Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

"Funchal", no porto da Horta- Reportagem fotográfica de Miguel Nóia




 © Copyright fotos: Miguel Nóia, Faial.
Com  esta espectacular reportagem fotográfica, o nosso Amigo, Miguel Nóia, registou a escala ontem do emblemático navio de passageiros "Funchal",  no porto da Horta, onde em outros tempos foi presença regular com as cores da Empresa Insulana de Navegação,  regressou  agora com as cores da Portuscale Cruises.
"O Paquete Funchal iniciou a sua carreira como o Paquete da Presidência da República, para visitas transatlânticas, antes da sua conversão para navio de cruzeiro. É o marco da nossa frota, foi alvo de uma total remodelação, tornando-se assim num navio de quatro estrelas, estando mais acolhedor e encantador do que nunca.com 10.000 toneladas de arqueação bruta, este navio de linhas clássicas com um perfil dotado de um charme reconhecido, os decks tornaram-se mais amplos e abertos proporcionando um ambiente intimista para os verdadeiros amantes dos cruzeiros e do mar.
Um navio com capacidade para 580 passageiros, o Funchal proporciona convívio e agradáveis e inesquecíveis momentos sociais, num estilo personalizado de cruzeiro, com uma tripulação atenta e dedicada, maioritariamente portuguesa, alguns dos quais têm acompanhado este navio por mais de 20 anos, o que lhe permitiu conquistar clientes seguidores e muito fidelizados.
Navegando por todo o mundo, ao longo da magnífi ca costa sul Americana, o círculo Ártico, os Fiordes Noruegueses, as ilhas do Atlântico, o mar mediterrâneo, o mar Negro, o mar Vermelho, Austrália e Extremo oriente, o m/V Funchal atualmente destaca-se como um dos melhores exemplos de navios de cruzeiro clássico, cuja personalidade é cada vez mais procurada por experientes viajantes de cruzeiros.o navio Funchal e realmente muito encantador como a bela ilha da madeira, de cuja capital leva seu nome." © Texto Portuscale Cruises
Dados técnicos:
Nome: FUNCHAL.
IMO: 5124162.
Indicativo de Chamada: CSBM.
Numero de MMSI: 255971000.
Bandeira: Portugal.
Porto de Registo: Madeira.
Operadores: SCMA- Lisboa, Portugal.
Ano de Construcao: 1961.
Estaleiro: Helsingor Skibsvaerft og Maskinbyggeri A/S- Helsingor, Dinamarca. Casco#353.
Numero de Conves: 3.
Comprimento Fora a Fora: 152,65 metros
Comprimento entre Perpendiculares: 138,50 metros
Boca Maxima: 19,08 metros.
Pontal: 9,15 metros.
Calado: 6,32 metros.
Altura: 39,00 metros.
Deslocamento: 8,870 toneladas.
Arqueacao Bruta: 9,563 toneladas.
Arqueacao Liquida: 3,759 toneladas.
Porte Bruto: 2,975 toneladas.
Numero de Cabines: 241.
Numero de Camas: 570.
Numero de Tripulantes: 165.
Gruas: 4 de 3 toneladas cada.
Potencia de Maquinas: 2X Werkspoor (Holanda) 10,002 hp (7,356 kw).
Velocidade de Cruzeiro: 14,50 nos.
Velocidade Maxima: 17,00 nos.
Trabalho de recolha de dados técnicos: Paulo Peixoto, Boston. 










19 comentários:

Anónimo disse...

M/V Funchal e não N/P Funchal...!

Manuel disse...

Porquê? Caro Anónimo

Cumprimentos
Manuel

Manuel disse...

"Tipo de Navio

O tipo pode ser estabelecido em função de vários prismas de classificação:pode ser referido ao tipo de propulsão utilizado-navio à vela, a motor, de turbinas, diesel-electrico, de propulsão nuclear, sem propulsão, etc; ao tipo de carga transportada-navio de passageiros ou paquete, navio de carga geral, de contentores, "ro-ro", graneleiro, "ferry", mineraleiro, quimico, de produtos refinados, frigorífico, porta-barcaças, etc; ou ainda ao tipo de serviço que presta- navio de guerra, cargueiro, rebocador, navio de apoio a plataformas, navio de pesca ou barco de pesca (a primeira designação para as unidades maiores em aço, a segunda para embarcações mais pequenas em madeira ou fibra de vidro), lancha de passageiros, batelão, draga, cábrea ou grua flutuante, navio lança-cabos submarinos, navio hidrográfico, de investigação pesqueira, embarcação de recreio ou iate, etc." Retirado este excerto de um trabalho do J.P.F. Saraiva Cabral, Eng. Naval

Anónimo disse...

Se o navio está classificado como MV, porque é que vai re-classificá-lo como N/P? Está até escrito na escada de portaló, e no site da companhia. No caso dos paquetes, não existe nenhum que seja referido como N/P.
É que até ao navio Lobo Marinho chamam-no de N/F. Está errado! É N/M (navio a motor). Cumprimentos.

Anónimo disse...

Já agora, esse texto está correcto, o que não está correcto é pensar que utilizam as iniciais dessas classificações. Em Portugal os navios a motor são classificados como N/M, se formos a ver os navios de pesca igleses é F/V, mas em Portugal com certeza não aparecem como N/P. Cumprimentos.

Rui Carvalho disse...

Meus Caros

Qualquer abreviatura é válida, não tendo qualquer correspondência em forma legal.
O regulamento geral das capitanias não prevê nenhuma dessas formas de abreviatura, porque são abreviaturas.
A classificação dos navios pode ser feita conforme muitos aspectos, e M/V, F/V, N/P ou lá o raio que se querer não faz parte do nome oficial do navio.
Em nenhum documento oficial do navio está por exemplo a palavra ferry ou ro-ro.
São abreviaturas que facilitam a classificação e distinção do navio em relação à sua especificidade.
Logo toda a abreviação é válida desde que as pessoas percebam do que é que se está a falar.

