Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sábado, 27 de junho de 2009

TARGET:

Navío verdadeiramente singular.Ontem pela tarde, sobre as 1600h chega a Tenerife, o Target, desta vez sem ónus, não como quando o 2 de outubro 2008, chegou carregando desde Cingapura a nova plataforma petrolífera Maersk Resolute (da qual agora anexamos informação gráfica). Procede de Halifax, Canadá e dirige-se a Takoradi, Ghana para onde partirá às 23300h de hoje. Encontra-se fondeado, abastecendo-se de combustível, bem perto de onde atracó no passado mês de Outubro.
O Target é um caso muito especial de reconversão, já que nasceu como o tanque JAHRE TARGET (1991 Split na ex Iugoslávia) e passou a se converter em 2007 no actual TARGET (perde também a metade do nome). O TARGET é agora um transporte para ónus pèsadas semisumergible. Seu deslocamento inicial de 142,031 tons reduz-se a 42,500 tons., e seu eslora passou de 269 mts. a 208 mts. As transformações que em general se acostumam, são para ampliar a eslora, mas aqui se aproveitou o petroleiro (de um só casco) pela elevada manga que se adapta muito bem a sua nova condição.
(©) Copyright texto e imagens: Antonio Sáez, Tenerife.

Sem comentários: