Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Venezuela desiste da compra do ferry "Atlântida"

Um ano depois a Empordef confirma que "oficialmente" a Venezuela "deixou de ter interesse" no navio.

Isso mesmo foi garantido ao DN por fonte da Empordef, confirmando que os 42,5 milhões de euros do negócio, acordado em Fevereiro, ficaram agora "defitinivamente" sem efeito e os ENVC de novo com um problema nas mãos para resolver.
Texto: Diário de Notícias, Artigo completo Aqui.
(©) Copyright foto: L. Ré / Pilot Boat

17 comentários:

Rui Carvalho disse...

Caro MMB

Tal como esperado!
O Chavez não é burro.
O que eles queriam era um Ferry, não um "PAQUERRY", esse ser andrógeno que nos foi oferecido pelos canteiros de nabos que governaram os ENVC e a Atlanticoline.

Abraço

ErrE

Manuel disse...

Boas Amigo ErrE, depois dos insultos que ouvi nos últimos tempos, deves bem imaginar o que penso.
Abraço,
Manuel

João Bettencourt Mendonça disse...

Os políticos portugueses que acharam que o Chavez era um otário e que ia engolir todas as nossas trapaças, enganaram-se redondamente.
Primeiro, ele desistiu dos computadores Magalhães e agora do Atlântida.
Daqui só se pode concluir que o Chavez não quer porcaria na Venezuela!!!

Manuel disse...

Amigo João, Obrigado pelo teu comentário. Os politicos que o vendam à russia onde foi concebido o projecto com enormes asneiras, aliás ele já tem um indicativo de chamada bem interessante para os russos, CSKA.
Um Abraço,
Manuel

Luís C. F. Henriques disse...

Não tenho seguido aos "desenvolvimentos" com atenção. Pergunto: irá o Atlântida afundar de vez os ENVC? Do pouco que conheço sobre este assunto, havia um problema com a velocidade do navio, certo? Faltava 1 nó para a velocidade máxima contratada. Pergunto: mas esse nó de diferença fazia alguma diferença no desempenho do navio na região ou foi desculpa para rejeitar um navio com "outros" problemas?

Cumprimentos,

Manuel disse...

Boas Luís, um nó de diferença e meio metro de calado a mais, originado pelo peso das 300 tons de lastro sólido adicionado, para corrigir o centro de gravidade, entre outras questões. Trata-se de um projecto russo que tinha grandes erros, se tivessem copiado o Lobo todos tinhamos beneficiado.
Penso que tens razão poderá haver outras razões para a rejeição, mas tudo isto é muito confuso.
Abraço,
Manuel

Elvio Leão disse...

Boas Manuel, tenho uma duvida em relação a esse projecto, não fizeram um modelo á escala e testes em laboratório? Alem disso e ja aqui disse , é realmente escandaloso que se projecte um navio para ligar as ilhas onde nem entra um contentor. Não havia exemplos?
O problema é o ENVC que estão com um navio que ninguem quer e trabalhadores em vias de ser despedidos, estando ainda no ar o encerramento dos estaleiros.
Cumprimentos e Bom fim de semana
Elvio

Manuel disse...

Boas Elvio, não quero falar sem ter certeza, mas penso que os erros dectectados foram já com a construção iniciada, mas posso estar errado.
Muito resumidamente tudo começou com um erro do calculo do centro de estabilidade.
Quanto à limitação dos contentores, talvez seja a razão por ninguem ainda ter comprado o Atlântida.
Abraço,

Manuel

Anónimo disse...

Por aqui ja todos sabiamos desde as eleições legislativas que o Atlantida não ia para a Venezuela se jose socrates perdesse as eleições!

Tudo nao passou de mais uma encenação da maquina "socratina" de fabricar mentiras

Abraço EN

Manuel disse...

Amigo EN, parece que isto nunca mais tem fim, quero que seja vendido para o bem de pessoas como tu, mas quero que vá para bem longe, pois mesmo sem o ter visto nem trabalhado com este bicho já tive chatices que chegue à conta dele.
Isto ficava resolvido com a prisão daqueles que nós sabemos!
Abraço,
Manuel

Anónimo disse...

Que venha o Atlântida para os Açores. Com mais ou menos nós, é sempre melhor do que não ter nada, ou estar a pagar balúrdios por alugueres de navios que nunca serão nossos.
Em vez de estarmos a ajudar os Gregos, ajudemos os ENVC que são portugueses e que bem precisam.

Manuel disse...

Boas, os governantes e boys que resolvam essa situação, afinal é esse o seu trabalho, mas convém não esquecer que não se trata apenas da questão de velocidade, existe outras questões ou podem existir, digo eu
Abraço,
Manuel

Anónimo disse...

Boas Manuel

Consegues saber quem é que iria explorar, o casino a bordo do Atlantida?

Posso confirmar que as slot machines foram desmontadas e retiradas do Atlantidda antes da visita de Hugo Chavez para ele nao se assustar com os vicios do capitalismo!!lol

Abraço EN

Manuel disse...

Boas Amigo EN, sabes que cheira-me que essas máquinas foram idealizadas pelo "grande arquitecto" do Atlantida, e olha que não me estou a referir ao tipo da entrevista na revista russa.

Slots machines e lareiras, que requinte, e vou eu pagar essas ideias geniais, e fico sem ferry, como `vês todos perdemos, todos menos os culpados, e sabes bem que acho que são dos dois lados, mais não digo aqui e por agora.
Saludos,
Manuel

E uma foto da lareira de 2 tons não se arranja?

DavidB disse...

Parece que a Brasileiros interesados no Atlantica

http://forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?f=16&t=8104&sid=12537bd6dea5d6725c818dd33fd85af9&start=390

Manuel disse...

Obrigado amigo Davidb, já vi interessante este forum tenho que ir lá mais vezes.
Abraço,
Manuel

DavidB disse...

Veja aqui umas fotos do interior do Atlantida



http://www.envc.pt/
vai a Portfolio e entre em:
Ro-Ro Day Car & Passengers Ferry

e claro escolha Atlantida

(não da para ir directo)