Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Hidroaviões em transporte insular.

A companhia canadense Harbour Air Seaplanes, contactou com um grupo de empresários canarios, para iniciar uma conexão entre Tenerife e G. Canaria com hidroaviãos de 20 praças DHC-6 Twin-Otter, da casa canadense De Havilland (bimotor experimentado e confiável do qual se fabricaram cerca de 1000 aparelhos). Em princípio a linha cobrir-se-á com três aparelhos deste modelo, para posteriormente estender o serviço às restantes ilhas.O governo canario manifestou seu desejo de facilitar a implantação do serviço que serviria para melhorar as comunicações. Em zonas de menor tráfico (ou limitação para o amerissagem) pode-se utilizar o monomotor DHC-3 também fabricado por De Havilland - Turbine Single Otter- com capacidade para dez passageiros. (©) Copyright imagens: Carlos Morillo, P. Guillard e De Havilland. Fonte: La Opinión, Tenerife.
Hidroavión Canadair amerizando en Tenerife.(©) Copyright La Opinión)

2 comentários:

Anónimo disse...

Sou Capitão da Marinha Mercante com 35 anos de mar, 21 anos de comando e reformado há um ano, mas o "bichinho" continua cá dentro, sempre a roer.
Recentemente descobri este BLOG com imensos links a outros sítios, sempre muito interessantes.
Faço este comentário para vos dar os meus mais sinceros parabens.
Passo horas a lê-lo, a contemplá-lo e analizá-lo com pormenor.
Desejo-vos que continuem este trabalho de um sucesso total.
Mais uma vez, NÃO PAREM.
Um abraço com votos de muita consideração e saúde.
JD.

Manuel disse...

Sr. Capitão, Obrigado pelo seu gentil comentário, fico contente que uma pessoa com a sua experiencia e saber, leia o blog,volte sempre o blog tambem é seu.
Um abraço
Manuel