Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

quinta-feira, 5 de junho de 2014

"Europa", "Audacia" e Hellenic Wind", em Ponta Delgada


 Alguns registos do nosso Amigo, António Simas, obtidos no dia de ontem no porto de Ponta Delgada. Para além do nosso conhecido HSC "Hellenic Wind", (inicia amanhã a sua operação ao serviço da Atlânticoline), observamos o iate "Audacia", e o navio de cruzeiros da Hapag-Lloyd, "Europa", todos eles atracados no terminal de passageiros, Portas do Mar. 
Este é mais um post, tri-partido, fotos de António Simas (S. Miguel), pesquisa de dados técnicos, Paulo Peixoto (Boston) e edição de MM Bettencourt (Graciosa).
 Nome: AUDACIA.
IMO: 9093000.
Indicativo: ZCIM3.
MMSI: 319825000.
Bandeira: Ilhas Cayman.
Porto de Registo: George Town.
Matricula: 716321.
Operadores: Moran Yacht Management Inc.- Fort Lauderdale, Florida, EUA.
Classe: American Bureau of Shipping.
Ano de Construcao: 1987.
Data de Entrada ao Activo: 01/01/1987.
Estaleiro: Jacht- en Scheepswerf C. van Lent & Zonen B.V.- Kaag, Holanda. Casco#758.
Comprimento Fora a Fora: 46,45 metros.
Comprimento entre Perpendiculares: 41,35 metros.
Boca Maxima: 8,37 metros.
Pontal: 4,40 metros.
Calado: 2,70 metros.
Arqueacao Bruta: 424,00 toneladas. Arqueacao Liquida: 127,00 toneladas.
Potencia de Maquinas: 1,492 kW (2,028 hp), 1,600 rpm. 2 helices.
Velocidade de Servico: 14,00 nos.
Nomes Anteriores: Confidante (1987-1995), Limelight (1995-2002), Kwikumat (05/2002-11/2002), Ulysses (2002-2004), e Confidante (2004-2007).
 Nome: EUROPA.
IMO: 9183855.
Indicativo: C6QK8.
MMSI: 308007000.
Bandeira: Bahamas.
Porto de Registo: Nassau.
Matricula: 732187.
Operadores: Hapag-Lloyd Kreuzfahrten- Hamburgo, Alemanha.
Classe: Germanischer Lloyd.
Ano de Construcao: 1999.
Data de Entrada ao Activo: 09/09/1999.
Estaleiro: Kvaerner Masa-Yards Inc.- Helsinquia, Finlandia. Casco#495.
Comprimento Fora a Fora: 198,60 metros.
Comprimento entre Perpendiculares: 179,86 metros.
Boca: 24,00 metros.
Pontal: 18,00 metros.
Calado: 6,30 metros.
Deslocamento: 16,557 toneladas.
Arqueacao Bruta: 28,890 toneladas. Arqueacao Liquida: 9,205 toneladas.
Porte Bruto: 2,557 toneladas.
Numero de Conves: 11. 7 para passageiros.
Numero de Cabines: 204. Numero de Camas: 408. Numero de Tripulantes: 245.
Potencia de Maquinas: 21,600 kW (29,366 hp), 550,00 rpm. 2 helices Azimuth, 160,00 rpm.
Velocidade de Servico: 21,00 nos.
Potencia de Thrusters: 1,600 kw (2,176 bhp).

8 comentários:

Anónimo disse...

Amigo Manuel, pelo que parece a atlanticoline cancelou a viagem do santorini de amanha... causa: mau tempo.... nao e de estranhar com ondulação a rondar os 4 metros, se cancele uma viagem?? hum... muito estranho... alias, os cruzeiros do canal... apanhavam ondulação por vezes de 7/8 metros e mesmo assim nao deixavam de fazer carreira... e um navio desse tamanho como o Santorini não pode? hummmm

Manuel Bettencourt disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Manuel Bettencourt disse...

