Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sábado, 10 de maio de 2014

N/T "Korsaro", manobrando no porto de Ponta Delgada





© Copyright fotos: António Simas, S. Miguel.
N/T "Korsaro", manobrando ontem no porto de Ponta Delgada, assistido pelos rebocadores "residentes", "Pêro de Teive", e "São Miguel". Possibilidade ainda para apreciar o, N/T "Chem Daisy", operado pela Transinsular e que está encarregue da distribuição de combustível inter-ilhas (excepto, Terceira), e que tem como porto de carga, Ponta Delgada. 
Nome: KORSARO.
Indicativo de chamada: IBES.
Nº IMO: 9373137.
Porto de registo: GÉNOVA.
Bandeira: ITALIANA.
Ano de construção: 2008.
Comprimento f. a f.: 169,90 Mts.
Boca máxima: 25,40 Mts.
Porte (DWT): 25.997 Tons.
Arqueação bruta: 17.644.
Calado máximo à entrada: 8,00 Mts.
Estaleiro: CICEK TERSANESI - Tuzla - Nº 41.
Tipo de carga: COMBUSTÍVEIS LÍQUIDOS.
Auxiliar de proa: 1.000 Kw.
Potência da Máquina Principal: Mak - 1x9M43C-4S/SA/iL(V) - 9.000 Kw.
Armador: EMERALD CORAL SHIPPING Ltd. (K-SHIPS Srl. ). 

4 comentários:

Anónimo disse...

Aquele navio turco vermelho é suposto acabar os dias ali? Qualquer dia os portos insulares têm de ter molhes só para navios arrestados. O espaço não é elástico e custa caro em portos artificiais.

Manuel Bettencourt disse...

Caro visitante,

Uma oportuna observação que ponderei incluir no post, mas depois optei por não!

Cumprimentos e volte sempre
Manuel

Anónimo disse...

Já foi vendido a sucateiros asiaticos( Turcos, indianos ??)e tudo indica que partirá a reboque no próximo mês de Junho, talvez do Pero de Teive, de P Delgada, até Lisboa.Daí será levado por outro rebocador. Aí reside o nó da questao , pois o preço de levar um navio de 6000 ton ,rebocado desde os Açores, retira margem de negócio a qualquer sucateiro.

Manuel Bettencourt disse...

Caro Visitante,

Obrigado pela informação, de facto tem de fazer um grande viagem!

Cumprimentos e volte sempre
Manuel