Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Sugestão - Cruzeiros Temáticos nos Açores

Em seguimento do post sobre o Cais de Cruzeiros de Angra,  e de alguns artigos como o da RTPAçores, em que alerta para o facto dos cruzeiristas não gastarem dinheiro em terra, surgiu uma ideia que gostava de partilhar com os Visitantes deste blog, e que não deixa de fazer algum sentido na medida em que o Turismo de Cruzeiros que realmente interessa para os Açores, é um turismo numa vertente Ecológica, Paisagística, Cultural, Gastronómica, Rural e Certificado na vertente de sustentabilidade e impacto ambiental. Pois os Turistas que nos visitam na maior parte são do Norte da Europa com uma filosofia Ecológica e com dinheiro para gastar nos nossos produtos e serviços.
Partindo de Santa Maria até ao Corvo um grupo de +/- 100 Pessoas, com um Roteiro Temático para cada Ilha, num Veleiro Cruzeiro com por exemplo este navio em  anexo, seria uma mais valia para a nossa economia.
- Em Santa Maria podia-se fazer a Rota dos Fosseis, Baia de São Lourenço, Praia Formosa entre outros aspectos que se poderá dar a conhecer a gastronomia local levando os turistas aos restaurantes típicos onde os produtos servidos deverão ser todos de origem local e biológica.
- Em São Miguel temos a Rota do Chá, do Ananás passando pelas Lagoas das Sete Cidades, do Fogo e Furnas, e a Gastronomia Típica.
- Na Terceira temos a Rota da Cidade Património Mundial,  Angra do Heroísmo, pela sua arquitectura, história e importância na época dos descobrimentos e conquistas, passando pelo Algar do Carvão, Gruta do Natal, assistir se for possível à actuação de um grupo de Folclore, a Gastronomia Típica.
- Na Graciosa temos a Rota das Termas do Carapacho, a Caldeira visitando a gruta e depois passeio pedestre em volta da cratera, o Ilhéu da Barca e como sempre a Gastronomia Típica.
- Em São Jorge temos a Rota dos Queijos, as Fajãs onde se pode também promover o um passeio pedestre num dos Trilhos e sempre a Gastronomia Típica.
- No Pico temos a Rota dos Vinhos na Zona Patrimonio do Lajido e Cural Atlantis onde se encontra um dos 8 melhores Trilhos do Mundo, os Museus do Vinho e dos Baleiros, Gruta das Tores e a excelente Gastronomia Típica.
- No Faial temos a Rota dos Vulcões onde se pode visitar o Vulcão dos Capelinhos e seu Centro Interpretativo, a Caldeira, a Marina, o Monte da Guia e sempre bem servidos com Gastronomia Típica.
- Nas Flores temos a Rota das Lagoas onde também se deverá passar pela Rocha dos Bordões e Fajã Grande e finalizar com a Gastronomia Típica.
- No Corvo temos a Rota da Caldeira onde se pode implementar a observação de pássaros contemplando os visitantes com a Gastronomia Típica.
É isso que quem nos visita procura, a nossa Ruralidade, Cultura, História, Gastronomia etc.
Temos tudo para sermos autónomos a nível económico e energético, para isso precisamos que as Bases sejam feitas. Temos a nossa Transportadora Aérea, falta-nos um bom Serviço Ferry Anual onde se poderá aumentar o mercado dos nossos produtos e serviços de Local ( Ilha ) para regional ( 9 Ilhas ) e porque não fazer de uma forma mais económica estes Roteiros utilizando os Ferrys.
(©) Copyrights texto: José Gabriel Azevedo, Terceira.
(©) Copyrights fotos: António Simas; Miguel Nóia; Carlos Medeiros; MM Bettencourt.

2 comentários:

Bruno Rodrigues disse...

A título de curiosidade (e tendo de voltar a referir este navio neste blogue) uma das eventuais funções do Atlântida (dizia-se na altura) era fazer cruzeiros dentro da região.

Quanto ao itinerário que é proposto nesta mensagem, é semelhante ao apresentado pelas companhias de cruzeiro com navios de pequeno/médio porte que nos visitam em Abril/Maio/Outubro. A ideia de usar um ferry, recorrendo aos serviços hoteleiros de cada ilha seria boa para a esconomia de cada ilha. Falta o ferry em condições e alguém que explore a ideia com preços atractivos para o turista (voo+ferry+hóteis+excursões+refeições).

Manuel disse...

Boas Bruno, o problema foi fazer de um ferry um navio de cruzeiro quando este devia ter outras valências, claro que poderia aqui ser enquadrado mas para outras funções parece que não.
Abraço,
Manuel