular, é sim a própria economia que está-se a impor, passo a passo; embora reconheço porem que foram boas opções politicas que ajudaram a estes pequenos primeiros passos, continue os Açores assim e o País contagiado pelo feito siga o exemplo pois há muita potencialidade para descobrir e muito para fazer.

Manuel disse...

Caros amigos Eng Ribeiro Pinto, Mário Lima e Duarte Viveiros, obrigado pela vossa visita e comentários!

Um abraço e bom fim de semana
Manuel