Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

segunda-feira, 3 de março de 2014

Governo anuncia criação de passe marítimo entre Madalena e Horta que permite poupar 350 euros por ano


 © Copyright fotos: Miguel Nóia, Faial ; MM Bettencourt, Graciosa.
© Copyright texto: GACS 

O Secretário Regional do Turismo e Transportes anunciou a criação de um passe de 22 dias úteis para o transporte marítimo de passageiros entre a Madalena e a Horta, que permitirá uma poupança anual de cerca de 350 euros aos utilizadores.

Este passe, segundo Vítor Fraga, “será comercializado no decorrer no mês de março, estando disponível para utilização a partir do dia 1 de Abril”.

O Secretário Regional, que falava quinta-feira à noite, na Madalena, à margem da sessão de apresentação do Plano Integrado dos Transportes, revelou que o passe terá um custo de 95 euros, “possibilitando uma poupança anual a quem o utiliza, em relação aos atuais títulos de transporte, na ordem dos 350 euros”.

Vítor Fraga frisou que a criação deste passe surge na sequência do objetivo do Governo dos Açores de “reduzir os custos de contexto associados aos transportes para as empresas e com isto contribuir também para o bem-estar das famílias, aumentando o seu rendimento disponível”.

A par do 'Passe 22' serão ainda criados outros títulos de transporte, a apresentar brevemente.



6 comentários:

Anónimo disse...

Excelente ideia, daqui a uns meses de um Ano que não sabemos quando teremos passes para as ilhas do grupo central. Vamos esperar sentados de preferência, ja que as pernas não permitem estar de pé.

F. Henriques disse...

O passe nao me preocupa mas sim a ligaçao Calheta Angra, mas hoge aproveito para desejar um Feliz Carnaval para o amigo Manuel e para toda a Ilha Graciosa. Abraço

Manuel Bettencourt disse...

Amigo Fernando Henriques,

Obrigado e um feliz Carnaval para si e para S. Jorge

Manuel

Caro Visitante,
Vamos esperar sentados, mas com sentimento de esperança!

Abraço,
Manuel

reimar disse...

Boa noite Manuel,
Vejamos o sentido em que apontam as novas realidades! Presumo que o local de embarque no cais da Horta fez obras, certamente para melhor! A gare da Madalena está irreconhecível para melhor e sei do que falo porque já por lá "passei pelas brasas" à espera que a lancha chegasse. No bar da gare, explorado por um simpático local, tinha sempre um cafézinho gostoso e um copito da tal (muito especial), que trazia de casa para oferecer aos amigos e aos dorminhocos, que precisavam estar bem despertos, para estabilizar o estômago antes da travessia.
Há agora dois navios novos, com a oferta de boas condições para navegar nas ilhas do triângulo e não só e para que conste nunca reclamei dos "Cruzeiros", mesmo em dias de borrasca e vaga alta.
Confesso que não entendo porquê reclamar de uma proposta que visa melhorar as condições de vida. Se a reclamação estivesse ligada ao facto de só agora se terem lembrado da importância do passe social para transporte, eu entendia.
Se o custo das viagens aumentasse, acho que também ia entender, mas ganhar a hipótese de viajar mais barato e com dupla comodidade, é quase a mesma coisa que (perdoe-me a expressão) "cuspir no próprio prato".
Um abraço Manuel e até sempre,
Reinaldo Delgado

Manuel Bettencourt disse...

Caro Amigo Reinaldo,

Tem razão! Apenas estava a referir que eu tenho esperança que em breve talvez tenha este serviço nos Açores e não apenas no triângulo.

Um Abraço e volte sempre
Manuel

Anónimo disse...

Algum dia, outra ligação marítima que não a do canal Horta/Madalena, justificará a criação de um passe mensal??
É bom recordar que a grandeza de passageiros movimentados entre Horta e Madalena é algo próximo do total dos passageiros movimentados entre todas as ilhas do arquipélago pela SATA Air Açores.
Nenhuma outra ligação nos Açores se aproxima desta realidade.