Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Forte ondulação, afecta as ligações marítimas


O estado do mar continua a impedir a escala de navios no porto da Graciosa, tendo  a última escala decorrido no dia 1 do corrente mês. Espera-se agora a melhoria das condições metereologias que segundo as previsões terão inicio no Domingo para então haver condições de operacionalidade no porto.

10 comentários:

Rui Carvalho disse...

Caro MMB

Agradeço o facto de teres publicado este video, pois ele representa a realidade da maioria dos portos Açorianos, sempre fustigados implacavelmente pela natureza.
Lamento profundamente que alguns bem-postos na vida de determinado porto do meio do país persistam em enviar-te comentários pouco dignos e a roçar o indelicado, demonstrando uma completa ignorância sobre a vida do dia-a-dia das ilhas.
Quantas e quantas vezes tem de se colocar no prato da balança a segurança a 100% para que não faltem os combustíveis e bens alimentares a estas populações tantas vezes abandonadas.
Por cá não existem comboios ou autoestradas pagas pelos nossos impostos. O mar é a nossa autoestrada, e sobre o mar não necessitamos de lições.

Abraço e bem hajas.

ErrE

Manuel disse...

Amigo como sabes estamos á 11 dias sem navios, e como bem dizes os navios são as nossas estradas, felizmente amanhã esperamos o Ruby, na segunda-feira os TMG e Essberger.
Quanto a resto como já te disse há uma hora certa para tudo, tenho que saber esperar, já não falta muito.
Abraço,
Manuel

Anónimo disse...

"sobre o mar não necessitamos de lições." - Presunção e água benta...

Faço votos para que o tempo melhore e que todos passem um feliz natal!

Rui Carvalho disse...

Caro Anónimo

Vejo que o boné lhe caiu que nem "ginjas", terei por certo oportunidade de lhe falar pessoalmente sobre tudo o que aqui tem insinuado.
A minha verdadeira curiosidade é saber que "raivinha" incucada terá sobre os seus alvos.
Até breve e não se esqueça que o mundo é pequenino.
Bom Natal e Festas Felizes meu caro Xico.

ErrE

Rui Carvalho disse...

PS - Escusa de responder que a época é de PAZ. - Boas Manobras.

Manuel disse...

Caro Anónimo, não sei porque lhe incomodou o comentário do meu Amigo, se não precisa de lições sobre o mar, e compreende o que é viver em ilhas, então o comentário não seria certamente para si.

Sem ironia, desejo-lhe Um Feliz Natal, e Bom Ano de 2011, principalmente com Saúde.
Cumprimentos,
Manuel

Anónimo disse...

O comentário era claramente para mim, para quem mais seria?

Não fui eu que escrevi que não preciso de lições sobre o mar - leia lá melhor a caixa de comentários...

Não tenho nenhuma raiva contra ninguém em particular ou em geral, conheço bem os Açores e sou amigo de muitos Açorianos.

Sou apenas um seguidor atento do seu interessante Blog e de vez em quando acho que devo apontar algumas situações menos correctas que por aqui aparecem retratadas.

Em vez de se armarem em virgens ofendidas preocupados com o meu anonimato vejam lá se crescem, encaixam as críticas e fazem por corrigir o que está menos bem pois nenhuma pressão comercial, por maior que seja, deve fazer diminuir os padrões de segurança.

Mais uma vez vos desejo a TODOS umas Boas Festas.

Manuel disse...

Caro Anónimo, Obrigado pelas suas simpáticas palavras para com o blog, este é um hobby e uma ferramenta de aprendizagem para mim, ao mesmo tempo vou divulgando aquilo que posso.

Meu caro anónimo, se o comentário era mesmo para si, só o Sr. saberá, eu por exemplo nem sempre sei de onde v~em os comentários.
Quanto a ser anónimo, não me importo, por isso estão abertos os comentários sem restrições, apenas não gosto e não posso permitir que se faça comentários com certos adjectivos nemos simpáticos, que atingem directamente pessoas que conheço e são meus amigos, não se esqueça que nos conhecemos todos. Se entender comentar mais algum post com o qual não concorde, convido-o a fazê-lo mas de forma diferente do comentário que eliminei.

Quanto à questão de crescer, e encaixar as criticas, pergunto-lhe eu que não tenho a sua formação académica, nem faço parte da Pilotagem Nacional, não acha melhor que se discuta estes assuntos entre Pilotos? afinal não são assim tantos.

Sobre questões de segurança, não duvide que eles prestam muita atenção a essa questão, se não fosse a sua preocupação com essa questão, o Evinco teria tido um grave problema na Praia da Vitória, alem do mais, se conhece os Açores saberá que eles lutam contra muitas pressões, já vi um Piloto ser impedido de sair do Porto por passageiros, tendo sido necessario chamar a policia Mraítima. Enfim podia lhe contar mais alguams histórias, mas não aqui.

Desejo-lhe tambem Umas Festas Felizes para si e sua Familia.
Cumprimentos,
Manuel

Anónimo disse...

Leia o tom e o conteúdo dos comentários do seu amigo piloto rui carvalho e entenderá a dificuldade que existe na formação de Pilotos em Portugal. Os Pilotos nacionais são sujeitos a um curto periodo de práctica de apenas 6 meses e depois são deixados por conta própria para o resto da vida. À semelhança da restante função pública, a sua avaliação é inexistente e cada um procede da maneira que entende. Tal como noutra profissão existem Pilotos muito bons, bons, suficientes e mediocres mas não existem mecanismos para elevar os padrões, nem os actuais pilotos os aceitariam a ver pelo teor dos comentários do seu amigo que escreveu não aceitar lições de ninguém...pois provávelmente já aprendeu tudo o que tinha a aprender. Apesar da minha provecta idade e das funções que exerço e das que já exerçi, todos os dias aprendo algo novo! Tenho pena que nem todos pensem assim. O burro devo ser Eu?

Manuel disse...

O Amigo Rui, é sem dúvidas um excelente Piloto, que têm lutado pela dignificação da Pilotagem, se o conhece-se pessoalmente perceberia que está errado, o Rui continua aprendendo e dedicando muito tempo a essa aprendizagem, infelizmente não depende só dele, a formação profissional devia ser constatante quer para Pilotos ou para um simples operador de equipamento como eu.
Se conheço alguem que não arrisca em termos de segurança ele chama-se Rui, não se deixe iludir por algum post meu, que pode ter contribuido para isso.
Contudo o Sr Visitante não pode admirar-se do tom dos comentários pois quando nos sentimos injustiçados obviamente não ficamos contentes.
Pêço-lhe que dedique mais tempo à pilotagem Açoriana, perceberá que são bons profissionais, que muitas vezes lutam contra certas pressões.
Cumprimentos,
Manuel