Abraço

ErrE

Manuel disse...


Caro Anónimo, eu não reclassifiquei o "Funchal", N/P trata-se apenas de uma abreviação de navio de passageiros, que coloquei antes do nome.


Cumprimentos,
Manuel

Anónimo disse...

Ok percebi! Pela ordem de ideias podemos chamar N/P a navio de passageiros, navio de pesca, navio petroleiro... é o que se quiser! Sr. Rui Carvalho, não sei se está ligado ou não ao mar, mas se tiver a oportunidade, consulte outros documentos diferentes dos que consultou até agora. Notará, que nos DOCUMENTOS OFICIAIS dos navios, está registado o tipo de navio que é. Incluindo o N/M, M/V, S/V, F/V, etc.. Pronto, dei o meu contributo na esperança de ver corrigida a questão, mas parece-me não ter servido de muito, de maneira que fico por aqui. Este, tal como todos os blogs são livres, por isso o administrador que tire as suas próprias conclusões.

Anónimo disse...

ops!
Muito bem...parece que cada um chama o que lhe apetece..
N/P passou a partir de agora a ser navio paquete...e também pode ser navio pesca, navio petroleiro, navio papa leguas...etc.
Cada um inventa a sua...

Anónimo disse...

M/V ou N/M
Ponto final Paragrafo...o resto são invençoes recentes...mas invençoes!
...lá diz o povo...Quem não sabe inventa.

Manuel disse...

Caro Anónimo,

Sou o Administrador e sou eu que o pago com o meu dinheiro (alojamento), para o Sr. poder visitar e comentar mesmo de forma sarcástica em relação a mim!

Ao contrário de si não sei tudo sobre navios, se fosse um visitante e comentador habitual do blog, já teria tido oportunidade de ler que este é para mim uma ferramenta de aprendizagem (assumo isso sem vergonha nem complexo), aprendo todos os dias e cada vez tenho mais a noção que sei muito pouco! Mas também não pretendo ser um expert, gosto isso sim de partilhar o pouco que tenho e de partilhar o muito que me generosamente me enviam para que muitos possam visualizar. Evidentemente se percorrer o blog encontrará erros técnicos, tenho essa consciência.

Como fiquei com dúvidas sobre o tema, optei por eliminar qualquer designação, não tenho problemas em corrigir aquilo que possa eventualmente estar errado, embora com tempo vou estudar esta questão para que no futuro seja diferente ou igual!

Cumprimentos,
Manuel


Caro Cmdt Rui, Obrigado pela ajuda no esclarecer desta questão, eu como sabes, não tenho formação específica nesta área!

Com tudo isto esqueci-me de elogiar e agradecer o nosso Amigo Miguel Nóia, que fez uma excelente reportagem fotográfica, e com a sua partilha permitiu os nossos visitantes observarem a passagem do navio "Funchal" na Horta.

Cumprimentos,
Manuel

Rui Carvalho disse...

Caro MMCB

Vai por mim.
A literatura e a doutrina passa o tempo à volta destas questões.
Os navios quanto à sua propulsão são classificados como motor ou à vela.
Nisso têm razão, mas só em relação à propulsão.
No entanto não se diz N/M RO-RO FERRY "EXPRESS SANTORINI".
Quanto à classificação relacionada com os navios motor de comércio, o regulamento geral das capitanias refere os navios motor de carga (graneleiros, carga unitizada e carga geral) e os de passageiros, sendo que estes se dividem em cruzeiros, ferries, log carriers e cattle carriers.
Os puristas ortodoxos preferem chamar apenas N/M o que me ofende pois tal como as mulheres todos os navios são diferentes e igualmente caprichosos.

Abraço

ErrE

Anónimo disse...

Caro Manuel,

Se corrigiu é que notou que algo estava mal. Este espaço, tendo a possibilidade de ser comentado pelo público em geral, é sujeito ao escrutínio de todos.
Em momento algum, nenhuma das pessoas que comentou, referiu que o navio seria chamado por "N/M Paquete Funchal", ou outro exemplo qualquer, de maneira que não sei o porquê do Sr. Rui continuar a comentar essa mesma questão.
Aqui o dilema passava apenas e só pelas síglas que não estavam de acordo com a realidade.
Está esclarecido do meu ponto de vista.

Cumprimentos a todos.

Manuel disse...

Amigo Rui,

Confio em ti, mas já não tenho paciência para levar com sarcasmos de alguém que não conheço, por isso nem MV nem NP, nada!!

Abraço
Manuel




Manuel disse...

Caro Visitante, não corrigi eliminei a designação N/P (mais ou menos a mesma coisa de corrigir ok), porque o Cmdt Rui, tem como explicou acima um entendimento diferente e o Sr.(deduzo que tenha conhecimentos na área) outro, como já referi não sou formado na área e entendi que era tempo de parar esta discussão!

Cumprimentos
Manuel

Anónimo disse...

Meu amigo Verde . :)

Há pessoal que nasceu mesmo para serem do contra. é por isso que eu te digo... cada doido com a sua mania .

Abraço azul

Manuel disse...

Amigo Azul,

Para já fica assim , mas tenho que investigar isto como deve ser!

Abraço Verde
Manuel

Luís Henriques disse...

Bem... não percebo nada de N/M's ou N/P's... só tenho a dizer que é um excelente post com excelentes fotos de um excelente navio numa excelente baía que é a nossa Horta.

abraço,

Manuel disse...

Caro Amigo Luís Henrique,

Sem dúvida, concordo totalmente com as tuas palavras.

Abraço e volte sempre
Manuel