Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Cais ferry do Porto da Praia da Vitória

O porto da Praia da Vitória dispõe de uma cais ferry com 160 metros a -7 metros, uma gare de passageiros, parque para viaturas com entrada própria, e principalmente dispõe de uma rampa ro-ro,algo que lhe assegura por exemplo capacidade para receber um navio como o "Storm", um navio ro-ro ou então um ferry como por exemplo o "Volcan deTijarafe", que faz actualmente Canárias-Madeira-Portimão.Exemplo da importância e utilização da rampa ficou demonstrado quando o "Express Santorini" sofreu um acidente com a rampa lateral neste porto e usou a sua porta de popa e a rampa ro-ro para proceder ao desembarque das viaturas.
(©) Copyright fotos: 1ª e 2ª Rui Carvalho, Terceira;3ª Duarte Lourenço, Terceira.

2 comentários:

Voz do Futuro disse...

Rampa Ro-Ro estreita demais para os ferries de hoje em dia, especialmente para os do género do "Tijarafe". O "Tijarafe" nas rampas Ro-Ro da Madeira fica "à larga". Nesta rampa acho que nem podia descer as duas rampas que tem e que no fundo correspondem a quatro (e há que contar com uma margem de segurança em cada lado). Os novos ferries da ARMAS em construção que vão ser colocados na linha Canárias-Madeira-Portimão, então nem se fala. Têm ainda mais boca que o "Tijarafe". Aqui os responsáveis deviam ter ido fazer uma visitinha ao Caniçal ou ao Funchal, e ver como é que se faz. Os ferries modernos de hoje em dia, são larguissimos, quando comparados com o "Santorini". A não ser que na Terceira queiram ter ligações para o exterior mas sempre via PDL, utilizando ferries mais pequenos na ligação até PDL. É pena.

Manuel disse...

Caro Visitante, Obrigado pela sua visita e pelo seu interessante comentário. A minha intenção era de demonstrar a importancia destas rampas e o seu comentário, refere alguns pontos muito interessantes.
Cumprimentos e volte sempre
Manuel