Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

quinta-feira, 26 de julho de 2012

"MANITOBA", um dos últimos verdadeiros Lakers

Os velhos Lakers, construídos aqui nos grandes lagos Canadianos e Americanos, eram conhecidos pelos amantes de navios por terem uma seta na proa dos mesmos. Esta seta, era maneável, servia para dar ao comandante do navio a proximidade de certos pontos em portos ou no Canal Welland dentro das suas comportas.Na foto o MANITOBA,(construído em Colingwood no Ontário em 1966,estaleiros hoje fechados) tem esta seta, sendo mesmo um dos últimos Lakers ainda em serviço que ostenta tal instrumento. Muito elegante este, é ainda um dos verdadeiros Lakers que por aqui navegam. Já agora este navio tem estado sem serviço e só agora na altura do transporte de trigo de Thunder Bay (o maior celeiro nos grandes lagos) para o ainda maior celeiro em Quebec, perto do oceano Atlântico, voltou ao serviço, mas  naquela viagem que por aqui se chama de, "the last trip", na maioria dos casos estes antigos lakers depois da descarga em Quebec City, voltam vazios até Montreal, onde atracam ao porto velho , e onde normalmente esperam pela sua sorte que pode ser um rebocador para ultima viagem com destino a Turquia(Aliaga). Este ano já 2 se foram, outros dois ainda estão por lá,  será este mais um??
(©) Copyright texto e fotos: Paulo Renato, Canadá.


1 comentário:

Manuel disse...

Amigo Paulo, engraçado como se aprende sempre com os seus post´s muito interessante!
Um Abraço para o Canadá
Manuel