Caro Amigo,

Não sei de nada oficialmente, contudo não se esqueça que a área vélica do Santorini é maior que a de um cruzeiro, isto afecta as manobras nos portos como sabe, além disso trata-se de uma viagem de horas e não de uns minutos, o que pode afectar muito mais o bem estar dos passageiros!
Mas sou eu a pensar, não sei exactamente quais as razões e não vi a previsão! Julgo que não será pelos 4 metros de ondulação!

Abraço
Manuel

Anónimo disse...

Caro Manuel, nesse caso no inverno e quando tivermos os nossos barcos... não havera quase viagens...
Sei que mandaram a meu tio uma mensagem alegando mas condiçoes climatericas... eu tive vendo a previsão, e dá ondas de 4 metros.. e vento ate 60 km/h... pode ser pelo vento, secalhar tem razao. Desculpe

Anónimo disse...


caro Manuel!
Sou ex trabalhador dos ENVC atualmente nos asilleros hijos Barreras

Este estaleiro concorreu aos novos ferry´s para os Açores e depois de a Atlanticoline ter referido que a operação do Atlantida seria inviável nos Açores por excesso de consumo de combustível...........

Posso garantir que os novos ferry´s irão consumir o dobro do combustível que consumia o Atlantida! cerca de 50 toneladas por dia!

A boa gestão continua!

PS; Um dia perguntou-me pelo amigo EN que colaborava aqui no seu blog.
Depois de falar com alguns amigos dos ENVC que são leirores do seu magnifico Blog cunpre-me o pezar de o informar que o amigo EN faleceu por problemas de saúde pouco tempo depois de reformnar dos ENVC.

Abraço do continente para essas belas ilhas!

Manuel Bettencourt disse...

Caro Visitante,

Em primeiro lugar o mais importante que qualquer navio seja novo ou velho, grande ou pequeno! Estou triste pela notícia do amigo EN, não o conhecia de outra forma, falávamos por mail, bem que o tentava contactar! :(((( Os meus pêsames aos seus familiares e amigos!

Em segundo lugar, tento não falar muito do Atlântida, dizem-me certas coisas mas manda o bom senso que esteja quietinho!

Quanto aos novos, como imagina não sei essas questões técnicas, mas de Barreras saiu um que gosto especialmente e que foi pintado em Viana o "Passio per Formentura", embora seja mais pequeno que os pretendidos!

Abraço de uma pequena ilha para o continente e Barreras :)

Manuel

Anónimo disse...


Acho que pode falar do Atlantida a vontade!
o tempo cura e esclarerá tudo o que passou! caro manuel se esta interessado nesse assunto pode ouvir as audições na comissão parlamentar de inquerito ao fecho dos ENVC em que o assunto é referino amiudas vezes


Ah claro aquilo tem sido um rol e contradições e equivocos

Do lado dos ENVC ninguem sabe
quem assinou os contratos de construção
do lado da atlanticoline
um diz que o atraso seria de 3 horas outro que diz que a diferença de velocidade eram 0.7 nós e o atraso seria de de 25 minutos numa viagem de 10 horas e que o outro não sabe fazer contas..

Um verdadeiro circo em que ninguem fica bem na fotografia

nessas audiçoes ficam tambem esclarecidos os negocios entre todas as empresas envolvidas na construção do famoso ferry

Petrobalt, atlanticoline, ENVC SCMA e Portbridge Engineering

podes ouvir qui a audição do engenheiro João Moita da SCMA

http://media.parlamento.pt/site/XIILEG/3SL/COM/CIPENVC/CPIENVC_20140603.mp3

Manuel Bettencourt disse...

Caro Visitante,

A questão do Atlântida, é bem complexa pelo menos para mim!

De vez em quando dizem-me algo sobre o assunto, desde certas relações pessoais e afins, mas não devo publicar aqui!

Um dia um amigo enviou-me umas contas sobre tcmi do navio, mais confuso fiquei!

O pior é que este navio tornou-se um simbolo de uma "guerra" Açores-Viana, devia ter sido o contrário, e isso deixa-me triste.
Não vou discutir as percentagens de culpas a atribuir a cada parte, até porque teríamos que dividir por várias partes, isto na minha opinião!

Sinceramente, penso que a questão nada tem a ver com a velocidade, mas isso é uma mera opinião!



Abraço e bom domingo
Manuel