Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

domingo, 12 de julho de 2015

A regata de vela oceânica, para veleiros da Classe 40, Les Sables / Horta / Les Sables, larga da baía da cidade da Horta (Açores) na tarde deste domingo.

NOTA DE IMPRENSA
LES SABLES – HORTA 2015 [2]

(Largada da segunda etapa este domingo, 12-07, na baía da Horta)



A segunda etapa da quinta edição da regata Les Sables / Horta / Les Sables para iates da Classe 40 (embarcações com 12 metros de comprimento), está agendada para as 16:00 horas (atenção, novo horário!!!) deste domingo, 12 de julho, na baía da Horta e canal Faial-Pico.

Os velejadores irão cumprir mais 1270 milhas náuticas entre os Açores e a costa oeste-atlântica de França, tendo à partida a dupla  francesa Yannick Bestaven / Pierre Brasseur, no veleiro de última geração “Le Conservateur”, uma vantagem de mais de cinco horas e meia sobre os segundos na meta no Faial, Thibault Vauchel-Camus / Victorien Erussard (“Solidaires en Peloton ARSEP”), também gauleses.

O skipper do “Le Conservateur”, Yannick Bestaven, é um dos mais destacados concorrentes em competição este ano, tendo ganho em 2011, tal como agora, a primeira etapa da prova, na ligação aos Açores, na altura fazendo equipa com Christophe Bouvet, no veleiro “Aquarelle.com”. No seu currículo avulta o primeiro lugar na Transat Jacques Vabre, em 2011 (na Classe 40) e, ainda, a vitória na Transat 6.50 de 2001, para solitários, em embarcações ‘mini’.

Velejador de renome nesta competição em 2015 é também Bertrand Delesnes, francês que em 2010 venceu a Les Sables / Les Açores / Les Sables, no segmento dos protótipos, para embarcações de 6,5 metros e que na ocasião estabeleceu o recorde mundial de distância percorrida em 24 horas por embarcações daquela dimensão – num dos dias da segunda etapa da competição, na altura, conseguiu navegar 304,9 milhas náuticas, numa média de 12,70 nós. Agora Bertran Delesne faz equipa com o compatriota Nils Palmieri (no iate “TeamWork40”), tendo concluído a primeira parte da prova em terceiro lugar, mas já a mais de 12 horas de distância dos primeiros da frota.

Na ligação dos Açores a França da Classe 40, no âmbito da Les Sables / Horta / Les Sables (regata que pode ser seguida no site www.lessables-horta.com), o recorde de tempo está, desde 2011, na posse da equipa Jean-Edouard Criquioche e Jacques Fournier, que com o iate “Groupe Picoty” completou as 1270 milhas de viagem em apenas 5 dias, 14 horas, 46 minutos e 26 segundos.

Recorde-se que a regata Les Sables / Horta / Les Sables é organizada pela municipalidade francesa de Sables d’Olonne, com a colaboração estreita com a novíssima Associação Les Sables d’Olonne Vendée Course Au Large e com a Associação Class’ 40, ambas agremiações também gaulesas.

Esta prova tem, ainda, os apoios do Conselho Regional do Pays de la Loire, do Conselho Geral de Vendée, do Port Olona e da Associação Náutica de Bourgenay, sob os auspícios da Federação Francesa de Vela. Nos Açores a regata conta com a coordenação logística da Comissão Náutica Municipal da Horta, que integra a Câmara Municipal da Horta, o Clube Naval da Horta, a Portos dos Açores S.A. e a Associação Regional de Vela dos Açores, recebendo o apoio do Governo dos Açores.

Horta, 12 de julho de 2015

Dr Luís Prieto / Comissão Náutica Municipal da Horta - Açores





Sem comentários: